Uma noite de calma e descanso.

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Duxhill Faculty em Ter 23 Set 2014, 00:14

Bem vindos ao Unico Hotel da cidade.
Por sinal Ezio e Natasha estão hospedamos no primeiro andar, no quarto 5. Clhoe está no segundo andar no quarto 20. E não está sozinha Smile
Temos apenas 30 quartos, 10 por andar. Fiquem a vontade. Noah você facilmente acomoda todos no segundo andar, o Hotel esta vazio, podem escolher suas acomodações.
Blake ainda está inconsciente.


Última edição por Duxhill Faculty em Ter 23 Set 2014, 00:33, editado 1 vez(es)

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Natalhie Archibald em Ter 23 Set 2014, 00:21

UGGHHHH

Não deixa este aprendiz de Massacre da Serra Elétrica encostar em mim e sujar a ÚNICA roupa que me restou, porque para reaver o resto temos que voltar a Mansão Assombrada, e agora de noite nunca e recomendável.

E ainda colocavam o Peter entre ela e o Edge.

Ok, acho que quero ser uma boneca agora.

CALA A BOCA NATE.

E pronto Noah dizia que eles iam dormir juntos. COMO ASSIM?. Nate virou para Edge e de imediato o rosto corou.

- Tudo bem, mas a arma fica com a gente!

Claro eu que não vou dormir sem a arma, ou sem o Edge.

Dito isto em pouco tempo estavam naquela espelunca, que chamavam do melhor Hotel da cidade. Ok só quero deitar e dormir, não reclamar.

UHAUAHUAU FAZ-ME RIR.

E Aileen que ia ficar com o Sr Saco de Sangue? Ok boa sorte, fique com eles, os fantasmas, os capetas, apenas deixem meus Pradas em paz.

Abraçava os quatro pares de Prada e logo após Noah acomodar todos, Nate parava frente a porta numero 22. Ok Edge vamos entrar em todos os quartos até achar o melhor?

PORQUE EU QUERO O MELHOR QUARTO.

Mas estou cansada demais para continuar sendo chata. E meio sem jeito. VAMOS DORMIR JUNTOS? Não no mesmo quarto
Nate safadenha

CALA A BOCA.

- Er...então é este ?

NÃO É O 69

HAHAUUHUUHAU

CALA A BOCA

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Natalhie Archibald em Ter 23 Set 2014, 00:22


Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 00:42

Paciência. Esse devia ser o sobrenome de Edge. Qual é o Plano? Edge não tem um plano.

Dane-se. Ele não é o líder mesmo.

- Não precisamos de armas Natalhie...

Afinal não da para atirar em fantasmas! Claro que não vai falar isso para Natalhie, segura a mão dela e passa aquela impressão que tudo vai acabar bem. Vamos lá. Não se importaria se Natalhie quisesse ver todos os quartos, mas como ela não fazia questão, melhor. Não percebia o quão Nate estava se jeito, ou não demonstrou.

- Eu ja volto...Tranque a porta ok?

Para nada entrar ou para ninguém sair Nate? Ta ja sei "CALA BOCA!"

Edge soltava a mão dela e ia até o banheiro. Ela conseguia ouvir o barulho da torneira da pia ligada com força, para instantes depois aparecer sem camisa secando o rosto, com o cabelo completamente molhado sem conseguir ver Nate que ja devia estar de outra cor. Sentou-se do lado da cama e olhou para ela.

- O que foi? Ah, desculpe.

Levantava-se e dava 4 passos na outra direção, sentando-se desta vez utilizando um móvel como cadeira.

- Melhor?

E agora Nate? huashuahushuashuahusuahs

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Natalhie Archibald em Ter 23 Set 2014, 08:15

Paciência e depois vai direto pro céu Edge, nem vai passar para averiguação, fique tranquilo. Aturar a Nate no final vai ter um propósito. Hahahaha.
Ele dizia que não precisavam de armas, e ela cerrava os olhos e fazia bico.
Nós não precisamos, NÓS QUEREMOS uma arma.
- E porque ele precisa?...
Piscava os olhos freneticamente como a criança mimada que muitas vezes era. Envolvia a mão dele e ia caminhando pelo corredor, até o lado chato dela estava cansado, então limitava-se a entrar naquele quarto mesmo, caminhou rumo aquela cama.
- UGH....Pelo amor de Deus, aquela menina louca vê gente morta e eu vejo poeira neste quarto a ponto de assustar.....
Ele dizia para ela trancar a porta e ia ao banheiro, Nate aproximo-se da porta e virou a chave, uma, duas, quantas vezes desse, e logo apanhou uma cadeira, e colocou ela contra a maçaneta, sim eu vi isto em um filme, deve funcionar.
Nate deixava o corpo cair a cama sentando-se, a mão ia aos cabelos e ela tirava a faixa de cetim que estava toda amassada, deixando ao criado mudo da cama, e logo apanhava o espelho ao bolso do sobretudo e o abria os olhos se abriam mais vendo aquelas marcas de machucados no rosto.
- Preciso de um peeling....urgente....
Claro Nate, com um psicopata a solta, um espírito vingador querendo seu colar, esta deve ser sua preocupação. E ainda olhava ao espelhinho, quando viu Edge pelo espelho saindo sem camisa do banheiro.
OMG.
Ok...Isto é perfeitamente normal, afinal ele magro, mas não exatamente magro.
NATE SUA TARADA, AHAHAHAHA.
CALA A BOCA.
Ele deve malhar? Ou ele pratica algum tipo de perversão que o emagrece?...O rosto já estava completamente rubro e ela ficava la de costas pra ele, vendo ele pelo espelho.
MORRE HIPPIE, não ache que estes fios negros molhados sobre estes olhos azuis vão me seduzir.
E quando ele sentou-se na cama, Nate quase enfiou o espelho no rosto todo para ele não ver nada. SOME, eu não quero ficar te vendo.
E então ele se afastava e sentava-se a cadeira, ela fechava o espelho e nem sequer o olhava, olhava o teto com mofo, que visão agradável.

- Não sei da onde ta vindo o calor que você esta sentindo, deve ser algum tipo de proteção térmica que os hippies tem no corpo...

Suspirou fundo, e logo olhou-o de canto de olhos.

- Você parecia nervoso hoje..

Isto vamos falar de coisas aleatórias  que não impliquem em você sem camisa na minha cama, NATE QUE FRASE PORNO.
HAUHAUHAUHAUHU


CALA A BOCA.

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 09:25

ADENDO:

Edge batia o indicador a direita da própria cabeça algumas vezes. O Noah precisa porque ele é DOIDO Nate, lembra? Então, deixa ele com a arma dele la...Quando ele atirar na bruxa pode ser até engraçado. Pelo jeito ela não estava tão cansada assim, ja que seguia reclamando do quarto.

- Pelo menos é seguro, ou parece seguro.

Dizia do banheiro, antes de colocar metade da cabeça na pia e esfriar a cabeça para relaxar um pouco. Literalmente esfriar a cabeça: Tem muita coisa acontecendo e é necessário manter a cabeça fria para quando tudo começar a complicar de novo. Vamos la Edge, você não quer ser o líder mas as vezes precisa sair dando orientações. Saiu do quarto e realmente parecia não dar tanta atenção as reações de Natalhie, talvez para não deixa-la ainda mais sem jeito. Sorriu e balançou a cabeça negativamente ao ouvir o comentário.

- Eu voltei no tempo a passar pela porta? Estamos só nós dois Natalhie, aproveite...

APROVEITAR? COMO ASSIM? Edge ja se levantava ao falar aquilo, mas antes que conseguisse dizer qualquer coisa, ou jogar o espelho nele, ele apenas caminhava em direção a janela antes de completar a frase.

- ...e relaxe, não precisa ficar tanto na defensiva. Sou seu namorado lembra?

Porque as vezes parece que tenho que lembrar você Nate. Ficava com a atenção fixa ao lado de fora, ao branco da neve ouvindo o que Natalhie falava. Sorriu e balançou a cabeça negativamente, em pé, escorado na janela.

- Talvez eu esteja ficando cansado disso tudo...Das pessoas insistindo em manter seus segredos. Estaríamos aqui se você não tivesse se aberto no SPA ou ainda estaríamos gritando um com o outro e você me jogando metade dos travesseiros? Eu gosto de onde estamos. Só gostaria que alguns de nós agissem mais como um grupo.

Olhava Nate pelo reflexo da janela e sorria, perdia mais alguns segundos olhando pela mesma e respirava fundo, voltando-se para ela.

- Ao menos sei que posso contar com você, obrigado por estar aqui Natalhie.

Aqui no quarto? Aqui comigo? Aqui nós dois agora? Calma Natalhie! hasuhhaushuauhs

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 09:35

Durante todo o percurso Peter limitar-se-ia apenas a ouvir. Se assimilaria alguma coisa, não se sabe. Nem Nate ao seu lado parecia um problema. Na verdade, tudo o que fazia era olhar pelo para-brisa do carro esperando que tudo aquilo acabasse. Verdade que estava um pouco mais conformado com a ideia, e aquele conforto vinha do grupo que teriam mais possibilidades de auxiliar a ruiva e não tornar em vão tudo o que acontecera.

Também não se opôs ao cachecol. Nem tinha lá motivações para complicar, atentar contra o desejo de Aileen. Queria apenas um bom banho, um local quente e pessoas ausentes a sua volta.  Apenas deixou Noah conduzi-los para onde quer que fosse.

Quando no hotel, Peter tratou de retirar o casaco pesado, estava com muito sangue seco. Seria chocante para qualquer atendente aquela cena. Do cantil o que restara ainda da água ele usou para lavar as mãos, mas principalmente o rosto, antes de entrar. Melhoraria e muito sua aparência aquelas duas ações simples. Deixou que os outros cuidassem de tudo e limitou-se mais uma vez a auxiliar no carregamento da ruiva até o quarto onde ela ficaria. Logo foi para o seu quarto, onde ficaria, com Aileen. Onde assim fora planejado.

Peter deixou a mochila em um canto. Também foi ao banheiro logo que teve a oportunidade. Esquecera a porta aberta, porém. Deixou a torneira correndo água enquanto olhava seu rosto no espelho, aos poucos a mão sadia era colocada na água corrente e subia ao rosto do rapaz, limpando-o. Aquele movimento foi feito várias vezes, mais do que deveria, até. Largou o casaco num canto isolado do banheiro, assim como a calça grossa e manchada de sangue também. Não, não estava nu, tinha mais roupas por baixo, o frio exigia aquilo.

Por fim, apanhou os pertences guardados de apoio nos inúmeros bolsos, e lá estava o canivete ensanguentado, a arma do crime. Os olhos olhavam fixos para a arma enquanto tentava lava-la, para sair do banheiro e sentar-se a beira da cama. Levava a mão ao rosto, cabisbaixo, pensando em tudo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Noah Valmont em Ter 23 Set 2014, 09:42

Ok, depois de comprar a farmácia inteira, é hora de brincar.

Tive o cuidado de dar algumas drogas para Peter, para evitar uma infecção em seu braço e algo para dormir.

Se ele vai tomar ou não, já não sei.

Agora, minha paciente preferida.

Primeiro, estendi um rolo de film plástico na cama, antes de colocá-la deitada. Prendi uma bolsa com soro no dossel da cama, além de uma dose pesada de antibióticos e analgésicos.

Ela vai ficar apagada por algum tempo, mas ao menos, vai ficar bem.

Depois de ministrar o remédio do meu amigo viciado em venenos, seus batimentos ganhara mais força, mas ela ainda está bem fraca.

Com cuidado, corto toda sua roupa com uma tesoura cirúrgica (péssima, mas foi a única que tinha nessa farmácia). Trato de todos os ferimentos que encontro, fazendo curativos e dando pontos falsos, caso seja necessário.

Deixo sua boca por último.

O trabalho é lindo, devo confessar.... Mas não gosto de vê-lo em Blake. Talvez em Aileen ou Nate nem me incomodasse.

Ruiva esquisita.

Vou cortando com cuidado as linhas com o bisturi descartável (péssimo também). Por sorte, apesar da sutura forte, a linha usada foi pequena, então não acredito que irá deixar cicatriz. Já tomo o devido cuidado de usar uma pomada cicatrizante mais propicia para não deixar rastros dessa brincadeira em sua boca.

Quando termino tudo, me livro das roupas velhas e do film, além de todo lixo, em um saco de lixo preto. Visto Blake com cuidado com uma camiseta cinza escrita “Estive em Patheshite e lembrei de você!” com o desenho das montanhas e do teleférico, além de uma grossa calça de moletom. Foi o melhor que encontrei até agora.

Cubro a ruiva e vou para o banheiro, levando a mesma pomada que usei na boca dela, além de alguns remédios.

Só agora volto a exibir o rosto, para ver o estrago do corte.

Por favor, não fique cicatriz.

Noah Valmont

Nacionalidade : London, UK
Idade : 24
Cargo : Residente no DU
Humor : Obscuro
Mensagens : 395

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Natalhie Archibald em Ter 23 Set 2014, 09:44

Eu realmente preferia ter ficado com a arma Ed, mas tudo bem, afinal como te disse, estou muito cansada para ser chata.
Ela já reclamava do quarto e ele dizia que ia ao banheiro. Ela quase se enfiava dentro do espelho quando ele voltava, e quando ele falava aquilo.

Como assim? Aproveitar????!!!

OMG...

- Estamos...

Ela repetia.

OMG ESTAMOS SÓ NOIS EU E MEU NAMORADO EM UM QUARTO DE MOTEL. NÃO NATE É DE HOTEL, SUA SAFADA.
Hauauauha


Hauauauha

Cala a boca.


Meu deus, só eu e meu namorado em um quarto de hote e ele diza: “Aproveita”. É neste momento que você sobe na cama e faz um striper Nate! Mostra quem você é, seus cambitos sensuais.

CALA A BOCA.

Ele ergue-se e Nate apenas manteve-se ali de costas pra ele, olhando tudo pelo espelinho da sabedoria. E ele dizia para ela não ficar na defensiva.

OK...ENTÃO VOCÊ VAI VER HIPPIE!

HÁÁÁÁ

Meu deus a Nate tá surtando, ainda mais. Nate erguia-se então e suspirava fundo. Deixava o sobretudo sobre a cama, ficando com o vestido preto, as meias de la preta e botas da mesma cor. Levava as mãos aos peitos que não tinha e erguia eles. Estufava o peito.

Yeah Tipo um galinho de briga. Auhauhauhauh

E era como se tocasse a musica abaixo

http://www.youtube.com/watch?v=39YUXIKrOFk

Logo girou e jogou o cabelo pro lado, so faltava um ventilador pra ficar sensuality uauhauauaua.
Caminhou até Edge E estendeu a mão para escorar na janela, mas deslizava na gordura das paredes, UHAUAUA, QUE NOJO. E batia o rosto a janela.

- Ugh.

Afastava-se e levava a mão ao nariz O esfregando que tinha ficado vermelho, e logo suspirava fundo após ouvi-lo.

- Ed, você não tem muita percepção vou explicar tudo pra você agora que está acontecendo, e porque ninguém conta nada pra ninguém e porque todos agem como loucos!

- A Garota Sexto Sentido quer dar para p Mendigo Maniaco da Floresta, que por sua vez quer pegar a Ruiva SOS Malibu, que por sua vez quer dar para o Dr Hollywood, que por sua vez enfio a língua na boca da Garota Sexto Sentido, que aprecia jaquetas...Entendeu agora? É um ciclo vicioso, eles não vão parar...

Aproximou-e dele e então e estendeu a mão tocando com a ponta dos dedos, uma mecha de cabelo dele que estava nos olhos e afastou.

- Também gosto de onde estamos, embora você goste mais, muito, muito mais do que eu....

E ele agradecia por estar lá, e o que mais Natalhie Archibald poderia dizer?...


- Di Nada...

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 10:00

Alguém não demorou muito para levar o sentido de "aproveite" a sério demais. Bem, RECLAMAR o Edge não vai, de jeito nenhum. Calma ai Nate! Se vai subir na cama e começar a tirar a roupa deixa o Edge parar de olhar pela janela! Ela batia o rosto na janela sem querer e parecia não ser nada grave, mas era o bastante para ele virar-se para ela. Fazia uma expressão confusa ao ouvir a narrativa dela.

- Ahn...Certo.

Sorriu e balançou a cabeça negativamente. Segurou a mão de Natalhie junto da sua e deu um passo para frente, acariciando o cabelo da mesma a olhando ali, bem de perto. Se vira Nate.

- O meu grande segredo: Eu não ligo. Não me importo tanto com o que falam, fazem ou pensam. Se ligasse, eu não teria me apaixonado por você. Realmente para mim não é tão importante cada detalhe, desde que estejam bem. Eu estou onde quero estar, e não acho que eles deveriam ligar da mesma forma.

"Cada um na sua", mas poderiam falar um pouco mais abertamente sobre as coisas que acontecem quando as trevas se aproximam né? Sorriu e levou a mão que estava no cabelo da garota ao rosto da mesma, colocando o indicador da outra mão suavemente nos labios dela. Susurrava devagar:

- Sem defensiva. Namorado. Relaxe.

É, ela esquece com frequência, mas isso só serve para mostrar o quanto esta nervosa. Edge se aproximava a beijando devagar, com uma das mãos junto a nuca de Natalhie e outra a cintura. É sempre bom para que ela se sinta segura como tantas outras vezes.

Claro que agora ele esta sem camisa, vocês estão em um quarto, sozinhos, para passar a noite.

Mas é igual né Nate?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Blake Harris em Ter 23 Set 2014, 10:05

Esquisito é seu rabo Noah!
Pelo amor de Deus Blake quantas vezes você já se fodeu neste jogo? Você parece que atrai estas merdas! Não é possível.
E desculpe Peter não sei dizer se quando acordar Blake vai enfiar a mão na sua cara ou te abraçar e agradecer, ela está apagada demais para pensar nisto agora.
Será que ALGUÉM ai vai mandar as autoridades pra Cabana? NÃOOO deixa lá as bonecas vivas é muito legal pode se tornar um ponto turístico, foda-se as familiar que aguardam noticias das suas filhas desaparecidas!
Não se incomodem não, viu?
Noah conseguia cuidar de Blake com facilidade. O pior mesmo era a boca, e os pulsos e canelas, havia ficado a marca das algemas de tanto que ela puxou e puxou e puxou. E se rebelou, porque você conhece a Blake, Noah...

E fica tranquilo você é o Dr Hollywood, você vai dar um jeito neste seu rosto, uahuauhauha!
Aos poucos o vigor começa a retornar a Blake, os lábios já começam a ter um novo tom que não o roxo, e o rosto fica menos pálido, as sardas já começam a ter aquele tom mais rosado, assim como as maças da face.
O rosto tombou-se para o lado, e ela forçava os olhos fechados, como quem acabara de despertar de um longo sono.
Os braços ainda estão atirados a cama ao lado do corpo, e tudo dói principalmente os lábios, Mas ao menos ela consegue abri-os agora. E você nem imagina o valor que se dá a isto, quando fica algum tempo com eles costurados. Ela tocou com a ponta dos dedos os lábios, estavam devidamente cuidados, e logo pode ver a silhueta de Noah ao banheiro.
As pernas roçam uma na outra, até ela se livrar do cobertor que estava a suas pernas, e logo ela joga o corpo pro lado, mantendo a cabeça baixa, ainda está muito tonta.
Mas onde eu estou...
Ah me lembrei como era com acordar assim em Duxhill depois de beber e trepar a noite toda, era uma dádiva não saber onde estava.
Blake ergueu-se com dificuldade, e caminhou mancando um pouco na direção da janela, as mãos apoiarem-se a ela e o corpo também, porque manter-se em pe ainda era difícil. E esta camiseta esta linda em você Blake, mal cobre suas coxas, e você vai colecionar mais cicatrizes no corpo? Esta na boca ficaria linda não?....
Os cabelos estavam desgrenhados caídos pelo rosto, ainda se lembrava daquele puto tirando uma mexa deles....
Que puto Blake, você lembra do rosto dele?...
Dificil esquecer....

Cruzou os braços frente ao corpo, e deixou os olhos se perdem a imagem caindo la fora. Nunca é uma boa viagem vir para Patheshire....E agora....por um momento, voltava a lembrança, tanto sangue....

Blake Harris

Nacionalidade : Americana
Idade : 24
Cargo : Head Cheerleader
Humor : Cinica
Mensagens : 623

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 10:08

Quarto 25.

Após os meninos levarem Blake, Aileen não teve mais o que fazer, a não seguir até o quarto arranjado por Noah e tentar recuperar um pouco das forças. Estava meio suja pelo sangue da ruiva, mas nada alarmante, ainda mais por partes das vestes serem vermelhas, o que disfarçava bastante. Ficou um tempinho parada diante da porta, mas não. Estavam seguros agora... certo? Ela queria acreditar nisso. Enfim, enfiou a chave no miolo e finalmente entrou no cômodo, nem sequer se importando com detalhes ou conforto que o aposento oferecia. No meio tempo em que enrolou na recepção, Peter já havia chegado primeiro e se encontrava sentado na cama, numa imagem desolada e sombria, chegando a dar um susto em Aileen.

Não faz isso, pelo amor de Deus!

Entrou em silêncio, trancando a porta e suspirou baixo.

Não tinha muito o que dizer, na verdade. Por isso seguiu até o banheiro, ainda calada, e como Peter, procurou se ajeitar o máximo possível. Começou pela roupa, tirando o casaco, as luvas, botas, e por fim o cachecol, restando a segunda pele preta, o short e a meia-calça grossa. Prendeu o cabelo num rabo de cavalo, ajeitando as mechas soltas e rebeldes atrás das orelhas, e lavou o rosto. Sem os restos da maquiagem, Aileen estava ainda mais pálida, e também com uma puta dor de cabeça - thanks, Noah, mas não é só sua culpa. Enfim, saiu do banheiro e agora, Peter teria toda sua atenção, embora estivesse enfiado numa aura de 'não chegue perto, por favor'.

Ficou estagnada no meio do quarto, olhando para os lados, e ao ver um aquecedor, ela prontamente foi ligar o aparelho, o que aos poucos, deixava o ambiente mais aconchegante e quentinho. Não demorou para que andasse até Peter, ficando em sua frente. E nada.

Outro suspiro.

Ela se colocou de joelhos e inclinou de leve a cabeça e agora não teria como Peter não encará-la. Aileen tocou o braço dele, para chamar ainda mais sua atenção e fazê-lo parar de esconder o rosto entre as palmas.

- Peter...? Hey...

Algo grave acontecera, óbvio. Pelo sangue, por tudo. E pelo que ele tinha dito... era encontrar ajuda para a ruiva, e não ela, literalmente.

Mas ela precisava que ele falasse. Qualquer coisa.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Zachary Mateschitz em Ter 23 Set 2014, 10:11

Ok, esse lugar estava oficialmente um saco.

Por sorte, não roubaram nada meu.

Mas ontem, depois de sair para comprar mantimentos, ao chegar na mansão, estava tudo uma zona.

Tudo quebrado.

Bom, não tinha saída a não ser vir pro hotel, onde encontrei as pessoas.

Aparentemente, quem não está no hospital, veio pra cá.

Um tal de Noah está bancando tudo. Esse povo caga dinheiro.

Estar em um quarto com Natasha, longe daquela louca, e daquelas pessoas, é quase que o paraíso.

Estou um pouco fraco ainda, respirar dói um pouco, mas ninguém disse nada sobre um pouco de esforço físico, disse?

Abro os olhos lentamente, olhando para o lado da cama.

Sinto o ar quente dos aquecedores secarem o suor em minhas costas.

Natasha está adormecida... Parece um anjo dormindo.

Eu nunca teria conseguido ficar longe dela por muito tempo.
avatar
Zachary Mateschitz

Nacionalidade : New York, EUA
Idade : 23
Cargo : Calouro
Humor : Incógnita
Mensagens : 375

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Noah Valmont em Ter 23 Set 2014, 10:22

Não reclama da camiseta, Blake, eu te consegui uma calça de moletom.

Pelo menos você não acordou pelada, chutando minha cueca.

E sim, bem esquisita.

Minha vida era muito mais fácil antes de te conhecer.

Isso porque eu nem tenho nada com você!

Permaneço alguns segundos lavando o ferimento. Por fim, após limpá-lo, dar pontos falsos para ajudar na cicatrização e passar a pomada, volto para o quarto com um grosso curativo adesivo na bochecha, vestindo a segunda pele negra e as calças verdes chamativas.

- Hey... Cuidado – Digo, conforme ela ia se afastando. O equipo preso no dossel já estava esticado no braço, mais um pouco e a agulha iria forçar e machucar aí dentro.

A seguro com cuidado e a guio de volta para a cama.

- Acordar com todo os analgésicos que te dei? Você é mais forte do que pensei... – Exibo um pequeno sorriso, enfio a mão no bolso da calça e saco um pirulito em forma de coração. Tinha pego para fazer alguma piada que não me lembro mais...

Tiro a embalagem e estendo. O açúcar vai ajudar.

Logo ela terá que comer, melhor abrir o caminho assim.

- Escala de 1 a 10, como está sua dor? – A pergunta é técnica, mas necessária.

Respiro fundo e me levanto – Como se sente?

Noah Valmont

Nacionalidade : London, UK
Idade : 24
Cargo : Residente no DU
Humor : Obscuro
Mensagens : 395

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Natalhie Archibald em Ter 23 Set 2014, 10:23

Igual é o caçamba! Eu não vou morrer de enfarto depois de tudo que passei.
Mestre, faz o capeta aparecer no nosso quarto! AGORA!!!
Ela ainda massageava o nariz quando ele virou-se para ela e ela explicou a suruba dos outros personagens, uhahuauhauauha.
Ele segurava sua mão e logo estava perto dela.
NATE VOCÊ TEM 15 ANOS? CHAMA A BLAKE QUE ELA TE ENSINA, DE MODO PRATICO, UHAUHAUHAUAUHAUHA
Deuso
CALA A BOCA, SÉRIO, hoje você ta me irritando.
Ok vou sair do seu turno e te dar PRIVACIDADE.
HAHAHAHAHAHA
Deixou ele tocar em seu cabelo que continuava perfeito, sedoso, macio, porque ela tem um spray mágico de shampoo a seco. OPS CONTEI O SEGREDO.

CALA A BOOOOOOOOOOOOCA.
E pronto estava ali próxima a janela junto de Edge, e apesar de todo o Caos, agora tinham alguns minutos de paz, alguns minutos para eles, como sempre quiseram a viagem toda. Os olhos não saiam dos dele nem por um segundo, e ela absorvia cada palavra até sussurrar.
- Acho que não ouviu direito esta parte de “Eu obviamente teria me apaixonado por você, afinal você é perfeita”. Pode repetir?....

Ela quase chegava a sorrir para ele, e deixava ele tocar seu rosto, esta sem BASE, OMG. Edge por favor me compre maquiagem, Pradas e um travesseiro fofo. EU ODEIO o que está na cama.
E sim você é meu namorado, estou o mês todo repetindo isto para mim mesma como um mantra, não se preocupe Ed! Uhahuahuahua.

Sentia o toque do indicador aos lábios e ela logo deixava eles se abrirem lentamente, ela deixou os olhos fecharem lentamente e o rosto se aproximar do dele, até o nariz roçar levemente ao dele, ainda vermelho, para então beija-lo sem pressa agora. Sem explicação, e sem ter medo de que um capeta atravessa a janela e coma os dois vivos.

O corpo recostava-se levemente ao dele, e ela deixava as mãos se acomodarem ao peitoral dele, sentindo com a ponta dos dedos, até que sussurrou.

- Eu odeio não ter pijama... - Edge vai no meio da neve comprar um pra ela auhuahuauha


CALA A BOCA NATE, durmo de pijama desde que nasci, vai ser a primeira vez na vida, é um momento triste pra mim.

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 10:29

Aileen não fora capaz de perceber, mas o artefato usado para tirar a vida da menina estava ao seu lado, na cama, bem próximo ao corpo, camuflado em meio as cores do cobertor. Ele lembrava daqueles olhares, mas em especial da última menina, que se assemelhava tanto com a garota ali a sua frente. Aquilo pesava ainda mais, machucava ainda mais. O cachecol ainda estava enrolado ao pescoço, tivera o cuidado de não retira-lo ainda que esse também possuísse alguns resquícios de sangue.

Sentiu a aproximação, a sutileza do toque e os olhos agora descobertos iam de encontro aos olhos da garota, fixos, cravados, como uma obsessão. Por mais que ela fosse boa para com as coisas sensíveis da vida, naquele momento se fazia incapaz, os olhos, de qualquer leitura. Não só, assim como a própria a ação de foca-la, naquelas orbes acinzentadas, algo que Peter sempre evitava para com pessoas que não tinha qualquer tipo de afinidade ou pouca. E logo foram se enchendo deixando a visão que ele tinha do rosto dela disforme, embaraçada. As lágrimas se formando. Ele queria e não queria falar. E segurava com vigor aquelas gotas que não pendiam dos olhos.

Entre abriu os lábios como se fosse falar alguma coisa. Mas não vinha... Simplesmente não era capaz de sair o som. Era como se houvessem roubado uma grande extensão da sua essência ou, como se ele tivesse entregue esta porção no ato. A mão direita então tocou o rosto dela, trêmula, e fez uma carícia que mergulhando os dedos por entre os fios de cabelo da menina. “Obrigada!”, ele lembrou... E os olhos fecharam-se, só então, para que algumas lágrimas escorressem por pura física. A mão permaneceu ao rosto dela, de forma amável. Seria impossível sentir qualquer outro sentimental naquele gesto, senão este.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Blake Harris em Ter 23 Set 2014, 10:31

Sério Noah? Calça de moleton? Foi a primeira coisa que ela se livrou antes de se levantar da cama.
Minha vida também era mais fácil antes de te conhecer seu porra, você entrou na minha cabeça e botou fogo no Inferno, se é que isto é possível.
Blake então ouvia a voz de Noah e ela quase como se despertasse, ele a conduz de volta a cama a ela se sente lá. E ele falava dos analgésicos e ela encolheu os ombros.

- É costume Doctor, logo você está igual....

E então em pouco tempo surgia um pirulito diante dos olhos verdes dela, ela abriu um sorriso com facilidade, e apanhou o pirulito.

- Isto tudo é porque você quer que eu me comporte?

Blake acabou de sair do Inferno, ser torturada, envenenada, mas continua pensando merda. Blake sendo Blake?...

OK vocês querem que eu fique no quarto deprimida chorando? Vão se fuder...

Em pouco tempo o pirulito estava a boca, e ele perguntava como estava a dor dela, ela respondia.

- 9 Doctor, mas estava faltando o 6....

Blake mordia de leve lábio inferior rindo baixo, e então vinha a pergunta. E ela não podia deixar de responder.
Porque de todas minhas perturbações Noah, você é uma as principais.


- Porque você se importa, Noah?....- O olhar ficou sobre ele agora – Do jeito que você se importa...Porque você se importa assim?...Foi pelo que enfiamos um na cabeça do outro?

Blake Harris

Nacionalidade : Americana
Idade : 24
Cargo : Head Cheerleader
Humor : Cinica
Mensagens : 623

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Noah Valmont em Ter 23 Set 2014, 10:42

Ok, vou considerar isso tudo como um 1 ou 2 no máximo.

E então vem a pergunta.

Okaaay.

Mal acordou e quer falar sério?

Me sento ao lado de Blake, e apanho o celular, mandando mensagem para Edge.

“Avisamos os policiais sobre a cabana? Ainda que não dê para confiar neles... Sinceramente, não sei o que fazer.”
Depois o jogo no criado mudo e só então, tomo coragem para responder.

- Sinceramente? – Dou de ombros – Eu...Não sei.

- Acho que é meio óbvio que é pelo o que passamos na cabeça um do outro, afinal, a gente mal se conhecia antes daquilo tudo. Depois que... Voltamos – Volto o olhar para ela, e depois desvio, está difícil olhar para ela – Eu... Sei lá... Senti... – Eu não sinto. Nunca senti nada. Que merda é essa? Por que é difícil falar, porra? – Que te queria por perto. E que precisava cuidar de você... Já que você tem o dom para fazer merda – Exibo um pequeno sorriso – O que só se confirma a cada dia...- Não consigo deixar de rir levemente.



Noah Valmont

Nacionalidade : London, UK
Idade : 24
Cargo : Residente no DU
Humor : Obscuro
Mensagens : 395

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 10:56

Sim, ela não tinha ideia do que tinha acontecido, mas não precisava ter o Mental 1 para tirar suas próprias conclusões.

E as de Aileen eram péssimas.

Não queria forçá-lo a contar o que se passara nesse espaço de tempo, porém só queria escutar a voz dele, algo assim. Peter estava entrando em colapso emocional, e assistir isso de camarote não era nada agradável. Ela mordeu o lábio inferior, contendo uma lista de perguntas que não eram apropriadas agora, no entanto extremamente importantes. Como por exemplo...

"O que aconteceu...?"

Os olhos acinzentados dele reluziam como prata, mas o brilho era causado pelas lágrimas. E esta foi a primeira resposta que Aileen teve. As mãos voaram até as coxas dele e ela se esticou um pouco mais, preocupada, e então nesse momento, Peter tocou seu rosto, um toque delicado, e os dedos logo se resvalaram por entre o cabelo macio. Ela fechou os olhos por alguns segundos, e quando voltou a abri-los...

- Ah, Peter...

Ela tirou a mão dele de seu rosto para segurá-la com carinho, como se estivesse cuidando de uma criança. Não precisava falar agora... Mas liberte essa 'doença' que o está castigando nesse instante. Isso não te diminui, pelo contrário. Aileen inclinou-se mais e logo Peter seria envolvido pelos braços finos, que o aninhavam delicadamente ao corpo dela, além das unhas arranharem sua nuca, iniciando afagos.

- Vai ficar tudo bem... - o que mais poderia dizer? - Pode chorar...

Apesar de suave, ela te segurava com força, Peter, dando a impressão que realmente não te deixaria cair.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Blake Harris em Ter 23 Set 2014, 10:57

Noah Blake é extremamente teimosa, e ela NUNCA fala o que esta sentindo, independente de ser dor ou felicidade, uhauhauhauhauha.
È sempre a mesma putaria de sempre com ela. Pergunta pros coitados que já tentaram e ainda deram aliança.
Faz tempo que precisamos falar, Noah...Algumas perguntas precisam de resposta, se eu não entendo, eu gostaria de saber se ao menos você entende.
Quando nos tornamos loucos?...Eu quem devia cuidar de pessoas assim e não ser uma delas.
Ela apenas observa ele enviando a mensagem, e logo o ouve em silencio. Ela diferente de você Noah mantem os olhos verdes fixos em você.
E é sério, esta ruiva é uma maldição, o que ela tem de bonita, tem de praga. Andar com ela é pedir para andar em brasas pegando fogo. Não se aventurem,. Be Careful.
- Noah...você conheceu uma parte de mim que poucos conhecem...Naquela época....não foi uma época boa...Pra nenhum de nós....Mas já tentaram de todos os modos me fazer acreditar que tinha alguém comigo lá, que o Wayne me protegia, depois o Dimi, depois o Vitto, sempre apareciam naquelas imagens, e nunca foi real...Eu sempre soube que não era real, ilusão após ilusão. Eu sempre senti....Mas quando você entrou...Foi real..De algum modo mudamos algo, que eu ainda não entendo....
Ela suspirou fundo, mordendo de leve o pirulito, e depois continuo.
- A sensação mudou, sempre me senti sozinha ali, e depois você entrou...e é como se...não tivesse passado por tudo aquilo sozinha...E por mais ilusório que seja, é minha lembrança mais real....
Ela deixou-se rir sozinha com o que ele disse.
- Eu já passei por cada merda....- Sacudiu a cabeça em negativo, e por fim os olhos ficaram aos dele – Eu também quero que fique por perto...Noah....
A mão tocou o queixo dele, e ela voltou o rosto dele para ela, pois queria que ele a estivesse olhando quando ela falava.
- Eu quero você por perto, ok? Eu posso não demonstrar isto, posso ter tacado foda-se enquanto seus advogados limpavam meu rabo...Mas eu lia os jornais....- Onde mais a poha de um Valmont estaria?....
- E Noah...nós estamos fudidos, eu tenho que te dizer isto, mudamos algo em nós, que nem nós somos capazes de entender, e eu não acho que seja algo mundano, que se resolvam com as atitudes perpetuas do dia a dia. Mudamos algo em nós que vai além da compreensão das pessoas, mas de algum modo....é algo meu....e eu sinto que isto, ao menos isto, ninguém pode me tirar....E é bom ter e me importar com algo, pra variar...

Pra quem está pouco se fudendo pra tudo....

E sim eu não sou tão porra louca Noah, ou eu não seria residente no DU, não é? Meus pacientes não reclamam, uhahuahua

Blake Harris

Nacionalidade : Americana
Idade : 24
Cargo : Head Cheerleader
Humor : Cinica
Mensagens : 623

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Noah Valmont em Ter 23 Set 2014, 11:11

Ouço em silêncio, apenas sorrindo vez ou outra com o que ela fala.

É, ela tinha razão.

Mas, ao ver ela daquele modo, sinto algo estranho.

Sinto um peso sobre minhas costas que eu nunca senti.

Sinto...

Culpa?

Isso que eles chamam de culpa?

Minha garganta se fecha.

Que sensação horrível.

- Blake... – Começo, e respiro fundo – Eu não sou o que...Alguém chamaria de normal. Você esteve aqui – Bato com os dedos na testa – E sabe melhor do que ninguém... Então... – Esboço um sorriso sem graça. Nunca gaguejei tanto na vida – Não me deixa te machucar, ok? Eu não sei lidar com tudo isso.

- Mas... Você está certa. É bom ter e me importar com algo – eu acho. Faço um pequeno afago em seu cabelo.

No mesmo instante, batem na porta.

Me aproximo dela, no momento em que Blake pode ver a arma enfiada no cós da calça.

Apanho uma toalha de rosto, e pego a arma na mão, assim ficaria com ela na mão, sem a pessoa que ia entrar percebesse.

A porta se abre, e um rapaz entra com um carrinho de comida.

Esboço um sorriso, fingindo estar me secando... Dou uma nota de vinte ao garoto, e fecho a porta em seguida.

- Finalmente... Você precisa comer. E eu também... – Digo, como se nada tivesse acontecido. Você não vai implicar com a arma, vai?

Noah Valmont

Nacionalidade : London, UK
Idade : 24
Cargo : Residente no DU
Humor : Obscuro
Mensagens : 395

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 11:15

Seria facilmente manipulado pelas vontades e ações dela. Tinha a mão removida do roto, o corpo envolto pelos braços, a ternura do abraço. Mas, acima de tudo aquela paz que era transmitida através dos gestos. E as palavras dela...

Peter sentiu-se tão destruído pelo que fizera, que não aguentou. E ainda que segurasse grande parte do que precisava colocar para fora, como uma criança, soluçava em meio ao abraço dela. E foi então que ela pode ouvir em sussurros, a voz dolorida que falhava, eventualmente:

Eu vou encontrar ele... Mas ela nunca mais vai me agradecer.

Peter intensificou o contato dos corpos, apertando mais o abraço a Aileen. Algumas imagens demorariam para se apagar de sua cabeça: os olhos da menina implorando por ajuda, o calor do sangue dela escorrendo entre os dedos da mão que a apunhalara, e um verde único dos olhos da garota que reescrevera sua imagem em antigos desenhos trazendo o novo monstro a tona.

Permaneceu abraçado a ela. Era uma sensação de certeza, de que Aileen não seria vítima daquele maldito enquanto estivesse com Peter. Em seu íntimo torcia para que ele viesse atrás dela, pois estaria ali, e desfaria parte do mal que causara. Depois de alguns longos minutos, quando os olhos estavam vermelhos demais para se manterem abertos, aos poucos, Aileen pode perceber a tensão aliviar do corpo de Peter. Ele afastou pouco o corpo dela, ergueu-se da cama e seguia em direção ao banheiro.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Blake Harris em Ter 23 Set 2014, 11:27

Não Noah, você pode ter uma arma e correr pelado pela casa, eu deixo! UAHUAUHAH. DÃ.
Quando algo é normal com a Blake? Relaxa Noah ela não acha estranho, só tem raiva de não controlar. È muito ruim você não controlar algo.
Blake ouvia Noah em silencio e ela sorria de volta para ele. Tombava o rosto pro lado.
- Ah Noah, eu não sou uma garotinha frágil e nem sou feita de cristal, você não vai me quebrar, nem me machucar...Eu estive aí dentro, eu sei o que você faz...E diante de tudo que já vi...eu não vou te julgar, você teve seu passado, é obvio que agora é responsável pelo presente e futuro...mas eu não estou aqui para julgar...
Encolheu os ombros.
- Claro que posso sentir vontade de quebrar sua cara por isto...
Mordia ainda mais o pirulito sentindo o afago aos cabelos, e logo batiam a porta. Blake deixava o corpo cair para trás encarando o teto em silencio.
E agora a mente começava a trabalhar, era como se não cansasse nunca. Noah retornava com a comida e ela começava a falar.
- Ele tinha uma tara por bonecas, pegava as garotas, injetava o veneno que ia nos matando lentamente, enquanto ia revistando a pele delas com cera, até elas se tornarem as perfeitas bonecas, que ele colocava a disposição pela casa, arrisco dizer que ele teve uma irmã que queria comer....
Deixou o olhar de canto cair em Noah.
- Ou que ele morou numa casa com várias garotas e está reproduzindo elas, ou com alguma garota especifica....Ficaram 6 garotas na casa...- E ela logo ergueu o corpo como se lembrasse de algo, os olhos iam aos de Noah. –Sete....todas mortas....
E por um momento Blake encarou a janela em silencio, o Peter havia matado aquela garota, por mais que ela estivesse já morta, Blake não queria acreditar nisto. Ela poderia até culpa-lo, ou agradece-lo. Mas era mais uma coisa para ela trancar dentro dela mesma.
- Ele não era muito alto, cabelos castanhos escuros, olhos também, mas usava uma mascara de cera ao rosto, para não identificarmos a feição dele. E ele não gosta de rebeldia...
Apontava os próprios lábios, enquanto aproximava-se da bandeja e é obvio que ela ia comer.
Blake Harris é extremamente forte se existiu algo que tirou ela do eixo algum dia, me conte que eu não sei.
Ela vai comer Noah sem qualquer tipo de problema, enquanto a mente já formula o perfil daquele imbecil. E toda a parte ruim? Todo o sangue, a dor, e o desespero que Peter a deixou. Isto vai guardado na mesma parte dela que você sabe que usa uma coroa de espinhos.

E era neste instante que novamente batiam a porta.

Blake Harris

Nacionalidade : Americana
Idade : 24
Cargo : Head Cheerleader
Humor : Cinica
Mensagens : 623

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Noah Valmont em Ter 23 Set 2014, 11:45

Pensar deste modo não vai lhe fazer bem, Blake.

Não quero você elaborando perfis.

Quero todas as informações. Quero saber como ele age, porque vou contra-atacar.

Não gosta de rebeldia, hein?

Esboço um pequeno sorriso.

Apanho o celular e mando uma mensagem para Justin, meu fiel escudeiro.

“Quero que faça upload deste endereço em um site anônimo, e envie para o e-mail dos moradores dessa pocilga. Tenho um amigo hacker que pode ajudar, você sabe quem. Faça isso pra ontem, Justin! Se conseguir, vai ganhar um aumento!”

Rebeldia? Como vai se sentir tendo sua casa de bonecas invadida por uma renca de curiosos, amigão?

Vai gostar de ter seu serviço sendo exibido por aí?

Sua privacidade sendo exposta sem qualquer respeito?

Vai gostar de mãos estranhas tocando suas bonecas?

Vai gostar de ter tudo revirado?

Não vão ser polícias. Não vão ser mãos treinadas.

É isso que você quer, não?

Mas não vai ser.

Vão ser curiosos.

Crianças e jovens idiotas.

Familiares desesperados que vão acabar com seu serviço.

1 x 1, otário.

Provas? Se alguém me culpar por contaminar provas (se é que isso um dia se voltar contra mim), vou encher o safado de porrada.

Esse cara é bom, não se esqueçam disso.

Abro a bandeja e Blake pode ver um jantar padrão americano. Arroz, purê de batatas com molho, carne assada e legumes. Faço um prato bem servido, caprichando ainda mais no molho do purê, além de um copo de suco.

Me sento atrás de Blake, com as pernas envolvendo seu corpo e passo a massagear seu pescoço.

- Esquece isso agora, ok? Tira a noite para descansar e não pensar em nada. Aqui, aparentemente, é seguro. E Aileen está longe, não corremos riscos de algum fantasma puxar nosso pé a noite...

Noah Valmont

Nacionalidade : London, UK
Idade : 24
Cargo : Residente no DU
Humor : Obscuro
Mensagens : 395

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Convidado em Ter 23 Set 2014, 11:48

E ficaram assim por um tempinho e quando Peter começou com os soluços, Aileen sentiu o corpo tremer em resposta e o enlaçou ainda mais, fechando também os olhos. Se pudesse, ela tiraria essa dor de você... Desde o começo, ela se simpatizara com Peter, e aquela exclusão que ele obrigava a si próprio lhe parecia proposital. Mas por qual razão? O abraço tornou-se mais forte, em consequência do desespero, e ela não fazia sinal de que o afastaria. Por isso, o contato foi quebrado pelo próprio Peter.

E ela não o impediu.

Enquanto este tornava a se ajeitar no banheiro, Aileen ficou no chão, ainda ajoelhada e pensando nas palavras de Peter, nos desabafos em meio ao choro crescente. Quem era 'ele'? Balançou a cabeça... Então, não era nada que envolvesse o sobrenatural agora? Um... assassino de verdade? E a maldita bruxa? Ok, depois colocaria os pensamentos em ordem. Enfim, se levantou e olhou para a cama.

É, uma cama.

Engoliu em seco, mas se censurou em seguida.

Fala sério.

Não estava com fome, apenas cansada. Por isso, ainda meio receosa, ela subiu no colchão, apoiando as costas nos travesseiros e puxando os joelhos até que estivessem dobrados e os abraçou. Encolhida e ainda pensativa. E Peter a encontraria da mesma forma quando voltasse para o quarto.

E quem sabe... estivesse melhor para começar a enriquecer o estoque de informações de Aileen.

Lembrou-se das pegadas na neve e...

Certo. O 'outro lado' permanecia os rodeando, só para não perder o costume.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite de calma e descanso.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum