Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 19:13

- Muitas coisas pareceram bem reais nos sonhos, Lucas...


Ethan respondeu, afinal, ele também tinha vivido num sonho. Tentou colocar os elementos em ordem na cabeça, virando as costas enquanto Lucas falava com Victorine.

A garota aceitou o lenço e secou as lágrimas insistentes. Os olhos voltaram-se para Lucas, mesmo que houvesse exatos 13 centímetros de diferença entre eles. Os ombros dela pesaram um pouco mais com o toque recebeu e a expressão de choro não se desfez.

Meneou negativamente para o comentário dele.

Para algumas pessoas, não ficaria bem.

E Vickie realmente não achava justo ficar se lamentando por conta de seu segredo. Durante aquele período, ela tinha decidido não contar sobre Jon para ninguém. O irônico é que no instante em que decidiu contar sobre seu pesadelo sobre Jon para Valie, os dois sumiram. Jon na sua frente e Valie sabe-se lá para onde.


Abaixou a cabeça de novo, secando as lágrimas mais uma vez.

Ethan ouviu a sugestão de Lucas e meneou negativamente.


- Seria uma boa ideia, mas já tem gente demais indo pra lá. Parece que Louise, Jason, Peter...Sei lá mais quem. Fora que estou no meu plantão e se sair, terei problemas. Precisamos ligar para o Malfoy, mas é impossível fazer aqui e agora, com tanta gente e interferência. Fora que estou puto! E quero saber o que diabos está havendo no meu apartamento!

Nesse meio tempo, Victorine desviou-se do toque de Lucas e caminhou até o meio da sala, entre Ethan e Troy.


- E a Valie? Vocês tiveram alguma noticia?


- Nada ainda, Victorine. Eu sinto muito, mas o Troy está pesquisando sobre os nomes que ela passou por mensagens.


- Nomes...?


- Sim. Ele está lá procurando.

Vickie passou pela mesa e se aproximou de Troy, observando o que ele estava fazendo. Ela reconheceu um dos nomes.

Por que sua irmã tinha escrito apenas um nome e depois aparecido com tantos outros.



- Anastacia Panny. É um nome russo...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 20:38

- Hm, tudo bem, Vickie. Não precisa agradecer. – Ela poderia não ser a pessoa mais inteligente do Mundo, na verdade não era, mas se havia algo que Faith sabia captar eram emoções e intenções. Ficaria com os dois olhos bem abertos e sobre a amiga até acharem a irmã mais velha dela.

Acabavam chegando ao consultório e a cara do doutor Malarkey vendo Lucas novo em folha, não foi melhor do que a dela, quando viu o colega que horas atrás estava amassado, quebrado e estropiado, agora andando por aí como se tivesse se recuperado milagrosamente.

E muita gente viu o rapaz machucado.

Nem, ela, nem Trevor ou mesmo Ethan estavam loucos.

Lucas havia sim sido atropelado e trazido ao Hospital muito ferido, contudo, gozava de boa saúde agora e nem ele sabia explicar o porque disso. O rapaz chegava a tirar a camisa mostrando que todos os ferimentos sofridos com o baque contra o carro foram sanados.

Relaxa, ela não ficou escandalizada, e nem falaria nada, apenas se mostraria admirada com toda situação em si, aquilo era sim espantoso.

Os olhos dela desviaram um pouco pra Troy ele estava concentrado no computador, ajudando de alguma forma, e no fim da conversa entre Ethan e Lucas, ela soube que o futuro namorado estava procurando por nomes de algumas pessoas que Valentina procurava.

Quando Ethan falou aquilo, sobre Troy e todos os fatos estranhos que aconteceram, Faith se intrometeu dizendo,

- Doutor, a única que precisamos achar e está sumida, é a Kath, nestes... – Ponderou, mas a palavra era correta no caso. – Sonhos, ela explodiu. – Tornou a ficar quieta sentando numa cadeira, ora observando Vickie, ora olhando pros outros.

Lucas sugeria que fossem ao apartamento de Ethan, mas o mesmo não quis isso.

Pois, uma ligação precisava ser feita, contudo, o ambiente agora era improprio por algum motivo, bem, o ambiente em questão estava cheio, este deveria ser o problema.

- Tá difícil de separar o que é real do que não é. – Ela coçou a cabeça.

Olhou pra Lucas.

- Sabe, ou você tem o cura do Wolverine, ou sugou toda energia de alguém, ou só foi outro lance mega esquisito de um outro plano astral, mas, só tínhamos acabado de sair daquela da Cabana maldita, na floresta das noivas... - Estremeceu de leve lembrando das noivas.


- Se alguém se passou por você, usando sua voz pra levar a Aillen até lá, é melhor torcer pra acharem ela bem. Se alguma coisa acontecer com ela, vai acabar caindo sobre o Doutor... – Baixou os olhos por segundos e voltou a olhar pra Ethan.

Ok, isso não foi nada reconfortante.

Mas, era uma boa observação.

- Não é muito trabalho só pra fazer uma cena assim. Parece que tem alguém querendo algo que o senhor tem que ajude a desvendar esta bagunça infernal espiritual e astral e sei lá mais o que... – Ela encostou na cadeira, tocando a nuca na parede.

- Melhor esperar as pessoas que foram no seu apartamento darem noticias, depois se for preciso, vamos pra recepção esperar vocês fazerem esta ligação, se é tão importante, não podemos atrapalhar. – Tirar metade daquele povo dali seria útil na visão dela, mas manter eles por perto, também. Já tinha gente demais lá fora.

- Luke, de que nome aquela garota fantasma te chamou, quando chegamos na Cabana? Vai que isso ajuda em alguma coisa. Lembro que ela te chamou de outro nome, você sabe o dela? - Interrogou o já atordoado Lucas, mas era outro fato.

- Do jeito que as coisas anda, vai ficar difícil confiar um no outro, logo acaba aparecendo clones nossos entre os reais, já pensaram? Por Buda, isso não... – Fechou os olhos com uma possibilidade tão louca e respirou fundo. Calando-se enfim, antes que fosse jogada pra fora.

Mas, mesmo em meio a aquelas insanidades, tinha pontos a serem considerados.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 21:00

Sim, ele sabia Ethan. Havia visto uma grande parte daquele que ele considerava como...Amigos quase morrerem naquele lugar, e alguns deles até mesmo haviam morrido de fato. Entretanto nada daquilo era real, sempre parecera um reflexo destorcido, e era preciso saber a diferença entre os dois mundos que se encontravam algumas vezes, ligados.

Ou acreditar na diferença antes que você enlouqueça!

Victorine não parecia convencida. Claro Lucas, você realmente não parece o tipo de pessoa com discursos animadores que inspiram confiança nas pessoas...Ou discursos no geral.

Nem frases longas.

Ou frases.

Entretanto, ele ja havia ido bem fundo em sentimentos como aquele, tristeza, dor, desespero. Ja havia falado, ou ao menos dado pistas para Victorine que entendia a respeito de se sentir sozinho, de perder coisas importantes para nós e deixa-las para tras e até mesmo sobre vazio. Olhava para a garota por mais alguns instantes antes de se afastar: - Nunca deixe de acreditar...Esperança é algo poderoso Vickie... - Mas não esperava uma resposta esta vez.

Ele mesmo não estaria ali se não fosse por se prender a esperança, mesmo que um simples e quase que completo sinal simbólico dessa.

Mas não é hora de longas explicações, silêncio muitas vezes parece melhor.

Afinal...Todos precisam de espaço.

As vezes todos queremos ficar sozinhos.

Alguns mais, alguns menos.

Daria uma volta e se sentaria em uma poltrona. Ouvia o barulho de Troy apertando as teclas em meio a todo aquele trabalho e levantaria o olhar a ver Faith falando com ele. Não era o tipo de "leitura" que Lucas fazia normalmente, mas ele entendia a referência. E ele ja havia pensado...Por mais estranho que parecesse, se um ferimento criado agora voltaria a cicatrizar.

Mas parecia...Burrice.

“É ao milagre que a humanidade procura, e não a Deus.”

Ela esperava alguma resposta?

Talvez, mas Lucas não tinha. Nunca parecia ter na verdade.

- Bruce...Bruce Donar. Miranda. Ela falou...Algo sobre "selar o pacto dos sete". Lacrar os selos...Encontrar os outros. Havia meu nome...Em um painel de Pedra. O meu, o de Zach, Trevor...Cada um substituia o nome de outra pessoa. Eu...Não sei o que significa ao certo.

Bem, ao menos ele deu uma resposta.

Ou vocês também queriam que ela fizesse completo e total sentido?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 21:35

Ethan mal terminava de esbravejar e contar que alguém estava usando sua voz pra se comunicar com Aillen e que a mesma fora ao seu apartamento, quando entra na sala dele Lucas, que fora seu paciente há poucas horas, inteiro, sem nenhum arranhão, o qual chegou a tirar a camisa do uniforme do Hospital, pra mostrar o quanto estava bem.

Aquilo impressionou sim, não a musculatura dele.

Mas, o fato dele estar inteiro e ele mesmo sequer acreditava nisso.

- Troy seria muito difícil acessar as câmeras de segurança localizadas no andar do apartamento do Ethan? Assim poderíamos ver, se alguém entrou mesmo, e se não apareceu nenhum clone dele lá.

Havia insanidade em pensar assim? Talvez não, já que estavam vivendo mais em realidades alternativas do que no plano real.

- Assim você poderá ficar mais calmo, Ethan e quem sabe não podemos acompanhar os movimentos dos outros que já estão por lá...

Isso é claro se Troy conseguisse aquela façanha, caso conseguisse, mais tarde ela ia pedir outro favor semelhante pro jovem nerd, quando fizessem a ligação para Malfoy.
Afinal ela como atriz faria melhor seu papel se pudesse ver o rosto de seu telespectador.

E era certeza que iam precisar de um local com mais calma do que aquele pra poderem fazer a tal ligação, aquilo ia exigir concentração demais dela, encarnar quase que literalmente uma pessoa morta não era bem o papel dos sonhos dela.

Mas, era um papel e ela ia desempenhar da melhor forma possível.

Tentando afastar a mente de todas as consequências possíveis depois daquilo.

Ficou quieta de novo, esperando pra ver se Troy poderia fazer aquele milagre.




Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 21:54

As palavras de Lucas foram bem recebidas. Parecia que ele não era tão ruim no social, no fim das contas. Vickie apenas meneou positivamente para ele antes de se aproximar de Troy para ver os nomes.

Ela estava focada em sua “missão” até que ouviu a teoria de Faith em relação à Lucas.

Os olhos dela voltaram-se na direção do rapaz e ele poderia senti-la quase como se o fuzilasse de alguma forma. Porque a culpa era DELE! A expressão de Vickie ficou um pouco mais irritadiça, ela segurou com mais força na mesa e franziu as sobrancelhas. Pela primeira vez, ela pareceu com uma expressão mais séria, realmente revoltada com tudo.

Aquilo fazia muito sentido.

Lucas podia ter “sugado a energia” de Jon. Ele sofreu mais do que um humano aguentaria porque estava trocando de lugar com Lucas.

Era por isso que ele tinha morrido!

Não porque tivesse encontrado a luz!

Mas espera...

Por que isso era culpa de Lucas?

O olhar animalesco dela transformou-se em choque. O que ela estava pensando?! Estava culpando Lucas por estar vivo?! Como assim?! Aquela não era ela! Vickie começou a respirar um pouco mais ofegante e passou a mão pela cabeça, pelo rosto.


Ethan estava falando  - turno do Ethan – diante de todas aquelas teorias levantadas.

Até que Vickie passou por ele de novo. Por puro reflexo, ele agarrou o braço da menina.

- Ei! Onde você pensa que vai?! Você acha que é assim, entrando e saindo do consultório toda hora?!

- Eu preciso tomar um ar.

Vickie se soltou do braço dele.

- Eu não vou ficar bancando a sua babá, Victorine!

- Eu não pedi por uma.

- Nossa, agora vai botar as garrinhas para fora, russinha?!

Vickie cerrou os olhos.

- Quer saber?! Foda-se! Eu já tenho problemas demais na minha cabeça.

- Tenho certeza que sim.

Vickie deu as costas e caminhou até a porta. Antes que Faith ou Lucas dissessem qualquer coisa, ela disse num tom mais severo.

- Eu NÃO vou sair do hospital. Só me deixem sozinha.

Pelo amor de Deus!!!


Ela saiu da sala de Ethan batendo a porta e seguiu até os elevadores. Dali, tinha a intenção de visitar uma “antiga amiga”. Há quanto tempo as pessoas não iam ver Barbara?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 22:03

Antes da saída de Vickie...

Ethan voltou o olhar para Faith.


- Sim, nós sabemos. Tem um pessoal procurando por ela também. mesmo que ele não conhecesse Kath.

Ele fez uma expressão de desgosto ao ouvir que ela tinha explodido. O que era pior?! E logo Faith lançou aquela teoria do porquê Lucas estava novo em folha.


- A teoria do sonho faz sentido, mesmo que seja louca. Eu também não sei explicar porque, ok? Mas me parece bastante viável, ainda mais depois de tudo o que passamos.

Até que Faith continuou com seu momento conspiração. Ethan olhou de banda para a garota.

Você acha que ele não sabia disso?

- Eu tenho provas que só a vi de manhã cedo durante a consulta e, depois, no pronunciamento. Fora que as pessoas me viram o tempo todo. Como posso estar em dois lugares ao mesmo tempo?!

Ah para de terrorismo!!!

Faith era engraçada. Ela fazia sentido até certo ponto e, depois, não fazia mais sentido nenhum.

Clones?

Whatafuck?

Voltou a atenção para Lucas. Meneou positivamente para aquela história das pedras.


- Nós estamos montando a teoria de que algumas pessoas do nosso grupo, por algum motivo, são o estereotipo de pessoas de dez anos atrás. Provavelmente essa “Miranda” reconheceu o Bruce em você. Porque por algum motivo, você é o Bruce. Assim como o Aaron é o Jhonas, Zachy é o Jake e...


Vickie passava na frente dele.
 
Até que Vickie passou por ele de novo. Por puro reflexo, ele agarrou o braço da menina.

- Ei! Onde você pensa que vai?! Você acha que é assim, entrando e saindo do consultório toda hora?!

- Eu preciso tomar um ar. 

Vickie se soltou do braço dele.

- Eu não vou ficar bancando a sua babá, Victorine! 

- Eu não pedi por uma. 

- Nossa, agora vai botar as garrinhas para fora, russinha?!

Vickie cerrou os olhos.

- Quer saber?! Foda-se! Eu já tenho problemas demais na minha cabeça.

- Tenho certeza que sim.

Vickie deu as costas e caminhou até a porta. Antes que Faith ou Lucas dissessem qualquer coisa, ela disse num tom mais severo.

- Eu NÃO vou sair do hospital. Só me deixem sozinha.

 
Assim que ela saiu, Ethan passou a mão pela cabeça.


- Puta que pariu milhões de vezes!! Apenas um aviso a vocês, nós temos coisas mais importantes a fazer do que ficar correndo atrás de faniquitos. Não me responsabilizo por bosta nenhuma que ela fizer! Foda-se. Eu já to de saco cheio!!

Virou-se para Troy.


- Dá pra fazer o que a Breanna falou, Troy!? 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 22:53

Troy estava digitando no computador, quando Faith entrou no consultório com a Coelha. Ele viu as duas e deu um sorriso lindo para Faith... um sorriso daquele tipo "Olha, gata! Tô salvando o mundo!" Olhou para Vicky e quase a chamou de coelha, mas lembrou-se que ela não gostava daquilo e estava devendo umas desculpas.

Troy: Hey, Vicky... Hãmmm.. Desculpa ter te chamado de coelha. Eu tava morrendo e acabei alucinando achando que você era uma co... não! Nada! Só desculpa...

Ele continuava a dedilhar, e então mais conversa que ele não prestou atenção, mas Vicky estava chorando e Troy ficou se perguntando se ele havia sido a razão daquilo, afinal... ele quase a chamou de coelha, mas pelo visto não. Ele estava quietinho.

Luke apareceu na sala e Troy sorriu ao vê-lo.

Troy: Luke, my brother! Que bom que tu não morreu, cara. As meninas disseram que você foi atropelado, mas, pelo visto... era uma piada de mau gosto.

Fez uma cara meio feia. Então, Luke comentou ali que realmente havia sido atropelado e tirou a camisa?

AH, QUALÉ? VAI TIRAR A CAMISA NA FRENTE DA MINHA NAMORADA?

Troy: Exibido... - falou baixinho para si...

NÃO ACREDITO QUE ESSE CARA VAI TENTAR FURAR O MEU OLHO!

PÁRA DE OLHAR, FAITH! PORRA!

QUER SABER?

EU VOU TIRAR A CAMISA TAMBÉM AQUI E...

CARACA, O AR CONDICIONADO TÁ GELADO!

Troy ficou com a cara meio fechada. Era um misto de inveja de Luke e ciúmes de Faith... resolveu se concentrar no que estava fazendo...

Já havia buscado os nomes no portal do Seguro Social e organizado em planilhas. A impressora já começava a abrir as tabelas, enquanto isso, o sistema da operadora de telefones estava fazendo a transferência de dados para o celular dele ao lado do computador. Ele aproveitou que a galera estava na discussão e acessou o seu portal de esportes.

Quebrou a discussão com um grito.

Troy: AH, NÃO! QUE MERDA! NÃO DÁ PRA ACREDITAR!!!

PORCARIA! EU VOU XINGAR!

Digitava com raiva nos comentários do portal.

Troy: Os Bears de Chicago perderam para os Eagles da Filadélfia! Não dá pra acreditar naquele time de...

OH, SHIT!

EU DEVIA ESTAR FAZENDO OUTRA COISA!

Troy: Relaxem... a impressora está imprimindo as tabelas com os nomes do pessoal. O meu celular está fazendo a conexão com o celular do Malfoy. Tá tudo sobre controle...

Vickye se aproximou e ficou ao lado dele. Ela estava ao lado dele e falou em um nome. Um nome que ela dizia ser russo...
Troy coçou o queixo.

Troy: Hmmm... meu russo não é fluente como o seu, mas acho que você tem razão... Deixa eu dar uma pesquisada aqui.

Ele então acessou o Google com um IP da Rússia e colocou uma engine para rastrear aquele nome e suas variáveis. Panny deveria ser algum tipo de diminutivo para um sobrenome... e ele iria achá-lo. Enquanto Vicky prestava atenção no computador, Troy pegou um saquinho de amendoins do seu bolso e começou a fazer força para abrí-lo.

O problema é que Vicky estava meio debruçada sobre o computador ao lado dele e Troy não conseguiu ficar sem dar uma desviada no olhar.

EITA!

CAMISETINHA DE REGATA!

E ELA NEM SE TOCOU QUE TÁ DEBRUÇADA DO MEU LADO....

OLHA PRO POVO!

NÃO TEM NINGUÉM ME OLHANDO.

TENHO QUE SER RÁPIDO!

O HOMEM VIVO MAIS RÁPIDO!



UAAAAAAAU! EU VI UM SUTIÃ!

E ELE É....

BRANCO!

BRANCO?!?!

PORRA, BRANCOOOOO!!!!

PORQUE NÃO UM DE COURO PRETO?

PORQUE NÃO UM DE COELHINHA?

PORQUE UM SUTIÃ?

TANTO TRABALHO PRA VER UM SUTIÃ, COMPORTADO, DE NOIVA?

GRRRRRRRRRR!!!!

QUE DESTINO MAIS TROLLADOR!!!



É claro que ele não fez aquela cara, só mentalmente. Ele não se tocou que usou força demais para abrir os amendoins e eles se esparramaram pela sala.

AI, MERDA!

Troy: Ai, merda! Depois eu... limpo...?

O Dr. parece que não curtiu. Vicky saiu dali e eles começaram a discutir. Então Breanna sugeriu que ele entrasse no sistema e observasse as câmeras de segurança do prédio.

Troy: Dar... dá. Mas vai demorar um pouco e é ilegal. Eu vou ter de descobrir qual é a empresa de segurança do condomínio. Aí, vou ter que acessar remotamente os computadores deles e assistir direto do banco de dados deles. Isso é claro, se o condomínio estiver ligado 24 por 7 com a empresa de segurança. Se for um dos condomínios que grava as fitas, então não tem como. Deixa eu tentar... já violei minha condicional umas trinta e quatro vezes mesmo...

Começava a digitar. Ethan veio e perguntou se ele podia fazer o que Breanna pediu.

Troy: Eu vou tentar. Se eu conseguir, eu dou o toque. Quanto ao celular do Malfoy...

Ele balançou o próprio celular para o grupo e sorriu.

Troy: We're in...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Ter 25 Ago 2015, 23:13

Ah sim, Troy estava ali. Concentrado no que fazia mas parecia ter visto o colega de quarto:

- Digo o mesmo.Sua coluna parece...Bem.

Até sorria de uma forma um tanto desanimada, mas haviam muitas coisas para serem observadas ali pelo visto, mas Lucas permanecia sentado no mesmo ponto. Imovel e em silêncio depois de ter respondido a pergunta de Faith. As constatações de Breanna e Ethan não pareciam ter esboçado nenhuma reação nele. O Olhar de Victorine foi observado por alguns segundos, mas ela mesmo pareceu desistir.

Devia ter uma explicação.

De novo.

Talvez a mesma.

Ouvia as conclusões de Ethan. O unico problema é que, apesar de boas...Eram teorias tão validas quanto qualquer outra. Zach deveria estar em algum lugar daquela cidade vasculhando mais a fundo. Não havia nada a acrescentar, ao menos não julgava necessário. Então...Ethan e Vickie começavam uma pequena discussão e ela saia da sala, fazendo questão de deixar claro que não queria ser seguida e batendo a porta. Toda reação de Lucas era fechar os olhos com a batida e permanecia assim, abrindo após alguns instantes, ainda em silêncio.

Silêncio.

Espaço.

Esperança.

Tendo em vista as limitações, todos pareciam muito bem.

Tirando...Alguns detalhes tecnicos.

A parte interessante de não socializar é que as pessoas realmente não conseguem saber o que se passa na sua cabeça, ja que alem de não falar você não faz questão nenhuma de se expressar...Ao menos na maior parte do tempo e então restavam apenas julgamentos e suposições.

Que ele havia aprendido a ignorar a muito tempo.

Para ele parecia...Fácil.

Alegre-se Ethan...Eu não vou a lugar algum.

Não tenho muitas opções.

"O time do Bears esta mesmo uma droga esse ano..."

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Duxhill Faculty em Qua 26 Ago 2015, 10:14

Para Troy.

Procura sobre os nomes da lista que Ethan passa:


Elizabeth Thorne,desaparecida. 
Melissa Barker, desaparecida. 
Suzanne Ritchs, desaparecida.
Lindsy Fonseca...Enforcou-se em sua casa, jovem….Tinha 21 anos. 
Mirella Vasques….Jogou-se frente a linha de trem, suicidando-se….Jovem, 21 anos. 
Olivia Puttiman….Suicidou-se na antiga ponte de Cambridge… Também 21 anos 
 Anastacia Panny….Sem informações. 



As câmeras do apartamento do Ethan gravam. Portanto acesso somente no local.

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Duxhill Faculty em Qua 26 Ago 2015, 10:18


_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Qua 26 Ago 2015, 15:38

Troy engoliu em seco quando Luke falou da espinha dele e voltou os olhos para o computador. De fato, ele não queria nem se lembrar de tudo aquilo que aconteceu.
Quando terminou de juntar as informações e de imprimir, ele pegou os papíes na impressora e os colocou em ordem, coçando o queixo virgem de barbas.

Troy: Hmm... Curioso... Dos sete nomes, três cometeram suicídio. Três estão desaparecidas e uma... a tal Anastacia Panny sequer existe nos registros. Só dá pra concluir que OU ela não é americana, OU este é um nome fictício. Mas porque uma garota de menos de 21 anos precisaria de um nome falso? Este tipo de atitude normalmente é feita para despistar a polícia ou... despistar um perseguidor. Talvez essa garota estivesse sendo perseguida e mudou de nome para evitar o seu captor. A pergunta de um milhão de dólares é... Ela conseguiu?

Troy colocou as folhas sobre a mesa.

Troy: Anastacia é um nome russo, mas Panny não é um sobrenome russo. E até onde sei, Vicky e sua irmã sãos as únicas russas na ZBZ. Eu tô tentando achar um ponto de ligação aqui... mas tá bem difícil. Pera! Terminei...

Ele finalmente terminou de escanear o sistema da seguradora do prédio de Ethan e...

Troy: Nada feito, pessoal. O condomínio do Ethan grava as fitas no local. A única forma de assistir é indo até lá. Desculpem...

Ele levantou-se do computador. Parecia que a missão estava cumprida. O que fariam a partir de agora?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Qua 26 Ago 2015, 20:19

Lucas respondia sua pergunta, sobre o nome da garota fantasma e o nome pelo qual ela lhe chamou quando estavam na floresta, poderia não ser nada agora, mas futuramente quando tivessem mais peças daquele quebra cabeça, então poderia ser útil sim.

Apenas sorriu de leve pra ele, como agradecimento pela resposta e anotou num bloco aqueles dois nomes, ligando com uma flechinha pro nome de Lucas.

Troy falava com Vickie, e fazia as graças dele, também explicando como estava procedendo e o que conseguiu fazer até aquele momento.

Foi impossível não notar a mudança na feição de Vickie, um pouco antes dela esbravejar com Ethan, e bater a porta na cara do mesmo. Quase fez menção de levantar e seguir a garota quando ouviu um sonoro, “só me deixem sozinha”, ela garantia que não sairia do Hospital, até porque não queria preocupar a irmã.

- Mas... O que eu falei que irritou tanto ela? – Tornou a mexer nos cabelos, e disfarçou um bocejo, estava ficando com sono.

- Parece até que perdeu alguém. – De tão braba que ficou, Vickie não tinha um olhar tão ferino, e ela notou que foi direcionado pra Luke, mas não comentou nada ainda, até ter certeza. Mais tarde falaria com ela, tentando arrancar algo da amiga.

Ouviu a explicação de Ethan sobre a teoria deles acerca daquela loucura toda.

- Doutor, não digo clones de verdade, geneticamente falando. Mas, a maioria das pessoas desta sala mesmo estava num lugar, passando por outra situação. Como poderemos garantir que isso não esteja acontecendo agora mesmo? Estas realidades estão se cruzando demais. – Era macumba braba, um trabalho bem feito, alguma coisa de demônios que comandavam os sete círculos do inferno, só podia ser.

- Pode ter outros “eu’s” nossos fazendo besteira por aí... – Olhou pra tela do celular, levantou e foi sentar perto de Troy.

- Vickie, vai se acalmar, eu falei algo que irritou ela, depois procuro ela, não vai sair do Hospital, porque falei que Valentina ia ficar super preocupada se voltasse e não a achasse. Toquei no fraco dela, acho que ajuda. – Porque pelo jeito o Doutor não podia mais conter tanta situação ruim junta. Ia começar a sair fumaça da cabeça dele logo.

Sentada do lado dele, ela pode ver os nomes de garotas e o que tinha acontecido com elas.


Elizabeth Thorne,desaparecida.
Melissa Barker, desaparecida.
Suzanne Ritchs, desaparecida.
Lindsy Fonseca...Enforcou-se em sua casa, jovem….Tinha 21 anos.
Mirella Vasques….Jogou-se frente a linha de trem, suicidando-se….Jovem, 21 anos.
Olivia Puttiman….Suicidou-se na antiga ponte de Cambridge… Também 21 anos
Anastacia Panny….Sem informações.



- Caramba... Três desaparecidas, três suicidas, e a de nome russo, não tem informação. Então pode estar viva. – Ouvia as conclusões de Troy prestando atenção no que ele falava, e principalmente no ponto sobre a garota russa.

- Olha, sete moças. E você disse que são sete rapazes, digo nome de rapazes, não é Lucas? Naquela pedra que você viu não sei onde... – Pares?

- Formam pares, agora teríamos de saber, quem é quem nesta listagem. – Falou de um modo normal, como alguém concluindo algo simples, na verdade o pensamento dela mesmo aparentando ser insano, era simplório.

- Lembra dos nomes que não eram os de vocês na lista, Lucas? Assim daria pra ver se tanto os rapazes quanto as garotas tem ligação uns com os outros, ou melhor, tinham alguma ligação. Melhor ainda se eram da Universidade. Tem arquivos, anuários, álbuns, jornais, e uma possível lista de parentes, que poderiam dar informações. – Olhou em volta, diabos como ela falava.

- Parei... – E baixou a cabeça, encostando-a no ombro do nerd.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Qua 26 Ago 2015, 20:42

Viu uma Vickie sair pisando em brasas depois de discutir com Ethan sobre permanecer ou não ali, sobre segurança, sobre a deixarem em paz, ela estava mesmo sob muita pressão, e Breanna foi sábia o suficiente pra não ir atrás da garota, ela precisava esfriar a cabeça pra então poder conversar com alguém, assim seria melhor.

- Ethan pode parecer besteira minha insistir nisso, mas, você poderia ligar pra sua secretária e confirmar que teve mesmo uma operação hoje? – Porque do jeito que a coisa astral e insana estava... Ela não duvidava que algo poderia não ter acontecido como o Doutor pensava ter acontecido.

Ethan até poderia lançar algum vaso ou olhar ferino pra ela, ou xingá-la de muitos palavrões conhecidos, por ela insistir naquele ponto, mas, era melhor garantir que ele mesmo não estava sendo alvo de alguma armação “astral”.

Ela estava preocupada com ele sim.

Troy então agiu estranho minutos antes de dar todas as informações necessárias pra todos, acerca do que havia sido pedido pra ele, era incrível como o rapaz tinha uma capacidade rápida de pensamento e ação atrás daquele monitor.

Ouvia Lucas falar, assim como as conclusões ou suposições de Faith. Ficando em silêncio, deixando todos falarem e abrindo a boca só quando ela conseguia acrescentar algo de valor a situação no geral.

Olhou pro celular mais uma vez, apertou o visor, viu a hora. Nada de noticias deles, lá no apartamento de Ethan. Desejava que Aillen estivesse bem, tinha que estar.

- Sete de cada lado é? – Como se fosse necessário o yin e o Young pra realizar algo.

- Estes registros datam de quando, Troy? Se todos conviveram na mesma época, fica mais fácil obter dados sobre eles. – Olhou pro colo, passando a mão direita nos cabelos, depois puxou o quimono mais pra cima dos ombros, sentia frio.

- As considerações da Faith podem ser válidas, sim. – Olhou de relance pra garota vendo que a mesma estava com sono, já ela estava elétrica.

- Qual delas será que recebeu uma coroa...? – Perguntou a si mesma, desejando saber que destino poderia ter, ou se de algum modo estava ligada naquilo também. Mas, não pra responder, foi uma pergunta retorica. Olhou pra tela do celular, nada deles ainda, começou a ficar com o olhar apreensivo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Qua 26 Ago 2015, 21:34

Ethan ouvia as considerações de todos eles. Pela primeira vez, ele deixou que todos falassem, sem interromper ninguém ou dar a “luz aos cegos”. Sério. Ele só podia pensar que alguém – AARON E ZACHARY – não tinham feito todo o trabalho direito. Não era possivel que ele estivesse ouvindo tanta besteira por segundo.

O rapaz até passou a mão pelo pescoço para ver se controlava toda aquela irritação. Ele queria mandar todos calarem a boca.

Mas talvez eles merecessem uma última aula.


- Esses nomes não têm ligação com quem fomos.

Simples assim.

Levantou-se e começou a dar uma aula.


- São sete escolhidos, sete nomes que estão na pedra. Sete rapazes estão substituindo pessoas do passado. Já as garotas...

Pegou a lista de Troy relendo.

- Todos esses nomes representam a mesma garota. Vou tentar explicar, porque vocês parecem realmente não entender a complexidade da história. E eu quero silencio e atenção total no que eu vou falar.

Ele falou especialmente para Faith e Breanna.

- Elizabeth Thorne é minha prima. Ela estudou aqui em Duxhill há dez anos. Era uma aluna brilhante, fazia medicina e ouso dizer que seria a melhor medica dos Estados Unidos, caso ela simplesmente não tivesse desaparecido do mapa.

Ele falou com um certo pesar.

- Está cada vez mais certo que Elizabeth morreu. E a Elizabeth dos dias de HOJE é a Valentina. Eu encontrei o diário de minha prima e as pistas batem. Elizabeth se envolveu com um cara chamado Jhonas Forrest que é o Aaron. Se o nome de Elizabeth está aqui e o de Valentina está na minha mensagem, significa que eu tenho em mãos a lista de TODAS as “outras Valentinas”. No passado, essa Melissa sofreu o mesmo que a Liz, a Suzanne também, Lindsy idem. Elas...

Ethan olhou para o que tinha acontecido com elas.


- Elas se matam para tentar fechar esse ciclo...

Murmurou baixo. Ou seja, minha Liz está morta.

- Nem todas as pessoas estão há dez anos. Na verdade, eu preciso falar uma coisa pra você, Breanna.

Olhou para ela.

- Segundo o diário, Marian, uma menina bastante exótica, ficou em estado grave e entrou em coma. Eu acho que é você. Já a Louise era uma tal de Maggie. A Maggue morre mesmo, eletrocutada. Eu até ia contar isso para o Jeff, mas não tive tempo. Mas você, Breanna, melhor do que ninguém já tinha que ter ligado isso. Wanda e Pandora; Natalhie e a outra da noticia falsa. Acorda, Breanna. As pistas estão logo aí.

Ele estalou os dedos.

- O fato é que nem todas as pessoas estão no diário ou nessa pedra aí. Algumas pessoas eu nem sei como surgiram! Tipo a Victorine, as gêmeas, você... – Olhou para Faith. – Existem muitas peças soltas ainda. Mas quanto a isto aqui...

Mostrou o papel.

- Ela tem o inicio dessa história. Se o ciclo é de 10 em 10 anos, temos... –foi contando. – o ano de 1945, Anastacia Panny.

Olhou para Troy.


- Procure sobre a família Panny e os principais eventos em Cambridge e Boston em 1945, Troy. Além do fim da Segunda Guerra Mundial, é claro.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Qui 27 Ago 2015, 21:13

Breanna apenas recostou-se melhor na cadeira e cruzou os braços na altura do peito, olhando o Doutor ficar com aquele cara de quem ia largar um belo,
FODAM-SE, noobs.

Mas, era mesmo verdade, eram noobs, novatos, virgens naquela situação, não no sentido literal da palavra virgindade, mas ambas, tanto ela quanto Faith estavam bem por fora da situação toda, Breanna acompanhou mais no começo, por fim acabou mesmo tentando deixar aquilo de lado, mas cada vez as coisas pioravam, ou encaravam logo de uma vez, ou acabariam tendo o mesmo destino de Pandora.

Ou o mesmo destino de Marian, sua alcunha do passado.

Ao menos a que Ethan pensava ser depois de ter lido o tal diário.

Breanna e Faith mantinham toda a atenção possível no que o Doutor ia falando, e vez ou outra ela soltava um suspiro mais curto, mostrando preocupação. Todos os nomes, a mesma garota, que por sua vez nesta vida era Valentina, mas na passada fora sua prima desaparecida a mesma que Baby havia contado pra todos na reunião no Castelo.
Notou como ele pronunciou o nome da prima num tom de voz baixo.

Aquilo era o mais puro sentimento de dor disfarçada, mas ainda assim dor.

Foi então que ele falava do modo como ela PODERIA morrer, ou no caso, ficar fora do jogo, algo acontecendo com ela, e a deixando em coma. Seu nome seria Marian. E era exótica, no caso dela diferente da maioria.

Falou por fim da garota a qual não havia registro algum, Anastacia Panny.

Ela era o começo de tudo aquilo?

- Honestamente, Ethan? Eu não sabia mesmo de nada disso, fiquei por fora dos acontecimentos, e participei pouco, mas, vou tentar ajudar ao máximo agora. – Ela fechou os olhos e fez massagem nas têmporas.

- Faith deve saber menos ainda. – Olhou pra garota depois de abrir os olhos.

- Obrigada por compartilhar as informações. – Levantou e colocou a mão de leve no ombro direito dele.

- Elizabeth além de uma ótima pessoa, então tinha mais coragem do que qualquer pessoa que conhecemos. – Não falaria pra ele se orgulhar dela, ela via isso nos olhos dele, em cada palavra que ele mencionou sobre a prima.

Era só um gesto de conforto, mesmo que pudesse não ter efeito algum.

Mas, ela gostava de você Ethan, mesmo sabendo quem você era.
Deu meia volta e sentou de novo, desta vez perto de Troy.

- Se data da Segunda Guerra o primeiro registro, ela não poderia ter mudado o nome? Ou talvez ser judia? Grande parte dos judeus mudaram o nome pra sobreviver as perseguições. Mas, é só um palpite. – Tornou a abraçar o próprio corpo.

- Estão demorando demais, não gosto disso, já deveriam ter conseguido entrar no seu apartamento. – Olhou em volta sem fixar-se em ninguém, estava apreensiva.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Qui 27 Ago 2015, 21:40

Faith mantinha apenas sua circulação sanguínea fazendo algum movimento, porque na hora que o Doutor bufou e pareceu que ia usar alguma caixa de bisturis nelas só por puro prazer, a garota congelou do lado de Troy e isso só foi piorando a medida que ele ia jogando aquelas novidades todas.

E por Buda, nenhuma das novidades era boa, a coisa só ia piorando.

Não eram tantas garotas, eram um apenas que morria a cada vez pra fechar um ciclo maldito aberto por uma em 1945, e isso era desastroso pra todas as gerações seguintes, que iam sacrificando-se ao longo do tempo pra fechar o estranho feito pela primeira.

O Doutor contou sobre sua prima, naquele momento ela procurou rapidamente a mão de Troy que estava mais ao seu alcance, e continuou ouvindo quieta a história que o outro contava, não ficou com pena de Elizabeth, e sim com orgulho, por mais estranho que isso parecesse, ela sabia o quão honroso era pra uma pessoa tirar a própria vida, na verdade isso era feito antigamente na cultura de seus pais, para retomar a honra da família, o suicídio era cometido.

Então ela se matou pra tentar selar um grande Mal.

Aquilo tinha que parar muitas vidas já tinham sido ceifadas pra aquela coisa continuar machucando pessoas e as ferindo de todas as formas.

Falou sobre uma garota que poderia ser Breanna, e como ela se foi.

E havia peças novas, como ela mesma, as gêmeas e Vickie.

Como elas iam se encaixar nisso? Não fazia a menor ideia, ela notou a dor do Doutor quando ele falou da prima, era evidente isso, sua empatia permitia sentir a dor alheia, ela então largou a mão de Troy e levantou dando outro beijo nele e foi até a porta.

- Seria pessoal demais dizer que compartilho de sua dor, Doutor Malarkey, mas sinto pela sua perda. – Baixou o tronco unindo as mãos em frente ao peito, depois ergueu-se e fitou Ethan, abrindo a porta em seguida.

Estava sendo sincera, e ela transmitia isso no olhar, Doutor.

- Vou até a lanchonete pegar alguma coisa pra comer, duvido que o Sr. tenha comido alguma coisa depois da cirurgia com Lucas, e trago algo pra todos, pelo jeito vamos ficar aqui um tempo, cappuccino serve pra todos? – Era só isso que ela poderia fazer agora pra ajudar. Infelizmente. Se eles pedissem algo em especial pra ela trazer, ela traria.
Seguiria pelo corredor, elevador, e perguntaria se não visse indicações sobre onde era a lanchonete, lá ela ficaria alguns minutos até pegar alguma bandeja pra trazer os pedidos.

Não iria atrás de Vickie, daria espaço pra amiga.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Duxhill Faculty em Sex 28 Ago 2015, 13:37

A policia chega até o HU, e Dr Marlakey é convocado para interrogatório. Logo Ethan recebe a ligação, informando que estão esperando ele lá embaixo.

O medico deve então se dirigir até a recepção, onde dois policiais o aguardam. Aaron que acaba de chegar também ve esta cena.

E em Ethan ficaria a noite toda na delegacia sendo interrogado por Castle, e apresentando seu alibi, afinal a cirurgia de Luke seria confirmada. Então pela manhã o rapaz seria liberado.

Sean recebe um pacote de rosquinhas e um bilhete de Castle, estimando melhoras, e dizendo que aconteceu algo grande que o prendeu lá, mas que em breve ele irá visita-lo.

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Sex 28 Ago 2015, 14:17

Ethan esperava que Troy conseguisse achar alguma coisa como havia pedido quando o telefone tocou. O rapaz franziu as sobrancelhas quando a secretária informou o que estava acontecendo. Por mais que ele quisesse ficar, ele não poderia fugir. Se fugisse, ele se tornaria ainda mais suspeito e ele realmente não tinha nada a esconder, ainda mais por ter um álibi.

Desligou o telefone e retirou o jaleco.

- Pessoal. Eu vou para a delegacia.

E antes que perguntassem o porquê, ele respondeu.


- Parece que sou suspeito de seja lá o que aconteceu no meu apartamento. Vou tentar resolver isso.

Estalou o pescoço, como se isso fosse deixá-lo um pouco mais calmo. Claro que ele estava puto por ir para a delegacia, mas o que adiantava agora?! Ele tinha provas de que não pisara no apartamento na mesma hora e...rezava a todos os Santos que nenhuma fita mostrasse sua carinha quando Aileen chegou.

- Troy, continue pesquisando, por favor. Breanna, guarda o telefone e não ligue para o Malfoy sem Jeff ou eu. Sei lá, pode ser perigoso, ok? Lucas, cuide-se.


E saiu da sala.

--

Victorine ainda estava observando a jovem Thorne quando recebeu o sms de Aaron. Foi um SMS bastante seco – tanto quanto inesperado – mas por confiar nele e por imaginar que ele soubesse algo de Valentina, ela seguiu.

Estava do lado de fora, esperando por Aaron quando os policiais chegaram.

E não, ela não chegou a avisar a ninguém que estava para sair, de novo. Afinal, era com Aaron, certo?!

Ethan passou por ela, dispensando quaisquer formalidades de algemas e afins enquanto seguia para o carro. Eles trocaram um breve olhar, mas não disseram nada. O medico apenas meneou negativamente para a menina, imaginando que ela estava se colocando em risco de novo.

A expressão dele se atenuou quando ele viu Aaron chegando.

- O que está acontecendo...? – Aaron perguntou baixo para Ethan, tentando acompanhar enquanto os oficiais o levavam.


- Parece que encontraram alguma coisa no meu apartamento...

Eles trocaram um significativo olhar.


- Você precisa de ajuda, Ethan?

- Não, relaxa. Vou ligar para o advogado da familia, mesmo que eu não tenha nada a esconder.

Aaron parou de andar.


- Cuide de tudo, Aaron.

Foi a ultima recomendação de Ethan antes de ser enfiado no carro e seguir para a delegacia. Aaron voltou o olhar para Victorine. Aproximou-se dela.


- Parece que a noticia não será boa...


- Parece que não. – Aaron falou. – Eu vim busca-la, Victorine.

- Você encontrou alguma pista da Valie?

Aaron engoliu em seco, meneando negativamente.

- Bem poucas.

Vickie encolheu-se um pouco.

- Mas talvez possamos encontrar alguma coisa mais concisa, juntos. No apartamento de vocês. A Tina tem algum diário ou coisa assim?

- Hm...Ela é muito organizada, mas não sei se cultiva um diário.

- Certo. Vamos tentar achar alguma coisa, mas primeiro, eu preciso saber se está tudo bem com os outros...Zachy.

Ligou para Zachy e deu fora de área – por conta do celular da Lyssa também dar fora de área.

- Nada. Jeff.


Esperou para ver se ele atendia, mas talvez ele nem precisasse completar. Jeff devia estar à caminho com os outros...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Sex 28 Ago 2015, 18:41

Lucas ouvia tudo que era dito, mas optava por não se manifestar. Especialmente a parte em que Ethan explicava a respeito das partes que ele desconhecia. Entretanto...Eram detalhes que não formavam respostas. Permanecia sem entender boa parte daquilo tudo e o principal: Como acabar com aquilo de uma vez por todas.

Muitas peças soltas.

Edge entrava na sala após aquela explicação ser encerrada. Ele falava a respeito do que tinha acontecido, ja que sequer precisava se preocupar com a presença da irmã de Valentina. Ouvia os demais e em especial quando Ethan falava que teria que falar com Castle.

- Castle... Sei que não precisa de "conselhos" e nem ajuda Ethan, mas lembre que ele não esta necessariamente contra nós, mas não quer ser nosso "amigo" e não faz questão nenhuma de nos agradar... Somos todos "adolescentes que se metem aonde não deviam"

Imaginava que os demais não iriam ficar ali parados dentro da sala do Dr, talvez apenas Troy mesmo que pudesse fazer aquilo de outro local. Ele saia da sala acompanhando Ethan, Lucas aproveitava que as pessoas se dispersavam e acompanhava os outros dois Omegas até o lado de fora. Edge ainda refletia se deveria ou não acompanhar Ethan até a delegacia, ou ajuda-los na procura de pistas em algum lugar.

Eles pareciam estar bem sem ele.

Ethan também.

Mas ambos os cenários mostravam que de certa forma, talvez ele fosse capaz de ajudar.

Bela cena, sendo levado para fora do hospital por policiais...

Gossip iria adorar aquilo.

Via Aaron se aproximar de Ethan mas deixaria que converssasem rapidamente. Lucas percebeu que Victorine estava ali, mas em uma atitude tipica optou pelo silêncio. Afinal de contas ela também estava conversando com...

Espere ai...Aaron?

Tantas coisas na cabeça entre quase morrer...Várias vezes que Lucas quase deixou essa passar!

- Aaron. - Ele se aproximava quando o garoto baixou o celular, voltando a falar. - Estive tentando falar com você  - E Zach na verdade. - Sei que tem algo acontecendo e...Estamos envolvidos de alguma forma, então o melhor seriamos tentarmos resolver juntos. - Pareceu mais uma vez "lembrar" da presença de Victorine e olhou rapidamente para a garota. Ela quem havia dito que Luke deveria procurar o garoto. Voltou a atenção mais uma vez a Aaron, parecendo escolher bem as palavras...

-Apenas... Me deixe ajudar.

Era só o que ele queria na verdade.

Você entende não é? Não ficar parado enquanto vidas estão em perigo?

E depois ele conta a parte da garota fantasma, da cabana e tudo mais.

Se quiser saber claro. Você manda Aaron. Se não quiser podemos falar depois.

Foi sugestão da Victorine mesmo.

Claro que Luke que é uma pessoa que não fez aulas de comunicação encerrava o que dizia daquela forma, felizmente (ou não), frente ao instante de silêncio. Edge que não ouvia o que tinha sido dito, aproximava-se deles e de quem mais estivesse la: - Eu vou até a delegacia, esse interrogatório de Castle pode ter mais do que aparenta. Natalhie parece bem convencida que Aileen corre perigo...Preciso saber o que mais aconteceu... - Edge era inteligente o bastante para saber que aquilo pouco importava para Aaron. - Sei que você fara tudo ao seu alcance Aaron, confio nisso.

Como sabia que não era necessário dizer que avisaria se algo acontecesse, e tudo mais.

Você sabia cuidar muito bem dos outros Aaron. Ele confiava nisso, sem sarcasmos.

Não queria conflitos, não esperava uma resposta de Aaron. Sorriria para Lucas e Victorine, e quem mais estivesse ali antes de pegar um taxi e ir rumo a delegacia.

Luke permanecia ali. Sim, sabia da parte que Ethan havia esclarecido...Mas como o mesmo estava tendo certos problemas com a lei e Zach...Em algum lugar, parecia fazer sentido oferecer-se para ajudar. Não tinha mais nenhuma idéia de como agir. Não poderia OBRIGAR Aaron a fazer qualquer coisa mas...Bem ao menos estava tentando.

Silêncio.

Agora é a parte que esperamos os demais? Vamos para algum lugar? Eu deveria...Falar mais alguma coisa?

A parte social realmente é bem melhor quando opicional.

Causa bem menos problemas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Duxhill Faculty em Sab 29 Ago 2015, 10:05

Ok Troy....
 
Você é o mais inteligente ali, não? Sempre foi....
 
Então vamos colocar um pouco de raciocínio logico aqui. Unir os fatos e encontrar a verdadeira questão em tudo isto. Tudo que você ouviu até agora é realmente muito interesse, tudo que você ouviu e pesquisou, descobriu.
 
Mas vamos ao ponto principal. Espíritos não movem corpos, arrancam órgãos, armam para caras como Ethan, afinal algo aconteceu no apartamento dele, que diretamente o levou para o escritório de Castle.
 
Ow por favor Troy, é obvio que existe algo maior que o sobrenatural ai, alguém que sabe muito mais do que todos vocês, e esta agindo exatamente na desculpa de tudo que aconteceu em todas estas décadas. Como Edge sempre disse, tenham medo dos vivos.
 
Então alguma coisa muito importante este grupo está deixando escapar. É hora de começar a pensar. Os nomes nas pedras...Porque nem todos apareceram ou trocaram?

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Duxhill Faculty em Sab 29 Ago 2015, 10:44


_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Duxhill Faculty em Sab 29 Ago 2015, 10:58


_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 18:41

Sim, eu sou inteligente. Alguns diriam que um gênio. Se a maioria das pessoas entendesse o que se passa na minha mente, se pudessem lê-la, elas possivelmente surtariam. Quando eu era mais novo, minha mãe me levou a um psiquiatra. Meus problemas de saúde não eram lá muito comuns e a minha hiperatividade ia contra tudo o que o meu quadro asmático mostrava na medicina comum como ordinário. Quando o médico me submeteu à uma tomografia, ele tinha duas notícias para a minha mãe: uma boa e a outra ruim. Mostrando o meu quadro tomográfico, ele explicou que o meu cérebro fazia às vezes três vezes mais sinapses nervosas que a das crianças da minha idade. Que o meu lado lógico era tão iluminado quanto o meu lado criativo... Talvez por isso eu consiga imaginar a Faith e a Breanna neste momento nuas, tomando banho de espuma numa banheira ao mesmo tempo em que absorvo as informações de Ethan e as organizo de forma que eu obterei algum resultado quando ele parar de falar. Como eu disse... duas notícias, Sra. Bateman. A primeira era que eu, seu filho Troy, era um gênio. Um gênio como poucos outros. Eu era como um daqueles moleques da China que são convidados aos 14 anos para Harvard... a notícia ruim é que eu nunca conseguiria ter uma vida social normal. A minha mente funciona de maneira tão rápida, que a maioria das pessoas não consegue acompanhar o meu raciocínio e, quando elas estão conversando sobre a farinha, eu já estou conversando sobre como o bolo me deu dor de barriga 2 dias atrás. Deu pra entender? Eu acredito que não... mas se deu, então eu fico contente.

Ethan fala tudo o que precisa dizer, mas logo ele tem de sair pois a polícia o está chamando. Troy coça o queixo satisfeito. Ethan fez uma boa coisa ao passar todas estas informações a Troy. Porque mesmo que ele ficasse preso um bom tempo, ele usou Troy como se fosse um computador de análise pessoal. Jogou informações e saiu para fazer outra coisa enquanto Troy processaria as informações. Troy naquele momento pensava nos nomes colocados na pedra. Ele já havia ouvido antes um dos sobrenomes colocados naquela pedra... Lewis-Parker. O treinador de futebol americano que havia dispensado os serviços de Troy para os Dark Knights. Entretanto, o nome do treinador era Julian e o nome na pedra era Joseph. Estava na cara que eram irmãos...

Troy abriu o monitor do notebook de Ethan e começou a digitar novamente. Nunca estivera tão calado em toda a sua vida. Estava focando todo o seu cérebro naquela pesquisa. Não havia espaço para lembrar que estava com fome... não havia espaço para lembrar que quase morreu... não havia espaço para querer perder a virgindade com Faith. Só havia espaço para uma coisa: Fazer a sua parte naquela empreitada.

O jovem nerd fez uma rápida busca pelo database da polícia do estado sobre Joseph e Julian e não foi difícil descobrir que eles eram...

Troy: Gêmeos?

Se o nome de Joseph não sumiu da pedra, então aquilo só poderia significar duas coisas... ou a pessoa que o substituiria não havia sido escolhida, ou....

Troy: Joseph... vivo?

O relatório da polícia dizia que ele morreu no gelo. Praticando algum esporte que ocasionou na sua morte. Entretanto, se Joseph estivesse vivo e fosse realmente um assassino, então ele tinha um álibi perfeito. Julian podia ser um brutamontes, mas Joseph... era aluno de medicina. Se ele tivesse prestado atenção nas aulas de genética, então Joseph teria o álibi...

Troy: O álibi... perfeito.

Notou que Faith e Bree não deviam estar entendendo o que ele estava falando sozinho, então explicou rápido, mas mesmo assim elas não entenderiam, pois ele só explicou as palavras que saíram de sua boca, não o que pensava.

Troy: Poucas pessoas sabem, mas gêmeos são álibis perfeitos. Feitos a partir de dois espermatozóides e fecundados por um único óvulo... Eles carregam exatamente o mesmo material genético. Na maioria dos casos de polícia, se um criminoso possui um irmão gêmeo univitelino, então a polícia não pode se prender tanto à prova genética. Os dois carregam o mesmo DNA. Gêmeos são clones naturais... se um gêmeo estuprar uma mulher, não há como saber qual dos dois estuprou. É... complicado...

Voltou para o computador. Se Joseph fosse um assassino de mulheres, o que o impediria de matar o próprio irmão, tomar a sua identidade e continuar a matar? Jesus, aquilo estava ficando assustador demais.

Troy reuniu todo o tipo de informação que pôde sobre o passado, a história e o caso da morte de Joseph direto do servidor da polícia estadual e de Cambridge. Roubaria do computador do próprio Castle se fosse necessário.
Depois, ele acessou o servidor da faculdade e conseguiu os números de telefones do treinador. Então, acessou o sistema da empresa de telefonia e puxou as dez últimas ligações e mensagens que o treinador havia enviado. Aproveitou para grampear o celular do treinador com o seu, como havia feito com Malfoy.

Troy: Meninas, eu preciso tirar água do joelho. Dá licença.

O nerd saiu para ir ao banheiro. Enquanto fazia xixi, ele encostou a cabeça na parede em frente ao mictório para pensar. O que não se encaixava ainda? Qual a razão do treinador... se é que fosse ele...
Foi quando o celular de Troy tocou, recebendo uma mensagem de Luke.

"Troy, Aaron acredita saber onde Valentina esta. Ele e Victorine foram para um dos locais, preciso de sua ajuda para explorar os outros. Estou mandando as coordenadas. Pode trazer sua namorada" -Lucas

Troy coçou a cabeça... O que faria? Tinha mais coisa para investigar de Julian e Joseph Lewis-Parker... mas Luke precisava dele. Troy lavou as mãos e estava para ir para a sala de Ethan chamar Faith e Bree, quando parou. Não... ele não poderia arriscar nenhuma delas. Parecia ser algo perigoso. Troy sequer voltou para a sala. Ele saiu e foi em direção à Ômega, pegar a sua Scooter e partir para a localização onde Luke havia pedido para ele ir.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 18:44

SMS - FAITH

No caminho, Troy enviou uma mensagem para o celular de Faith.

"Gateeeenha... Eu precisei sair para salvar o mundo. Meu brother, Luke precisa de mim. Não te chamei porque deve ser muito perigoso e não posso encher assassinos de porrada enquanto você estiver em perigo. Prometo que volto pra comermos um sushi. Beijo nessa boquinha leeeenda! - Troyzinho Batman"

ACHO QUE ELA VAI ME MATAR DESSA VEZ...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 23:52

Jason saiu logo da delegacia e foi logo ao Hospital. Precisava da ajuda de Troy para localizar o celular de Aileen como ele havia feito com o de Pandora. Se alguém podia ajudar Jason ali, esse alguém era o cabeçudo dos Ômegas. Jason foi de moto em velocidade e sem mais ninguém... ele não precisava de ninguém naquele momento.

Entrou na sala de Ethan já procurando por Troy.

Jason: Bateman! Pera... Cadê o Troy?

Era óbvio pela cara delas que Troy já tinha vazado do lugar ali. Ele ouviu a resposta delas e bufou aborrecido. Logo quando precisava de Troy, ele não estava ali. Jason então ligou para Troy.

Jay: Troy! Cadê você?

Jason colocou no viva-voz para as meninas participarem da conversa.

Troy: Boa noite primeiro, né? Jeez! Cadê a sua educação?

Jason: É sério, Bateman! Onde você tá? Eu preciso de você pra me ajudar com aquela parada dos celulares. Preciso que faça no celular da Aileen.

Troy: Cara, no momento não dá! Meu parça Luke precisa de mim! Tô indo salvar o dia!

Jason: Do que cê tá falando?

Troy: Vou mostrar minha coragem e garra e aí a Faith vai ficar na minha! Nem todo mundo nasceu com teus bíceps, Jason!

Jason: Troy...

Troy: Quié?

Jason: A Faith tá ouvindo aqui...

Troy: Poisé! Você ligou para Troy Bateman. No momento eu não estou. Deixe o seu...

Jason: TROY!!!

Troy: Aaahhhhh!! O que é?

Jay: Vai me ajudar ou não? Que droga! Tinha um saco cheio de órgãos no apê do Ethan! Pode ser que a Aileen esteja morta!

Troy: Cara... eu... eu sinto muito. Eu já tô longe daí...

Jay: Entendo...

Troy: Jay? E se eu te disser que eu tenho uma suspeita do assassino?

Jay: Eu iria atrás dele agora!

Troy: Sozinho?

Jay: Sozinho...

Troy: Então não posso te contar! É muito arriscado. Não quero isso na minha consciência...

Jay: Escuta aqui, cabeçudo. Você vai me contar isso ou eu nem sei o que faço com...

Troy: Tá bem, tá bem! Eu conto...

Jason ficou quieto e ouviu.
Troy contou toda a sua teoria sobre o irmão gêmeo do treinador Julian talvez ser o assassino e de talvez ele mesmo ser o próprio Joseph, que tomou o lugar do irmão. Jason fechou o semblante... o treinador era grande, mas Jason tinha que descobrir. Se ele fez mesmo mal à Aileen ou à Pandora, ele ia precisar de um time inteiro para parar a fúria de Jay.

Jay: Onde eu acho ele?

Troy: Todas as informações sobre ele estão no computador do Ethan, numa pasta chamada INFOs. Eu peguei endereços comuns dele, inclusive o de onde ele mora.

Jay: Troy...?

Troy: Quié?

Jay: Valeu, parceiro...

Troy: Fala pra Faith que eu...

Jay desligou o celular. Ele pegou os endereços e olhou pras duas garotas. De fato, era arriscado ir sozinho, mas arriscar as duas garotas. Ele começou a sair da sala...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brincando com o fogo³...Bree, Ethan, Jay, Lyssa, Lou e a Mãe Joana

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum