Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Dom 30 Ago 2015, 21:22

Ah sim, Aaron ditou as regras e foi bem claro em como iria ser, e sim iria ser do jeito dele, e ele não iria perder mais tempo discutindo enquanto Valentina estivesse correndo risco.

Por isto ele e Vickie entraram a Ferrari e tomaram a estrada. Aaron estava ao volante, e o rapaz permaneceu o caminho todo quieto e compenetrado. Lucas seguia atrás de moto, mas na cidade os caminhos de ambos iriam se separar. Pois ele iria para uma Igreja e Aaron para outra.

Lucas tivera tempo de avisar Troy, se assim fosse sua vontade. Fato é que a estrada para Patheshire era péssima cheia de curvas, rodeadas de precipícios sem falar nas lendas ocultas que rondavam a estrada, e varias placas de advertências dizendo para voltarem.

Patheshire não parecia um bom lugar.

Mas tirando todo este lado sombrio, era um lugar muito agradável para passar um Inverno rigoroso ao lado de quem se ama. Owww...

Estrada:

Mas Aaron dirigia muito bem, e o modo como estava focado não lhe permitia erros, eles seguiram, ate pelo menos um terço do trecho que levava a Patheshire, quando foram obrigados a parar, uma barreira na estrada indicava o bloqueio, haviam algumas policiais lá, e novamente começava a chover, uma chuva forte e densa, que tomava tudo. E tornava o local ainda mais perigoso.

Um dos policiais ia até a Ferrari e a moto, e fazia sinal com a mão para eles voltarem.

- A estrada está interditada! Sugiro que achem um local para passar a noite, retornar nesta chuva também não é uma boa idéia....!!!

Ele gritava, enquanto a chuva ensopava por completo a capa de chuva dele, e ele apontava um pouco mais atrás, o letreiro de um motel onde eles acabaram de passar.

Motel Hawaii:

Ah vocês não parecem ter muita escolha, viu Aaron, gostando ou não, Lucas ficará com vocês aquela noite.

Basta agora estacionar o carro e ir até a adorável recepção daquela espelunca e conseguir alguns quartos.

Quartos:

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Dom 30 Ago 2015, 22:03

Aham Aaron.

Aham.

Aham.

Aham.

Pronto?

Repetindo mais uma vez Aaron: Eu não vou descutir, por uma duzia de razões. Entre as quais vou destacar uma: Eu vim para ajudar, e não para dificultar as coisas. E pelo contrário, Lucas faria o que você dissesse para ele fazer porque, dentro da cabeça dele não era sua função debater. Ele deu uma opinião contrária e você...Reagiu. Ok, talvez de uma maneira mais pesada que ele esperava mas... Você deveria saber os riscos.

Porque decidir o que seria feito, implicaria também em abraçar a culpa caso algo desse errado.

E seria sua culpa.

Mas não era de todo ruim...

Afinal você ja deve conhecer ele o bastante para saber que ele não faz questão de sair dizendo o que se fazer, e o que não fazer.

Lucas decidia que chegaria no local para então ligar para Troy...Teria tempo de mudar de ideia, ou ir na frente ou qualquer coisa do tipo. Entretanto, sequer parecia ser necessário pensar naquilo uma vez que novamente o acaso atrapalhava eles.

E com certeza Aaron não estava nem um pouco feliz.

Vai la Aaron, pense positivo. Lucas mal fala. Sem tiradas sarcásticas como Zach, sem ficar querendo lhe agradar o tempo todo como Edge, sem ficar pisando na cabeça de todo mundo como a Natalhie...

Poderia ser pior.

Deixando de lado que sua namorada esta aparentemente...

Enfim

Ah Aaron, se você se mostrasse uma pessoa mais razoável eu até debateria o que fazer mas...

Deixa para la.

Então...

- Imagino que Zach ja deva ter contado tudo o que aconteceu la... - No mundo das trevas, afinal Aaron não pareceu especialmente interessado em momento algum, então não precisava desperdiçar tempo desnecessariamente. - Prosseguimos amanhã?

Bem objetivo.

Talvez existissem detalhes diferentes e que descutidos com calma viessem a tona.

Mas novamente, "calma" não combina com Aaron no momento

Caso Victorine fizesse questão de pegar o celular de volta, para que talvez Lucas tivesse que pedir DE NOVO ele pela manhã, o faria, mas simplesmente não pensava naquilo naquele instante.

Não pensava em nada, na verdade.

Luke não é do tipo que fala, na verdade ele responde.

E como pelo jeito ninguém agora tem perguntas...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Dom 30 Ago 2015, 22:19

(Celulares sem sinal, logo sem ligação para Troy)

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Dom 30 Ago 2015, 22:45

O destino era mesmo um filho da puta!!

Além de ser um babaca por colocar um WILLIAMS dentro de uma FERRARI, ainda fazia com que fosse uma perda de tempo! MERDA! Por que aquele GPS super tecnológico não informou sobre a barreira?


Ele estava muito irritado, mas não estava sozinho.

Vickie também não fazia uma expressão muito feliz. Foi ela quem abriu a janela para ouvir Lucas. Até porque, era mais seguro se aproximar por ela, do que por Aaron.


- É...É curioso que Zachary tenha sonhado com um acidente num barranco e termos um deslizamento mais à frente. Talvez os sonhos não tenham sido apenas sonhos, afinal.

Aaron falou por alto.

- Vi um hotel lá trás. Vamos voltar.

Ele também tinha “agradecido” ao policial e retornou.

Talvez Lucas chegasse primeiro, mas logo eles saberiam que só havia um quarto disponível.

Tipico.

Vickie abaixou o olhar e Aaron coçou a nuca.

- Certo. Vamos ficar com esse quarto.

Lucas e ele estacionaram seus respectivos carros e Aaron entregou a chave à Lucas.

- Vai na frente. Vickie, vai se aquecer. Eu vou tentar ligar para o Zachary e para a Valentina. De novo.

Vickie saiu do carro e Aaron tentou ligar para Valentina.

E para Zachy.


Deixaria uma mensagem, caso conseguisse, dizendo que tinham parado no meio do caminho. Também aproveitaria para ouvir um pouco a radio e saber as novidades da estrada.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Dom 30 Ago 2015, 22:56

Depois que desceu do carro com sua bolsa, Vickie se encolheu um pouco mais e se apressou para a cobertura de um dos quartos. Estava começando a chover e ficava um pouco mais frio. Não tanto para ela. Afinal, ela está bem agasalhada e é russa – já tinha enfrentado temperaturas mais frias.


Olhou para Aaron mais uma vez, mas logo esperou que Lucas abrisse o quarto.

Mal entrou no quarto, ela teve vontade de sair correndo.

Era um quarto simples, porem não muito aprazível. Ele tinha um cheiro muito ruim de mofo e outros detritos. A expressão dela era a mais pura de desgosto, mas era o que eles teriam para aquela noite.

Quarto.

- Quase prefiro ficar no carro...

Ela comentou baixinho e meneou negativamente.

Caminhou até o aparelho da calefação, mas ele não estava funcionando. Fora que ela teve medo de tomar um choque.

- É...Não é o nosso dia.

Ela nem queria respirar. Por conta do cheiro, ela abriu as janelas para que o ar circulasse um pouco. Eles ficariam com frio, mas eles morreriam asfixiados se continuassem com aquele ar denso.  

Balançou um pouco a mão e ficou próxima à janela.

O frio não parecia incomodá-la mesmo.

E ela não chegou a pedir o celular de volta, apenas perguntou.



- Você ligou para o Troy...?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Dom 30 Ago 2015, 23:09

Não tinha sido um sonho, tão pouco havia sido real.

Mas não adiantaria de nada tentar explicar...O que eu não sei explicar.

Deixava a moto no estacionamento e esperava Aaron e Victorine.

Para que a pressa certo?

Era uma pessoa extremamente não reativa, ou ao menos não com fatos de só ter um quarto disponível, de certa forma ao menos considerava seguro. Ah claro, deveriam haver complicações para uma garota que até mesmo evita ver um cara sem camisa. Entretanto, talvez fosse até bom certo? Tratar aquilo com naturalidade, não criar grande caso.

Pegava a chave e concordava com a cabeça.

Se os celulares não tinham sinal...Não acreditava que os telefones públicos teriam sorte maior.

Mas ei, ninguém me perguntou nada!

Andava ao lado de Victorine, carregando a unica coisa que havia trazido: O capacete e fazia um comentário simples: - Eu posso dormir no carro, você deveria ficar com Aaron no quarto.

E no tom dele, não havia brincadeira.

Sua irmã confia nele não? Era mais que o bastante.

Era mais seguro na verdade, ao menos uma vantagem de estarem em quartos separados.

Ele adentrava o quarto e olhava para as paredes, sentia o cheiro de mofo, o espaço limitado...

A falta de circulação de ar...

Vazio.

O barulho de Victorine abrindo as janelas quebrava o raciocínio de Lucas, ele ia até o banheiro e jogava um pouco de agua no rosto, passando as mãos pelo cabelo e respirando fundo. Balançava a cabeça negativamente e saia dali. A reação de Victorine era de certa forma engraçada, mas ele não ria. Pensava que ja havia estado em lugares piores...

Bem piores.

Ouvia a pergunta sobre Troy e pareceu lembrar do celular. Tateou a jaqueta e resolveu devolve-lo, poderia ligar para o garoto pela manhã, caminhou até Victorine e devolveu o celular - Sem sinal...

Assim que ela pegasse o aparelho, colocaria as mãos na jaqueta e olhava o lado de fora. Se Aaron ainda estivesse com o mesmo humor, talvez não representasse resistencia a Lucas dormir no carro.

Na verdade sequer estava com sono.

- Vamos encontrar sua irmã Victorine...Aaron sabe o que esta fazendo, confie nele. - Apesar de se tratar de Lucas, parecia uma afirmação bem..."Firme". Como se realmente soubesse que se Aaron jamais deixaria que algo acontecesse com a Doutora, não falhara até ali e isso não aconteceria em um momento tão importante, não com a vida dela em jogo.

Viu so Aaron? Ele também sabe disso.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Dom 30 Ago 2015, 23:24

Vickie não estava se importando com o vento que estava tomando na cara. Era melhor respirar aquele ar de fora do que o do quarto. Manteve o olhar em Lucas enquanto ele se aproximava com o celular dela.

Os ombros dela caíram um pouco enquanto pegava o celular de volta.

- Então eles não vão saber aonde estamos...

Disse num sussurro, o cabelo caindo um pouco na cara.

- Espero que Zachary consiga receber as mensagens.

Mais cedo do que tarde.

Enfiou o celular no bolso de seu sobretudo branco e encostou a testa na lateral da janela. Ouviu o comentário de Lucas e voltou a encará-lo, esboçando um pequeno sorriso no canto dos lábios.

- Sim, nós vamos encontra-la. A esperança é uma coisa poderosa, não?

Repetiu a frase dele, mostrando que tinha ouvido sim o que ele tinha dito, mesmo que a reação dela não fosse das melhores logo em seguida.

E não tinha como ser.

Victorine sentia e via coisas que ela não sabia ou podia explicar a ninguém.

A primeira e única vez que expos suas fraquezas a alguém, esse alguém desapareceu. Quase como se o seu sonho estivesse se tornando real. Quase como, no fim das contas, ele fosse uma premonição do que estava por vir.

Será que Valie retornava naquele sonho?

Ela nunca tinha dormido o suficiente para saber o que acontecia. Ficava com medo, desesperada, sem ar. Congelada. E abria os olhos completamente encharcada de suor e frio. Não eram sonhos bonitos.

E ela guardou por tanto, tanto tempo que chegava a ser injusto que tanta coisa ruim viesse à tona depois de conta-lo.

Jon. Valie.

Era melhor não contar para mais ninguém, para que não houvesse um próximo.

E era melhor que eles voltassem logo e tudo aquilo não passasse de um sonho dentro de um sonho para a própria Victorine. Um sonho à parte, já que ela não tinha se envolvido com nada até agora.


Voltou o olhar para Lucas mais uma vez.

Ela sabia o que tinha acontecido. Pelo menos de forma intuitiva. Sabia que, de alguma forma que ela não sabia explicar – e nunca saberia – os dois tinham trocado de “vitalidade”. Jon passou a sofrer todas as dores que deveriam ser de Lucas enquanto Lucas estava gozando de saúde agora.

Será que havia algo de Jon em Lucas agora?

Ela não reconhecia nada. Absolutamente nada.

Não sabia se felizmente ou infelizmente. Lucas continuava sendo Lucas, porém vivo, saudável. Enquanto Jon deixara de ser Jon porque tinha se desfeito no espaço tempo. Como se ele tivesse ido para uma terceira realidade. Nem essa, nem a que eles viam de vez em quando.


O paraíso?

Ela esperava que sim.

Mas a verdade era que uma parte da vitalidade de Vickie também tinha ido embora. Ela não estava mais carregando aquele olhar animado e sorridente. Ela sorria, mas sempre havia um peso ou uma tristeza em seu olhar.

Algumas gotas da chuva respingaram um pouco no rosto dela, fazendo com que ela acordasse. Piscou, voltando a si e se afastou um pouco da janela enquanto passava a mão pelo rosto.



Ela não sabia o que dizer.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Dom 30 Ago 2015, 23:59

Era verdade, eles não saberiam.

Talvez fosse melhor, Troy ja havia passado por tanta coisa e Aaron não estava ali somente com Vic a toa, ele sabia que um grupo grande demais acabaria atrapalhando. Não colocar os outros em risco parecia uma boa opção, Troy era bem mais util por trás de uma tela de computador pesquisando nomes e lugares e não havia exatamente NENHUM problema naquilo. Todos eles, cada um deles eram melhores em um aspecto.

Ele ouvia aquele comentário e olhava para ela em um quase sorriso. Estava de certa forma surpreso.

- Extremamente poderosa... - Eu disse QUASE. Em seguida voltava a olhar pela janela. - Confiança também

E mais uma vez o silêncio.

Lucas nem sempre havia sido aquela pessoa "extremamente" sociavel Vic.

De fato, ele e Troy se davam bem porque no passado, ele e Troy teriam se dado ainda melhor.

Porque ele era bem comunicativo, adorava contar vantagem, atenção, falar sobre várias coisas.

Mais do que o necessário até.

Então...Não era mais necessário.

Apesar de parecer simples assim, obviamente algo havia o mudado daquela forma, sem que ele percebesse.

Aquela própria imagem dele havia ficado para trás.

Era isso que ele havia deixado para tras: Ele mesmo.

Por isso, sabia como era estar sozinho, como era se sentir esquecido.

Mas os eventos por trás disso...Era algo que poucos sabiam, e que ele não sentia vontade alguma de compartilhar.

Nunca.

Como não sentia de conversar, se comunicar, interagir.

Porque a muito tempo, deixou de ser necessário.

"Melhor não contar para ninguém". Uma frase que ele entende muito bem.

O silêncio era sempre melhor, reconfortante...

Sempre foi assim, desde que...

Sua linha de pensamento era quebrada, e ele de fato se assustava com a reação de Victorine. Estava preso demais dentro de sua própria cabeça e poderia ter perdido a visão do que estava acontecendo ao seu redor. A chuva... Era como se ela estavesse...Chorando mais uma vez, como todas as vezes que ela havia o feito e ele não sabia o porque.

Respostas, razões, explicações.

Talvez ele fosse entre todos, o que menos procurava explicações para as razões do que se passava com ela.

Porque não mudaria, ela se sentia daquela forma, e explicações para os outros não ajudariam.

Pessoas tinham razões para manter algumas coisas para si.

Egoístas ou não...Não cabia ele, ou ninguém julgar.

- Vic.. - Caminhava até ela, a tocando no ombro antes de parar diante da garota. - Eu...Não sei o que aconteceu, e saber não vai mudar o que sente. Eu...Gostaria de dizer algo que fizesse você se sentir melhor, mas sabemos como eu sou. - Ela talvez mais que outros. - Mas...Ainda não acabou Vic. Você precisa ser forte, se não por você pela sua irmã, por Aaron, por todos que estão dedicando suas forças em chegar ao fim disso...

Ele olhava para ela e balançava a cabeça negativamente, se achando pela milésima vez horrível com as palavras. Ele se aproximava e de uma maneira um tanto receosa e devagar a abraçava, buscando apenas conforta-la, talvez apenas oferecer apoio em meio a toda aquela confusão?

- O que torna a esperança poderosa Vic, é que ela depende apenas de você. Não importa o que façam ou que tirem de você: Enquanto conseguir encontrar uma razão, por menor que ela seja para seguir em frente, depositar sua confiança e acreditar que as coisas vão terminar bem... Nada mais pode lhe atingir.

Talvez se Luke pensasse a respeito, acharia tudo aquilo exagerado e melodramático demais.

Mas naquele instante, não achava.

Especialmente porque era a verdade.

Ele não estaria ali se não tivesse se agarrado a algo.

Mesmo quando acreditava que tudo tinha se perdido.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 13:05

Victorine tinha acabado de passar a mão pelo rosto, secando as gotas de chuva que tinham respingado em sua face. Estava abaixando o olhar novamente quando sentiu o toque em seu ombro, por cima do sobretudo branco.

Lucas a chamou.

- Sim...?

Virou-se um pouco mais para ele.

Engraçado como o rapaz parecia surpreender as pessoas. Ele encontrou o que falar quando nem mesmo ela sabia mais o que falar. Como Lucas era conhecido pelo “silencio”, Vickie imaginou que fosse assim que eles permaneceriam: em silencio.

No entanto, lá estava Lucas dando conselhos para ela, como se fosse um verdadeiro conhecedor da causa.

- Eu sei que não acabou...Eu só...

Não conseguiu terminar de dizer, porque além de falar, Lucas também optava por agir.

O gesto de abraçar não era novo para Victorine. Como uma pessoa sensível e carismática como ela, ela geralmente distribuía abraços para que as pessoas se sentissem melhor, para que as pessoas ficassem bem, mesmo que por um segundo.


O fato dela ser abraçada é que foi a surpresa.

Assim como tinha sido com Zachary, quando a abraçou por conta de sua fragilidade. Naquele momento, ela imaginou que eles tinham rompido uma barreira da implicância e tinham se tornado amigos. Depois ela se irritou com ele na sala de espera por ser tão invasivo, mas a verdade é que ela não queria o mal dele. Pelo contrário, ela queria o bem! Ela realmente gostava dele e esperava que um dia pudessem se entender.

De toda forma, do mesmo modo como ela ficou surpresa com aquele gesto de Zachary, ela ficou surpresa com o de Lucas.

Verdade que eles tinham se abraçado no meio do corredor por conta da surpresa de vê-lo bem.

Mas...Ele a abraçava agora. Ele dava o apoio.

E isso era bem atípico para Vickie.

Mesmo com a surpresa inicial, ela logo envolveu os braços ao redor do corpo dele, repousando as mãos em seus ombros, como se fossem a alça de uma mochila. Não virou a cabeça, mantendo-a reta, com a testa encostada no ombro dele.

O queixo dela começou a tremer.

Mas ao invés de chorar, ela sorriu.

Deitou a cabeça, apertando um pouco mais o abraço. Estava emocionada sim, mas também esboçou um sorriso, quase como estivesse se iluminando de novo. Porque, no fim das contas, ele tinha razão.

Duxhill tinha conseguido retirar a certeza de que as coisas ficariam bem.

Mas Duxhill não podia tirar o que ela significava.

E se até mesmo um “cara como Lucas” conseguia perceber isso, era porque ela realmente era forte.

E não podia deixar de acreditar.

- Obrigada...

Ela murmurou e mesmo que ele não pudesse ver o sorriso dela, o tom foi mais otimista do que as ultimas palavras que ela disse.

A morena se afastou um pouco apenas ligeiramente emocionada, mas sorriu de novo ao encará-lo.

- Pelo visto, você não fala apenas russo...

Ela disse de brincadeira e apertou os braços dele, dando uma risadinha.


- Vai ficar tudo bem. Para todos nós. 

Inclusive para você, Valie...e Jon.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 14:16

Apenas porque não expressava bem os sentimentos não significava ser incapaz de compreender aqueles próximo a ele. Lucas poderia ser a pessoa que na maior parte do tempo permanecia bem fiel ao seu "cronograma". Estudos, treinos, fraternidade. Na cabeça dele, não havia espaço para o social, o que também significava que sua interação com os demais, pessoas e colegas eram limitadas.

Porque dentro da cabeça dele, simplesmente não eram necessário.

Mas a faculdade, os eventos, as coisas ali sempre acabavam por deixar claro que por mais que parecesse exatamente o contrário...Ele realmente se importava. Com pessoas que ele jamais viu e que estão desaparecidas, com um colega que ele fez questão de ignorar completamente ou a garota que ele ajudou a carregar as malas. Por alguma razão, ele sempre parecia movido a fazer aquilo. Mesmo sem as palavras, tentava encontrar uma forma de confortar as pessoas, mostrar que queria o bem delas, porque tudo aquilo era mais importante que ele ou o passado dele.

Claro que se tivesse pensado a respeito de abraçar Victorine antes de faze-lo, jamais teria acontecido.

Algumas barreiras que nós mesmo colocamos são bem sólidas.

Especialmente se você as cria, mesmo que involuntariamente.

Ela sorria e agradecia, além de fazer uma leve menção que ele se "comunicava" de outras formas, além do Russo. Ele entendia, mas olhava para ela com uma expressão estranha e visivelmente um tanto incrédula, quase que como um deboche frente a sua própria habilidade social:

- Yжасно.. - "Terrivelmente", falava com um russo carregado quando ela se afastava, apoiando-se próximo a janela e olhando para Victorine por alguns instantes: - Если это делает вас улыбнуться ...

Antes que fosse interpretado de qualquer forma, como a maioria das coisas que Lucas dizia aparentemente precisavam ser, ele logo parecia mudar o rumo do seu dialogo: - Existem coisas que só percebemos... Quando paramos para ouvir. - E parecia fechar os olhos por um segundo, que logo se transformavam em cinco. Um raro sorriso se formava no rosto dele quando Lucas voltava a falar: - Feche seus olhos por um segundo...Vou tentar explicar.

Apesar de manter os olhos fechados, ele parecia aguardar que ela fizesse o mesmo por alguns instantes. Talvez acreditasse que não haviam razões para ela não o fazer, ja que talvez a curiosidade da garota, em Lucas explicar algo a respeito dele não fosse algo que ela simplesmente ignoraria, ainda mais com a importância que ela dava aquilo.  Indiferentemente, após alguns instantes ele voltava a falar, com uma voz ainda mais tranquila que o usual.

- Eu falei sobre esquecimento, sobre deixar coisas para tras. Sobre...Perder esperanças. Depois de algum tempo assim... Até mesmo a voz em sua cabeça parece desaparecer, e não sobra nada. Se você alcançou esse ponto, existe apenas mais uma etapa: Desistir. - Provavelmente ele falava dele mesmo, afinal mesmo sem os detalhes, aquilo parecia muito bem ir de encontro a outras coisas que ele falara anteriormente, mesmo que os detalhes permanecessem ocultos.

- Entretanto...Quando tudo parecia ter simplesmente acabado, e eu achei que não restava mais nada. Eu consegui ouvir. - E ele ficava em silêncio, por um segundo deixando aquilo ainda mais confuso afinal o que teria que ser ouvido? - Mesmo fraca... Consegue ouvir o som da chuva? Pode parecer um tanto "banal" mas... Ouvir o som da água me fez lembrar que existia algo la fora. Que mesmo que dentro de minha cabeça não existisse uma razão, deveria haver uma la fora, em meio a tudo aquilo, as respostas não estavam dentro de minha cabeça.

Lucas abria os olhos lentamente, olhando para o cenário la fora: - Talvez...Eu jamais seja a mesma pessoa. Mas... Se eu não tivesse passado por tudo aquilo, jamais estaria aqui. Pois eu jamais teria encontrado o que me fez acreditar naquele momento...

Olhava por um instante para Victorine, e era como se somente ali percebesse o que estava falando. Estava contando, ao menos parcialmente parte do que havia passado, e aquilo ocorreu quase como naturalmente, sem que ele percebesse. Talvez ela realmente fosse capaz de construir pontes, não apenas entre mundos mais em pessoas.

Era algo...Incrível.

- Mas não é algo que pode ser simplesmente contado, desculpe. - Quando eventualmente abrisse os olhos, Lucas estava sorrindo, desviaria o olhar dela e voltando atenção para o mundo la fora. - Quem sabe um dia não acabe mostrando... Eu fico sem assunto com facilidade durante o café sabe...

Balançava a cabeça negativamente outra vez, enquanto inutilmente parecia tentar resistir ao impulso de rir, ja que terminava o fazendo de qualquer forma.

Era realmente curioso aquele efeito que Victorine causava nas pessoas, mesmo que ele não com prendesse o que era.

Na verdade, como sempre, parecia sequer ligar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 16:32

O comentário em russo trouxe um novo sorriso para Victorine. Era engraçado ouvir americanos falando russo – tão engraçado quanto deveria ser ouvi-la falando inglês. Mas era realmente curioso que tantas pessoas soubessem falar razoavelmente bem.

Nem faria nenhum comentário a respeito disso. Na verdade, ela tinha começado a se afastar um pouco para saber se Aaron estava bem.

Mas ela parou ao perceber que Lucas ainda havia muito o que dizer. Virou-se novamente para o rapaz, cruzando os braços, apenas por apoio, não por insatisfação.

Arqueou uma das sobrancelhas quando ele pediu para que ela fechasse os olhos. Logo o encarou de novo, medindo a distancia que os separava e suspirou.

- Okay...Olhos fechados.

Fechou os próprios olhos, sem trapacear.

Ela era uma criatura curiosa, mas não trapaceira.

Ouvia a narrativa de Lucas e, mesmo com a claridade do quarto, ela via apenas o escuro. Como se estivesse completamente sozinha. Como se aquelas sombras fossem aparecer quando ela menos esperasse. Era triste, era torturante. O coração ficava vazio de bons sentimentos e o medo acabava falando mais alto.

Era como se a voz de Lucas fosse etérea, mas não levasse a nenhuma direção. Porque estava presa, estagnada naquele ponto do quarto, de braços cruzados e sobrancelhas franzidas.

Vickie chegou a se encolher um pouco mais, até que Lucas deu o comando para que ouvisse um pouco melhor. Que ouvisse além.

E como uma cortina que se abre, ela pôde ouvir além da voz de Lucas e do silencio da própria mente, o som da chuva. Era como se uma janela se abrisse e ela realmente conseguisse se apoiar e sentir aquelas gotas geladas em seu rosto – assim como tinha sentido há pouco tempo. Mas era diferente, era muito mais profundo porque ela seria capaz de descrever a temperatura da água sobre o rosto.

Isso era ver além dos próprios olhos.

Usar os outros sentidos para ver além.

As sobrancelhas dela subiram um pouco e suas bochechas coraram. Era um experimento bastante interessante.

Continuou com os olhos fechados porque ele não tinha falado que ela podia abrir.

E continuava ouvindo Lucas e a chuva. Um mais interessante e revelador do que o outro.

As palavras de Lucas era de alguém com uma carga densa de histórias e sofrimentos. Era obvio que uma pessoa não ficava daquele jeito por pura opção. Alguma coisa tinha acontecido com ele, ou ele não falaria com tanta propriedade sobre o assunto.

Talvez um dia ele parasse de usar enigmas e fosse capaz de falar abertamente sobre o seu passado.

Mas quem gosta de falar de passado?

Quando ouviu o pedido de desculpas, ela abriu os olhos de novo. Cerrou um pouco por conta da claridade, mas percebeu que ele continuava exatamente onde estava antes. Só que dessa vez, ele sorria – não como uma impressão, ele realmente tinha sorrido.

E ele completou com as palavras que ela tinha imaginado.

- Quem sabe...?

Victorine falou, mas logo a porta foi aberta e Aaron entrou no quarto.

Ele ainda estava com a expressão meio tensa de antes e sem melhores noticias.

Passou a mão pela cabeça.

- Só amanhã mesmo. É melhor vocês descansarem...

Ele mesmo, caminhou até uma cadeira e sentou-se, massageando a têmpora. Estava exausto e precisava de alguns momentos de tranquilidade para colocar a própria mente em ordem.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Seg 31 Ago 2015, 17:26

Amanhecia, todos dormiram, Aaron foi o ultimo, mas acabou dominado pelo cansaço, e preferiu ficar mesmo ao chão do quarto, deixando uma cama para Vickie e outra para Lucas.

Pela manhã todos podiam ver que o sinal dos celulares haviam voltado e as noticias eram ótimas, estradas liberadas.

Ok...

Rumo a Patheshire?

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 17:34

Victorine havia compreendio bem, talvez até bem demais o que ele queria passar. Talvez não fosse assim tão dificil, apenas uma questão de literalmente, pararmos para ouvir o que existe no ambiente ao nosso redor. Claro que as maneiras de descobrir isso não eram agradáveis como ela acabava de perceber.

Especialmente quando não havia alguém para guiar, isso tornava o processo bem mais lento.

Não havia tempo para dizer muita coisa, tão logo Aaron adentrava pelo quarto sem grandes novidades. Lucas caminhou calmamente até ele uma vez que ele ja estivesse sentado, ele deixava a chave da moto no descanso próximo:

- Você vai encontra-la Aaron.

Não dizia que iriam, não falava que conseguiriam.

E sim que ele, ele iria encontra-la.

Você Aaron.

Uma discussão sobre dormir no carro ou no chão era desnecessária, ja que Aaron parecia firme em pontos que Lucas havia sido recentemente atropelado, apesar de não aparentar e que ficar "longe" deles não era uma boa opção.

Enfim, mais uma vez parecia pouco disposto a debater.

Seria da forma que Aaron dizia.

Pela manhã, era tão comunicativo quanto...Sempre. Aaron talvez ja estivesse pronto para ir, Lucas novamente pediria o celular de Victorine, no que para ela era REALMENTE incomodo por alguma razão antes de falar: - Eu avisei Troy, espero encontrar ele quando chegar la.

Porque entraria sozinho se isso não acontecesse. Não achava seu próprio bem estar algo tão relevante.

- Aaron...Por favor tenham cuidado.

Havia algo mais a dizer?

Era tão bom em despedidas quanto em todo o resto...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 21:51

O trio teve uma noite bastante silenciosa.

Aaron dormiu na cadeira, meio desconfortável, mas foi um cavalheiro para com Victorine e também pensou na saúde de Lucas. Por melhor que o rapaz estivesse, ele tinha sido atropelado! E se piorasse do nada? Era melhor assim.

Durante aquela madrugada, Victorine teve um novo pesadelo.

Talvez, por seu inconsciente saber que não estava sozinha, ela não gritou como nas outras noites. Ela apenas arregalou os olhos, toda ensopada de suor e se retirou discretamente para lavar o rosto no banheiro. Depois disso, ela só fingiu dormir.

Aaron viu. Ele estava vigilante, afinal.

Mas não comentou nada e também fingiu dormir. Talvez fosse apenas o nervosismo por conta do bem-estar de sua irmã.

Logo o dia amanheceu e o grupo começou a se arrumar para a partida.

Os três saíram para o estacionamento e Vickie tirou o sobretudo branco. Ela ainda usava uma calça comprida preta, botas e uma blusa de manga comprida azul bebê. O pingente estava em seu pescoço e o celular dela com Lucas.


Aaron olhou para Lucas antes de entrar no carro.

- Você também, Lucas. E...Sinto muito pela falta de paciência ontem. Espero que você entenda que eu penso no melhor, mesmo que algumas coisas estejam fora do meu alcance.

Vickie suspirou, fazendo um bico no canto dos lábios, mas logo sorriu para Lucas de novo.

- Vai ficar tudo bem. E você vai me pagar um café depois.

- Tem isso, é?

- Não venha de olho grande para o meu café.

Vickie deu uma cotovelada em Aaron. Ele deu uma risada meio abafada.

- Que injusta... – Aaron conseguiu SORRIR por um segundo, mas logo ficou sério de novo. – Espero que Troy chegue logo também. E se ele quiser fugir, diga que eu lembrei que ele me deve uma. Que essa seja a quitação da divida.

Entrou no carro enquanto Vickie também dava a volta. Ela acenou uma ultima vez para Lucas e entrou na Ferrari.

Logo cada um partiu para seu destino...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Seg 31 Ago 2015, 22:15

[ADENDO]

Lucas geralmente não se preocupava em justificar sua ações...Principalmente porque ele era quem era, não precisando se explicar por suas ações ou simplesmente não se importando em faze-lo. Porém, mais uma vez não era por isso que não entendia o que acontecia com os demais. Ele apenas balançava a cabeça negativamente deixando claro que não era necessário se desculpar.

Porque realmente não era.

- Traga ambas as irmãs inteiras Aaron, é só o que realmente importa.
- Falava enquanto sentava na moto arrumando as luvas, conseguia ouvir Victorine e Aaron enquanto colocava o capacete. Sentia vontade de rir mas não o fazia. Apenas apontava para a garota:

- Eu vou querer biscoitos. - Falava citando a possibilidade dele estar certo no final das contas. Talvez fosse essa a razão de Lucas preferir o capacete, era mais uma forma dele ocultar a própria expressão, o que até "irritava" de certa forma por ser mais um dos artificios de Lucas e todo aquele mistério sobre ele. Ouvia a frase sobre Troy e concordava com a cabeça. Achava que o garoto era muitas coisas, mas sabia que não o deixaria na mão.

Parecia deixa-los ir na frente, talvez para dar um pouco de tempo para que Troy se dirigisse ao local. Ergueu a mão direita em um aceno, enquanto ainda estava apoiado em um veículo olhando ela se afastar.

Ficou no mesmo lugar por alguns segundos, mais uma vez em meio aos seus pensamentos olhando na direção que o veiculo desaparecia, para então balançar a cabeça negativamente e subir na moto, indo para o local indicado.

"Você pensa demais Lucas..."

E realmente, pensava.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Ter 01 Set 2015, 14:19

Até o momento Zachy não havia respondido Aaron. Mas você era um rapaz focado. Vocês iria seguir seu plano. Você e Vickie para uma Igreja, Lucas para outra. E o rapaz seguia seu conselho, e pedia ajuda a Troy. 


Logo estavam rumo a Patheshire. Faltavam apenas alguns turnos para vocês chegarem onde Z e D estavam. Lucas ia atrás, e Troy um pouco atrás.


Apesar do sol, a estrada ainda era bem perigoso e pouco cuidada. Exatamente por isto não era nem um pouco prudente sair acelerando, ou fazer alguma imprudência.


Ou seja Aaron, você terá que ter paciência....Coisa que você não está com muita no momento, não é?....


Ainda mais quando o som de uma sirene se faz logo atrás da moto de Lucas que está atrás do seu carro, e o sinal do guarda dentro do carro, é para vocês encostarem.

Policial.

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Ter 01 Set 2015, 14:20

(Troy 1 turno você chega na cena)

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Ter 01 Set 2015, 15:36

Por mais impaciente que Aaron estivesse, ele não era louco ou inconsequente. Mesmo que adorasse pilotar – e participar pessoalmente de torneios legais de velocidade – ele não estava ali para brincar com a sorte. Depois de tudo o que tinha acontecido, a ultima coisa que ele queria era um acidente de carro. Até porque, ele não estava sozinho.

Valentina nunca o perdoaria se ele colocasse a vida de Vickie em risco àquela altura do campeonato.

Aaron pilotava muito bem a Ferrari, sendo controlado e prudente – no limite do bom senso disso. Dirigir quase que o relaxava!

Ele só não estava com paciência para as pessoas.

Vickie estava em silencio no banco do carona e tinha ajustado o aparelho de som, de modo que pegassem a rádio local. Era importante saber o que estava acontecendo ali. Quem sabe os sinais que eles poderiam receber?

Os olhos dos dois subiram pelo espelho quando ouviram o som da sirene.

- Era só o que me faltava...

Aaron rosnou e com muito esforço, ele foi parando o carro no acostamento. Continuou segurando o volante com as duas mãos e olhando para a frente mesmo parado. Vickie já olhava para o policial e...


Nem dá pra negar, né? Lindo.

As bochechas dela chegaram a corar um pouco – era o poder de um homem bonito num uniforme.

Aaron viu que Lucas ainda estava ali. Pelo visto, não era hoje que eles se separariam.


Antes de abaixar o vidro, Aaro daria uma boa olhada no nome do policial. Se bem que, provavelmente, falariam com Lucas primeiro.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Ter 01 Set 2015, 15:48

Talvez fosse uma boa não estar correndo. A estrada não permitia isso, fora que não parecia uma boa idéia afinal.

Vamos nos limitar a apenas um acidente por temporada.

Estranhou o fato que aparentemente, os dois estavam sendo parados. Não demorou a seguir a orientação e parar no acostamento, ainda imaginando o que estava acontecendo. A Ferrari de Aaron parava mais a frente. Lucas apenas retirava o capacete e não sairia da moto, apenas aguardando que o mesmo se aproximasse:

- Algum problema oficial?

Comunicativo demais para seu gosto.

Porém, melhor não arriscar provocar as autoridades.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Ter 01 Set 2015, 17:20

(guardar meu turno aqui, dps continuo - Era um rapaz bonito, altivo. Mas ele devia ter pelo menos uns 10 anos a mais que voc)ê Vickie...Que peninha....E não...ele não aparentava, mas eu sou mestre e sei que ele tem.

O rapaz então via que ambos paravam, e ele parecia demorar um pouco para sair do carro. Mas logo ele estava fora do veiculo, ele ficou algum tempo meio de lado, tombou a cabeça pro lado, estralando o pescoço.

E finalmente virou-se na direção de Lucas, ele podia ver que a mão do guarda estava a cintura, bem ao lado da arma, então era bom não tentar nenhuma gracinha.



E Aaron queria ver o nome. Bom ele via na plaquinha ao peito dele: Forrest.


Mas calma Aaron, vai que você não está enxergando direito, não é?


Será uma ilusão? Um sonho?....


O policial encarou Lucas e logo voltou os olhos a Ferrari.


- Se estão indo pra Patheshire, sugiro voltar, estamos com constantes problemas na estrada, devido a barrancos se desfazendo, ontem tivemos que interdita-la, e hoje não será diferente. Não é prudente correr o risco. Muitas pessoas ficaram ilhadas ontem.....


E podiam ouvir certa interferência no radio dele, na cintura, como se alguém fosse se comunicar a qualquer momento.


E ele ainda não olhava nem pra Aaron, nem pra envergonhada Vickie.

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Ter 01 Set 2015, 17:48

Aaron tamborilou os dedos no volante do carro, até que olhou pelo espelho para o policial que descia de sua viatura. Desceu os olhos para a plaquinha com o nome dele e arregalou os pequenos olhos ao ver aquele nome.



- Forrest...?

Ele falou baixo e meio surpreso.

- Forrest? – Vickie olhou para Aaron.


- É o nome dele...

- Tem certeza?

- Não.

Aaron tirou o cinto.

- Mas tenho certeza de uma coisa. – Olhou para Vickie. – Se acontecer alguma coisa, eu quero que você acelere e contate o Zachary imediatamente.


- Aaron...

- É sério, Vickie. Não posso deixar o Lucas sozinho com um Forrest. E estamos buscando respostas, certo? Qualquer movimento estranho, acelera.

Vickie engoliu em seco, principalmente quando ele entregou o celular a ela.

Aaron respirou fundo e saiu do carro, batendo a porta. Vickie, bastante esguia, deslizou até o banco do motorista. Era o carro “dela”, afinal. Ela tinha mais afinidade do que qualquer um ali com sua Ferrari.

O rapaz também estalou o pescoço e se aproximou dos dois. Ouviu sobre a sugestão.

- Bom dia, policial.

Colocou um sorriso ao melhor estilo Oliver Queen dissimulado.

- Nós sabemos dos deslizamentos, mas meu primo e eu estamos indo ver nosso avô Jhonas. Estamos agindo com a maior prudência possivel, mas não podemos voltar.


Olha o nome dele, Luke!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Ter 01 Set 2015, 18:18

Ok, nada demais até aqui.

Ele não me atacou, não virou zumbi. Vou considerar isso uma vitória parcial.

Lucas ouviu o aviso e segurava o capacete observando o nome do policial.

Ok...

Número de coincidências desse lugar sempre foi zero.

Mas...O que poderia se fazer a não ser seguir com a maré?

Antes que Lucas falasse, Aaron ja descia do carro e tomava a frente. Certo...Melhor prestar bastante atenção nesse policial. Dois contra um? Obviamente não iria fazer nada, absolutamente nada de "errado" antes que o mesmo parecesse bem...Estranho.

Felizmente, ele tem um plano. Espero.

Alguém precisa liderar. Entendeu porque fiz questão de ir com você Aaron? Não tenho problema nenhum em seguir conforme o script.

Lucas concordou com a cabeça com firmeza ao ouvir as palavras de seu mais novo primo, enquanto aguardava o que o policial diria.

Forrest...



Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Duxhill H.U. em Qua 02 Set 2015, 09:07

O policial apenas ficou ouvindo Aaron falar, sem tirar os olhos dele. Era estranho olhar pra ele Aaron. Ela mesmo como um espelho invertido.
 
- Documentos....
 
Ele resmungava em um tom nada convidativo, e assim que eles entregassem, ele apenas passaria os olhos claros pelos documentos, e entregava primeiramente o de Lucas.
 
- Eu acho sinceramente que você devia voltar, rapaz. Para sua vidinha boa, para suas mordomias, para sua...garota....
 
O sorriso de canto se formou nos lábios do policial, enquanto os olhos ficaram fixos em Aaron. Ele parecia estar testando o auto-controle do loiro. E como ele sabia, Aaron, que aquela na Ferrari não era a sua garota?....
 
- É um aviso de amigo, não me responsabilizo pelas atitudes de vocês, uma vez que deixei bem claro que vocês não deviam seguir viagem. Que é perigoso....
 
Era quando o radio na cintura do policial chiava e uma voz grave masculina podia ser ouvida.
 
- Encontrei eles.....
 
O policial sem tirar os olhos de Aaron, logo tocou o rádio e respondeu.
 
- Não perca eles de vista....Chego em vocês logo....
 
Logo ele desligava a comunicação e sorria de leve a Aaron e Lucas.
 
- Bom...boa sorte então na procura do Jhonas, Aaron.....
 

Ele entregava os documentos a Aaron e apenas ia caminhando de costas, sem perder eles de vista, e a mão a cintura ao lado da arma.

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Qua 02 Set 2015, 09:23

Auto-Controle.

Com um policial, em uma situação de emergência, para alguém como Lucas que ficava a maior parte do tempo sendo criticado, provocado, alvo de fofocas e com pessoas apontando e sussurrando umas para as outras aonde quer que ele passassem? Jamais daria certo Talvez por isso ele havia optado por Aaron. Foi uma escolha melhor na verdade.

Mas...Como ele sabia, e como sabia da "garota"?

Um palpite de sorte?

Em meio a aquelas "suspeitas do sobrenatural", Luke pareceu até mesmo aguardar e ficou de certa forma um pouco mais aliviado em saber que Aaron também via o policial, e que o mesmo havia escutado Aaron. Nada de estranho em ele não ficar de papo: Seria estranho se ele fosse cordial com todo e qualquer pessoa que parasse na estrada. Pegava os documentos de volta e concordava com a cabeça.

- Agradecemos o aviso, tomaremos... Cuidado.

Lucas ficava observando o pessoal se afastar enquanto aguardava se Aaron diria ou faria qualquer coisa.

Para ele, no momento a melhor alternativa era aguardar.

Policial, fantasma ou demônio.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Convidado em Qua 02 Set 2015, 11:33

Aaron entregou os documentos sem pestanejar.

Esse simples ato acabou sendo um reflexo de ambas intenções. O policial pareceu não se importar com o fato dos sobrenomes tão diferentes. Ora, se os dois estavam indo visitar o avô, por que nenhum sobrenome era comum?

Não importava, não é mesmo?

Esse policial não nos parou por acaso.

Aaron encarou o policial e forçou um sorrisinho.

- Claro. Depois da visita, é o que todos nós faremos. Voltar às nossas vidas normais.

Mas...Deus gostava de testar a paciência de Aaron.

Já era sabido que ele não reagia muito bem quando o assunto era Valentina. Ainda mais agora que ela estavadesaparecida! 
A vontade dele era de surrar esse policial até que ele dissesse a verdade. Talvez ele NEM FOSSE um policial!

Mas ele tinha uma arma.

E apenas por esse “pequeno” detalhe, Aaron precisou se controlar.

Se fosse apenas ele, talvez valesse à pena. Mas e se eles começassem uma briga e a arma disparasse contra Lucas e Victorine? Não. Ele não podia arriscar.


Mesmo que esse homem, talvez, pudesse saber onde Valentina está nesse momento.

Até porque, não fazia sentido ela permanecer descampada numa igreja durante esse frio. Tinha que ter algo naquela floresta de gelo ou algum lugar secreto na igreja. E isso levava à possibilidade de ter alguém também.

Como ela foi guiada até...lá...?

Guiada...

Aaron meneou positivamente para o policial. Prestou atenção no rádio, mas ele tinha outra coisa em mente no momento.

Guiada.

A Igreja de St. Mark tinha relação com uma “nova religião”, inclusive vudu. Mesmo um leigo sabe que a prática de vudu é controlar uma pessoa através de um boneco que tenha alguma semelhança ou objeto pessoal da pessoa.

“E se Jhonas foi controlado assim como você foi agora?”.

Era uma das perguntas que percorreram pela mente dele enquanto esteve no hospital. E se foi isso? Vudu. Magia negra...

Uma brincadeira de vudu que abriu o portal para algo pior?

St. Mark.

Aaron passou a mão pelo rosto.

Como Valentina poderia ter ido para lá sem saber?

Vudu também?

E se Elizabeth não se matou porque queria?

E se todas foram controladas?

Afastou-se do policial sem dar bom dia, boa tarde. Vai à puta que pariu!

Quando entrou no carro, Victorine também chegou para o lado.

- E então?

- Foi uma distração. O nome dele é Forrest sim, mas...Eu estou pensando em outra coisa agora.

- Que coisa?


- Que talvez devêssemos todos ir para St. Mark.

- Mas...

- Eu sei. Mas não sei...Não acho mais uma boa ideia nos separarmos. Pulverizados nós abrangemos um espaço maior. Mas unidos...Nós temos o melhor de nossas qualidades.

Victorine deixou os ombros caírem um pouco.


- No caminho eu decido...Preciso pensar. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dois caminhos que se cruzam - Aaron, Vickie e Luke

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum