Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 15:11

Horas antes.

- Faz tudo parte do plano.

Edge estava sentado, ok deitado em uma poltrona na casa Omega, usando o tão temido celular misterioso que Nate dizia não ter visto jamais. Nate, talvez o detalhe seja que ele é exatamente IGUAL ao outro, modelo, cor e tudo mais. Talvez você ja tenha visto ele centenas de vezes mas nunca teria descoberto que se tratava dele.

- Na verdade, faz parte de um plano maior. Um "ensaio" por assim dizer.

Ficava em silêncio, ouvido a risada do outro lado que fazia ele rir também.

- Claro que envolve a Mia...

----------

Mas de volta a nossa realidade, isso vai demorar para você saber um pouco Natalhie, especialmente levando em conta que você esta vendada. Isso ai, vendada! Quando você entrou na limousine, estava tudo completamente escuro. Se não fosse a voz de Edge você teria saído correndo! E ele pediu para você colocar essa venda...Pelo menos é macia e confortável. Lembra um pouco a sua mascara, da até um soninhoooooo.

E logo ele estava la, segurando as suas mãos enquanto você ficava levemente irritada com o fato de não saber o que estava acontecendo! Ajudava um pouco, e SÓ UM POUCO sentir o toque de Edge a guiando com todo o cuidado, aquele cheiro que sempre vinha do cabelo dele, a voz do garoto susurrando perto do seu ouvido a cada passo e aquela forma hipnotizante que ele conseguia agir. Não resistiu antes, agora é tarde!

- Quase lá...

Ela podia ouvir o som da porta do apartamento abrindo. Nossa Nate você sabe o barulho da porta? Ah claro, é seu apartamento. Havia esquecido. Enfim, ela podia escutar ainda apesar de baixo...Música de violino? É bom que não seja a Mia tocando! havia uma brisa agradável entrando pelo lugar, provavelmente uma das janelas estava aberta para criar aquela atmosfera ainda mais aconchegante. A cada passo a vontade de arrancar a venda era maior, e sabendo que Edge estava ali não era só a venda...Era?

- Ja pode tirar a venda.

E o que será que esta esperando você Natalhie?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Natalhie Archibald em Qui 16 Out 2014, 15:30

Finalmente terminava os dois modelos. E eles haviam ficado divinos! Aquele baile da primavera era o passaporte para o Estágio em um dos locais mais conceituados de Cambridge. E Nate tinha que conseguir.

MEU MEU MEU!

Recebia aquela venda que fazia parte do plano. INSANO, do hippie de ter uma noite hippie?

Okkkk então agora vou colocar esta venda e ser levada para uma piquenique brega na selva? Please, kill me.

Ok Nate suspirou fundo e finalmente colocou a venda, entrou a limousine, e já estava pensando seriamente em bater em qualquer tipo de vulto, movimento que sentisse, com a bolsa negra que estava sobre o colo, uma bolsa de mão DA PRADA. Noha. Edição única! Engole esta!

Sentou-se e cruzou as pernas ouvindo a voz de Edge fazendo com que ela não atacasse o motorista. E sim havia escolhido um vestido belíssimo para aquela noite, corte único. Um dos preferidos ela, de sua estilista preferida Vera Wang. Era um modelo que mais lembrava aquele branco da primeira noite de vocês Ed...Porque será.

A seda caia ao corpo com perfeição, haviam rendas ao busto denotando o mesmo, e ele descia até a altura dos joelhos. Um modelo ousado e que somente uma Archibald teria a petulância e classe pra usar. Os pradas negros tinham os saltos vermelhos acompanhando o vestido. A meia calça era também de renda.

Os cabelos caiam os cachos pelos ombros, e uma tiara de brilhantes negra emoldurava o mesmo. O Cheiro floral estava por toda ela.

- Espero realmente que isto tenha cabimento, Edge...Não me obrigue a te matar a tempo de não te matar no Luau de amanhã!

E era bom mesmo que tinha feito uma venda confortável, era o MINIMO!

A limousine parava e Nate deixava as mãos segurarem a de Edge, andando como uma Pata Xoca que não sabe pra onde vai, uhahuauaua.

Mas por mais que quisesse fazer ele engolir a bolsa Prada Modelo Unique uhahuahuaua. Ela sentia aquela voz ao ouvido, a presença dele...E desarmava....

- Ainda sinto vontade de te matar...

Era a resposta para o “quase lá”

E pode parando TARADO, ela AINDA só quer tirar a venda, uhauaua

CALA A BOCA

Não vou tirar nada esta noite, nem mesmo este vestido provocante Vera Wang.


Uahhauauhauauh


E então ele dizia que ela podia tirar a venda, ela já sabia que estavam ao apartamento deles, e ouvia aquele som que era agradável.


- Se for aquela depravada for jaquetas tocando aqui, você e ela vão aprender a voar...


Sacada...Aileen, Edge...Nate. Não é uma boa combinação.



Estendeu as mãos ao rosto e tirou a venda, deixando a surpresa aparecer.

Roupa

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 15:45

Se comporta cordéliaaaaaaaaaaaaaaa! Edge também tem um apelido bem carinhoso para você agora "Cordy"!

Como se não bastasse, tinha ainda a voz de Edge bem perto do seu ouvido Natalhie. E era tão próximo, quase sentia o calor do halito dele próximo ao seu pescoço, dava um arrepio, uma vontade de correr, de levar ele junto e de...Opa. Foco...

- Seja boazinha, vai valer a pena.

Não seja tão malvada com seu namorado Nate, ele realmente se dedicou dessa vez, porque é aquilo que você merece: Perfeição

E la estava.

Não a Mia, e nem a Aileen! Relaxa Nate!

Todo o ambiente estava com fraca iluminação, sendo que a mesma não era feita por lampadas. O lugar parecia completamente diferente, talvez pelo fato que ela nunca tinha visto algo desse tipo ali, e o cenário da noite anterior era realmente COMPLETAMENTE DIFERENTE. Logo que a venda era cuidadosamente removida dos olhos, Nate podia ver que estava diante de uma mesa cuidadosamente elaborada. Pelo visto realmente Edge não estav brincando quando havia dito que seria um "jantar romântico a dois"

- Senhorita...



Ela podia se virar para ele a tempo de ver o mesmo segurando a cadeira. Claro que ele vai puxar a cadeira para você sentar Natalhie, é o mínimo! O olhar "azulado" dele parecia devido a fraca luminosidade brilhar mais na direção dela, enquanto sorria. E falando em razões para sorrir Nate, ele não estava usando jaqueta! Na verdade ele parecia bem diferente, alinhado usando um terno sem grandes adereços e exageros, juntamente com a camisa branca mas sem gravata. Afinal de contas não precisamos ser tão formais ja que somos apenas nos dos aqui certo?

- Acho que depois das coisas tão...Agitadas ontem, merecemos um pouco de tempo...Para nós.

Mais tempo né, vamos fazer de conta que a menos de 24 horas vocês não tinham acabado de sair dali depois de uma noite...Bem, uma noite! Mas agora eram apenas vocês dois Natalhie, sem festa, sem multidões e grandes celebrações. Só Edward e Natalhie, juntos.

Vai ficar ai em pé para sempre?

ROUPA

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Natalhie Archibald em Qui 16 Out 2014, 16:32

Cordélia NOOOOOT

Nate ia seguindo conforme ele lhe guiava, mantendo as mãos as dele. Sempre com aquele colar, que Edge conhecia muito bem ao pescoço, mas o pingente dentro do vestido, junto ao colo, bem guardado.

Quentinho...

CALA A BOCA.

Ele estava próximo, ela sabia disto quando sentia o halito quente ao pescoço, que a fazia encolher os ombros, e vinha aquele arrepio pela coluna...

Edge... Comporte-se.

Be Careful.

Ele dia que ia valer a pena, e ela sussurrava.

- Você tem sua chance...

Nossa, se sentiu ameaçado agora, Ed?

Ela logo tocou o rosto e retirou a venda, revelando os olhos azuis, tomados por uma fraca sombra de cor dourada, e o rimel que ressaltava os cílios a la Boneca. Ela encarava aquilo e total silencio. E era verdade? Ele realmente havia planejado um jantar romântico? Com todos os detalhes cuidadosamente pensados?...

Ela ergueu o rosto e encarou ele com aquela roupa. Entreabiu os lábios mas não saiu nada. Ele puxava a cadeira para ela sentar, e ela o fitava no olhos longos instantes, mas ainda não saia nada.

Porque ela é um capeta.

CALA A BOCA.

Ouvia ele falar sobre merecerem um tempo para eles, mesmo depois de terem passado toda a noite anterior e madrugada e manhã juntos, e o dia todo por SMS, uahuahuauhauha.

Nate tombou o rosto lentamente pro lado, deixando um dos cachos irem junto, e ficou ali o fitando no mais absoluto silêncio. Até que finalmente, repousou a bolsa sobre a mesa. E suspirou fundo, estendeu a mão ao vestido ao quadril, acomodando-o para se sentar, e finalmente sentava-se a cadeira, deixando os claros olhos o seguirem em cada movimento, enquanto ele dava a volta e sentava-se também. E até que finalmente ela conseguiu falar.

- Isto tudo é por causa da caixa de bombons?....

Repousava as mãos sobre a mesa, deixando o corpo ereto em fina etiqueta, exatamente como fora acostumada desde pequena.


E os olhos passavam pelos detalhes na mesa, e por fim recaiam nele.

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 16:37

E ainda teremos a surpresa para o Luau...Ah sim o Luau.

Edge esperaria até que ela resolvesse se sentar, gentilmente empurrando a cadeira. Reparou como ele esta quietinho Nate? Ah não, você esta ocupada reparando em outras coisas né. Sei. Ele ouvia o primeiro comentário dela e aproximava o rosto, ainda as costas dela. os labios encostavam gentilmente e provavelmente de forma nem um pouco acidental beeeem próximo ao local da tatuagem enquanto ele susurrava no ouvido dela.

- Alias, você esta linda...

E só então ele iria até o outro lado. E sentava-se diante dela. Silêncio, um instante se silêncio para vocês que ja haviam passado por tantas coisas em tão pouco tempo, que parecia ser de alguma forma se extender por anos e anos, mas vocês estavam ali. Apesar que Edge geralmente não passar a impressão de ser o tipo de pessoa que sequer sabe diferenciar um garfo de salada de uma...colher, ele não parecia ter dificuldade alguma com os guardanapos, com a maneira que se movia ou até mesmo na suavidade dos gestos.

- Não... "Isso é tudo" por sua causa.

Logo em seguida a que ele falava, alguém se aproximava e servia a bebida, preenchendo o calice diante dos dois. A falta de luz também não deixava ver de quem se tratava. Podia ser qualquer um desde a Dra. Calavan até o "Motorista James", e isso também não havia sido coincidência. Edge continuava ouvindo, mas a mão dele gentilmente ia de encontro a da namorada. Ela poderia reparar ainda em um detalhe que havia passado despercebido uma vez que ele estava usando o relógio que ela havia dado. E se Edge parecia descuidado com camisas e roupas, aquele relógio parecia sempre que tinha recém saído da caixa.

- Saúde...

O cheiro da bebida era suave. Até o vinho era certo para o peixe que viria com o sushi Natalhie. Ela sabia, mas no mundo dentro da cabeça dela Edge não deveria saber! Mas ele não parecia surpreso com nada, natural como sempre. Ele esperaria horas e horas até você brindar aquela taça Nate, da mesma forma que esperou dias, semanas, meses até você estar pronta para aquele relacionamento, e ele precisava demonstrar o quanto era grato.

- Respondendo a sua pergunta de mais cedo, eu sempre fui apaixonado por você. Mesmo que não soubesse o que sentia ao certo, eu sempre soube que existia...Algo que me atraia sempre em sua direção Natalhie...

Intuição talvez? Chamem como quiser.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Natalhie Archibald em Qui 16 Out 2014, 17:04

Ela sentava-se com cuidado, e era obvio que notava o jeito mais quietinho dele, o jeito mais formal, e era assustador. UAUAUAUUHA. Porque ela não estava acostumada. Sentiu o toque dos lábios ao pescoço junto aos fios castanhos, e finalmente se sentou, ouvindo ele falar que ela estava linda, os olhos o seguiam completamente atonios.


Quebrou a Nate, uahuaua.


Observou ele se sentar, e via a forma como ele se portava na mesa, com etiqueta, sabendo exatamente onde ficar o que...


Helllooou Edge é um rock star rico, você acha que este é o primeiro jantar formal dele, e que ele realmente não sabe se portar Nate? Que ele é um hippie pobre? HUAUAUHAUH


É..Eu sei que ele não é pobre....mas ver assim...assusta né?...


E ela logo perguntava se era por causa da caixa de bombons. Exatamente porque ele ficou muito bravo com aquela caixa, achando que ela tinha algum tipo de admirador secreto. Devia ter..Agora se era um admirador...


Fica para depois né, Ed?....


Ele dizia que era tudo por causa dela, e logo vinha alguém servir a bebida. Nate nem se incomodou em olhar quem era. Ela raramente olhava para alguém além dela, e neste momento, aqueles olhos azuis tão egoístas, eram somente seus Edge. Sentia então a mão dele tocar a dela a mesa, a mão tão pequena, o pulso envolto em uma pulseira de rubis, e logo via o relógio ao pulso dele, intacto.


A outra mão apanhou a taça, e ela brindou com ele, enquanto levou a taça aos lábios, deu um gole ao vinho, molhando os lábios, e logo colocou a taça a mesa. E então ele respondia a pergunta dela de cedo. E Nate suspirou fundo, e deslizou a ponta dos dedos, pelas costas das mãos dele, enquanto falava.



- Naquele dia....no SPA.....Que você teve certeza que eu não era exatamente uma boa menina....E você me olhou daquele jeito, como se algo dentro de você tivesse se quebrado...Eu realmente achei que nunca mais ia me olhar do jeito que me olhava....


Aquele jeito....que só você olha Edge, ou talvez você seja o único que ela se importa em saber que olha.


- Achei que estava tudo perdido ali....Eu senti isto....Eu sempre senti....


Os olhos não desviavam dele um instante sequer e a mão ainda brincava sobre a dele, de acariciar.


- E depois....Foi quando você me beijou pela primeira vez, lembra?...


Porque eu morria mas não te contava que eu sabia Edge, que eu senti...E que eu estava lá...E foi a primeira vez que eu “morri”



- Eu nunca te contei isto....Mas...foi quando eu me apaixonei...naquele beijo, naquele toque, no meu ultimo momento...Quando achava que tinha te perdido....




Ela abaixava o olhar por um instante, encarando a mão de ambos juntas, se acariciando e sussurrava.



- E quando você me abraçou daquele jeito....eu tinha certeza que estava completamente...perdida por você....

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 18:41

Ah claro, essa era a grande questão: Edge sabia como agir, ele apenas não ligava para isso e para basicamente nada. Parando para pensar, ele também de certa forma era uma criança mimada: Ninguém dizia como ele deveria agir então... Ele fazia o que queria, como queria e quando queria. E naquele instante, o instante de vocês dois Nate, ele queria. Então não vai ser isso que vai estragar a noite.

E ela falava aquilo. Ok, Natalhie, você conseguiu. Edge ficou com a boca entreaberta sem reação.

- Eu achei que... Eu quem iria lhe surpreender hoje.

Felizmente, logo o momento era quebrado pela mesma presença de antes. Tão logo quanto a figura misteriosa aparecia e "trocava" o prato, parecia ir embora uma vez que Edge dizia com calma que seus serviços não eram necessários. É Natalhie, agora vão ser apenas vocês dois. Por favor se for para correr se importa que seja na direção do quarto? Até mesmo porque acho que seria meio tarde para você começar a correr agora. Esse momento se perdeu meses atrás. Mas voltando ao seu jantar, Edge nem mesmo tirava o olhar do rosto de Natalhie. afinal ja havia refletido várias vezes que ela era a única razão de grande parte das coisas. Sucesso, popularidade, presidência, faculdade, fama, dinheiro, qualquer outra coisa. Abriria mão de tudo aquilo apenas para estar com Natalhie. É, ele também gosta mais de você do que você pensa Nate.

- Isso é tudo, obrigado.

Edge parecia não ter dificuldade para segurar os Hashis. Ok Natalhie, você deve estar imaginando coisas mesmo, porque até aonde lhe competia Edge não deveria sequer saber o nome daquilo! Devia achar que eram apenas gravetos! Vai ver você esta imaginando tudo isso, sonhando acordada deitada em seu belo quarto repleto de pradas em algum canto do mundo. Mas não parece, é real demais. Todos os sentidos deixam claro que aquilo realmente estava acontecendo de forma que não conseguia sentir medo algum. Afinal era Edge, e ela aprendeu a confiar nele de uma forma que nunca quis, e a pior parte é que além de tudo gostava de cada segundo disso.

- Digamos que... Uma vez, a sua "defesa para me manter longe" funcionou. Mas não foi por mais que um breve instante.

Afinal de contas, logo eles estavam sós e...Bem ela morreu pela primeira vez. Edge sempre desconfiou que você se lembrava daquilo, mas jamais SONHOU que você lembrava do beijo. Nunca, jamais. Ele notou sua reação com o abraço e isso te denunciou mas... Não havia como saber daquilo. Ela tinha falado daquele momento, e era algo muito difícil para ele sequer imaginar.

- Eu achei que tinha perdido você para sempre. E só queria mais uma chance de...Fazer as coisas de maneira diferente. Você disse que gostaria de tentar, e tudo que eu quis naquele momento foi tentar. Eu me senti tão vazio e...

Edge balançou a cabeça negativamente e sorriu, tocando a mão dela de leve mais uma vez. Ela havia falado do abraço, era uma lembrança melhor, reconfortante. Ele lembrava claramente daquele instante...Você ainda tem aquela saia de tenista Nate? Onde podemos comprar algumas?

- Eu teria beijado você ali mesmo se soubesse disso...

Sorria, e baixava a cabeça voltando atenção para a comida. Ora bolas você não estava com fome e cansada da comida da DU? Então! Aproveite e coma, aproveite cada instante de paz que seu namorado parece sempre capaz de proporcionar, daquele jeito maluco que só ele parece ter. Comam, comam! Vocês vieram pela comida ou apenas pela sobremesa?

Não respondam!

Prato

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Natalhie Archibald em Qui 16 Out 2014, 19:29

Nate mantinha os olhos aos dele, e via a forma como ele ficava sem reação. Ouvia ele falar sobre quem surpreendia quem, e arqueou a sobrancelha, tombando de leve o rosto pro lado. É...Nunca pensei que um dia ela te contaria isto Edge.

Acho que nem mesmo ela entende porque contou. E logo vinha aquela presença, que servia os pratos, Edge dizia que isto era tudo. E agora Nate tinha certeza que iam ficar sozinhos. Ela estendeu a mão e apanhou os hashis, vendo que Edge fazia o mesmo.

E não é que ele tinha um Principe dentro dele, só que ele simplesmente não queria ser...E não precisava Edge, ela se apaixonou pelo Hippie mesmo. Mas ter um momento como aquele depois de tudo que vocês passaram...Era mágico.

Nate logo apanhava um dos itens do prato e levava a boca, o comendo. E com vontade. Estava com forme Natezinha?...
Ou é fome de outra coisa? Uhauhauauha!

E mantinha a outra mão sobre a dele, enquanto comia. E agora ele falava daquele momento em que realmente ambos pensara, que todo iria acabar. E mesmo depois de serem namorados já, ouvir ele falar que fora somente um breve momento, dava alivio, dava paz ao coração.

E agora ela falava do beijo, que lembrava do beijo, do toque, do sabor dos lábios, mesmo no momento mais amargo de sua vida, lembrava-se como aquele beijo tinha sido doce. E ele agora falava de como havia se sentido, ela sentia o toque a mão e ela consentia em positivo com a cabeça, como quem sabe e entende exatamente do que ele está falando.

Ela tenho muitas saias de tenistas, Edge...Você nem imagina

CALA A BOCA.

E ele dizia que a teria beijado e então ela sussurrou.



- Você tinha dado o primeiro passo Edge naquele dia, o segundo tinha que ser meu...

Falava se referindo ao beijo que ela deu nele, que todos achavam se tratar do primeiro, do beijo que quebrava toda o medo, o receio, e toda as barreiras. Mas somente os dois sabiam que não tinha sido o primeiro.

Via aquele sorriso dele se formas nos lábios, e não pode deixar de sorrir de volta, daquele jeito que ele sabia que ela só fazia raramente, e somente pra ele.

Apertou de leve a mão dele e murmurou.



- A gente sempre consegue tudo na hora certa. E eu não vou parar Edge... Não deixe que alguém, nos diga que devemos ser felizes com o que temos. Sempre há mais, e não existe motivo para que nós não tenhamos tudo.

Ela deixava o sorriso se desfazer ao pouco, a medida que a comida era levada aos lábios. E nossa ela come com vontade hein ? Parece que não come a semanas.

Credo Nate que atitude de pobre, uahuahuauhahua

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 19:56

Talvez da mesma forma que ele nunca quiser o líder, ele nunca quis ser o príncipe Natalhie. Ele não gosta de pensar muito em como agir, ele simplesmente age. Mas claro que não chega algo "ruim" de ser feito. Se existe alguém que merece isso, seria você. Ou ao menos na maneira de Edge ver as coisas, talvez seja só ele que pense dessa forma mais isso não representa esforço nenhum se for para você.

Por isso vocês estava ali, comendo, tendo um momento especial, perto da perfeição, talvez único. Porque mereciam, porque era tudo que você queria e tufo que ele queria era ficar com você.

- Eu tenho você Natalhie... E eu quero tudo, ao seu lado.

E essa frase não precisava sequer ser muito justificada, afinal de contas ele nunca deixava nada ficar entre eles. Enquanto ambos comiam, ela podia se lembrar de tudo que haviam passado. Ele mesmo havia debatido com a própria mãe e as palavras apenas pareciam vazias e sem sentido.

É, ele ta bem ferrado.

Mas ja que estamos falando do passado...

- Você sempre me atraiu Natalhie. Não leve a palavra ao pé da letra mas...Eu sempre me senti "movido" em sua direção. Queria estar perto de você, realmente próximo. Mais perto que você queria, permitia, desejava. E..aqui estamos. Até mesmo agora, a vontade de ter você nos braços...

E sorria, não para desarmar você Nate, porque ele sempre sentia vontade de sorrir olhando em seus olhos de boneca, em seu rosto lindamente desenhado e a expressão que você fazia apenas ao olhar para seu namorado. Ele acariciava lentamente a mão em meio a dele, aquele toque tão desejado e mesmo sendo tão simples era capaz de despertar em ambos uma série de sensações ao mesmo tempo. Ele ficava em silêncio, olhando o prato que não demorava para estar vazio.

- Na verdade...

Ele logo dizia, antes de levantar-se e ir até aonde Natalhie estava após contornar a mesa. Aproximou o rosto do dela, fazendo com que os olhos ficassem bem próximos, falando devagar e baixo já que não havia necessidade de ser de outra forma.

- Eu acho que ja me comportei demais.

Antes que ela entendesse ou reagisse, a beijava. E era como se tivesse certa urgência naquele beijo, em demonstrar, em sentir, em completarem um ao outro. Tão lgo sentia a mão dela próximo do pescoço, Edge fazia o que tinha dito e pegava ela nos braços em um gesto rápido. Antes que você percebesse nem estava mais sentada Nate. Viu só? Ele até te carrega... Restava saber para onde.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Natalhie Archibald em Qui 16 Out 2014, 21:10

Nate ouvia ele dizer que tinha ela e queria tudo ao lado dela, e ela logo sussurrava de volta.

- E você vai ter tudo Edge, tudo que você sempre sonhou...
Ela a ultima frase antes de começar a atacar a comida. Nate era insana, comia daquele jeito e tinha aquele corpo magro? Que genética maluca! Uhauauhaua. Ela não demorou a atacar os shushis e sashimis e logo o prato estava vazio.
Deixava os hashis a mesa quando ele também terminar de comer e logo começava a falar novamente. A forma como ele sempre fora movido na direção dela, como sempre desejou estar próximo.

Exatamente por isto ele sempre esteve lá quando você precisou Nate, sempre cuidou de você mesmo quando você fazia de tudo para afasta-lo.

Ele foi contra tudo e contra todos, até mesmo contra você e permaneceu do seu lado.

Até suas defesas acabaram, e você notar que ele era a única pessoa do mundo que poderia ou que queria deixar chegar perto. E ele falava a ultima frase que fazia Nate suspirava fundo e abaixar um pouco o rosto ficando sem jeito. E desarmava mesmo.

Ela piscava os olhos, aqueles obres azuis cristalinas, com os cílios grandes e ressaltar o olhar de boneca. E é exatamente por isto Nate que todos te associavam a uma boneca. A caricia vinha a mão e ela logo entrelaçava os dedos aos dele, apertando a mão dele de leve, exatamente porque todo aquele clima, as palavras e os toques sutis, envolviam ela naquele misto de sensações e a deixavam entorpecida pela vontade que sentia dele.E então ele dizia aquilo e logo se erguia. As mãos se soltavam e logo os olhos azuis seguiam os movimentos dele.

Ele aproximava o rosto daquele modo e em nenhum momento os olhos saíram dos dele. E ele falava daquele modo, que fazia Nate morder bem de leve o lábio inferior, porque ele a estava provocando, e ele nem precisava fazer nada, eram só as palavras colocadas daquele modo...

E mal teve tempo de fazer qualquer coisa, sentiu os lábios virem aos seus, naquela urgência do beijo, o tronco ia um pouco pra trás na cadeira, e logo a mão dela tocou o ombro e ia deslizando ao pescoço dele, buscando a nuca, logo a outra estava ao outro ombro dele, e o beijo se prolongava, ao mesmo tempo que o pequeno e frágil corpo de Nate era erguido ao ar, e ela deixava os braços envolverem o pescoço dele, Os lábios não se desgrudavam nem por um segundo, os pés sacudiam ao ar, e quase por displicência um dos Pradas caia ao chão, e ela parecia nem se dar contra, enquanto o rosto tombava para o lado e o beijo ficava mais intenso, ele a carregava.

E ela ia...Afinal todo Principe carrega sua Princesa. Resta saber para onde...

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 21:16

Edge carregava ela pelo apartamento, não que ela tivesse muita escolha ja que estava sendo literalmente carregava. Logo ela podia perceber que estavam no mesmo quarto dele, mas devidamente arrumado Srta. Archibald. Afinal tinha que ser perfeito. Ele deixava Nate sobre a cama, sentando próximo a ela, acariciando seu cabelo.

- Obrigado por estar aqui...Comigo. Resumidamente, por tudo até aqui.

Aproximaria-se dela mais uma vez a beijando devagar, com uma das mãos na altura do pescoço, a tocando lentamente em uma doce caricia que descia pelo seu ombro, sentindo a suavidade do vestido com a mão. Mantinha o corpo próximo ao dela, admirando cada centímetro daquela beleza que somente ele era capaz de desvendar.

- Amo você...

Dizia em meio a um suspiro, ja que ela parecia gostar tanto. Ficava ali perto, olhando para ela até que Edge sorriu olhando algo por cima do ombro dela, deixaria ela se virar para entender do que se tratava. Não demoraria muito para entender a razão dele te-la trazido até ali, ou ao menos uma delas ja que estavam na cama e... Ok, deixando de lado os pensamentos que compartilhamos com Blake, ao menos havia uma "desculpa"



- Eu prometi sorvete no final das contas...

E aproveitando que ela estava virada em outra direção olhando para o que tinha ao lado da cama, ele aproximaria os labios devagar da nuca dela, arrumando o cabelo. Olhava mais uma vez a tatuagem com atenção e a beijava devagar, a tocando com a ponta dos dedos em seguida. Provocando, brincando, ou os dois...

- É o minimo ja que alguém me ensinou a ser um pouco egoista, e eu acho que você merece. Ah sim, eu dispensei o meu motorista... E o seu. Não tem taxi essa hora sabe? Eu sei que não podemos passar o resto de nossas vidas aqui, então vou ter que me contentar que hoje você não vai a lugar algum...

Convenhamos que fomos o único casal que não FALTOU a aula hoje Natalhie, acho que somos muito comportados, tanto que merecemos "escapar" dois 2 seguidos na semana...A gente se comporta mais depois. Prometo... Mas não muito.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Natalhie Archibald em Qui 16 Out 2014, 21:48

Ela deixava ele carrega-la, mantendo as mãos apoiadas aos ombros dele, e em pouco tempo estavam ao quarto, os olhos encaravam tudo arrumado. Nem sombra do apartamento de ontem. Assim que ele a colocou a cama. Nate deixou o outro Prada cair ao chão, e deixou as pernas uma sobre a outra, de lado, sentada a cama, os pés juntos, e as pernas levemente expostas pelo vestido que ficava as coxas. Ela sentava-se ali e vinha acariciar seus cabelos, e quando ele disse aquilo, ela aproximou o rosto e selou os lábios aos dele.


- Dinada!


Ai ai...Nate sendo Nate!


As mãos envolveram então o rosto dele, e logo o rosto ficou mais próximo deixando o beijo se prolongar novamente, a língua tocar a dele, causando aquela sensação que arrepiava o corpo por completo, querendo que o contato de pele ficasse mais intenso, fazendo o corpo se aproximar mais do dele, quase como se fosse chamado. A mão de Edge descia pelo delicado ombro, passava pela fina alça ao mesmo, e logo ele podia sentir o tecido suave, seda.


Ouvia ele falar daquele jeito no suspiro, e ela murmurava com os lábios recostados aos dele.


Eu também me amo...


HUAAUAU


CALA A BOCA, SOME DAQUI.




- Também...acho...amo você, Ed...


O rosto se afastou um pouco apenas para olha-lo encarar algo por cima do ombro dela, ela o fitou alguns instantes e logo virou lentamente o corpo, para ver aquele bolo de sorvete diante de seus olhos.


Cuidado ao mencionar a Blake no seu turno Edge, pode ser fatal...


Ai que eu já estou tendo ideias com este bolo...


Sai Blake...


Nate ouvia ele falar, e ela logo estendia a mão e apanhava o prato de sorvete e a pequena colher, pegava um pedaço do bolo, e levava aos lábios, quase ao mesmo tempo que sentia os lábios dele tomar sua nuca, os olhos de Nate fecharam-se lentamente, enquanto o gosto do sorvete misturado a sensação dos lábios do namorado a faziam suspirar.


Os cabelos caiam facilmente para um lado revelando a tatuagem bem feita a ele, e ele podia notar o tronco se contorcendo com aquele toque, arrepiando-se, encolhendo. O beijo a fazia quase soltar um gemido, enquanto ela mantinha a colher do sorvete a boca. Virou lentamente o rosto para ele, buscando seus olhos, enquanto ouvia ele falar daquele jeito.


E definir aquela noite.


Você é minha!


E sim fomos os únicos comportados de hoje Edge, e ainda enfrentamos a Hilda Cavalão, vulgo sua mãe.


Nate levou outra colherada do sorvete a boca, e os olhos azuis buscaram o do namorado.




- Eu gosto quando você é egoísta...


Deixava um sorriso tocar os lábios bem de leve, enquanto o dedo indicador ia ao sorvete em meio ao recheio do bolo, molhando-o ali, e logo o mesmo ia até o lábio inferior de Edge, passando o dedo ali, “sujando-o” com o sorvete.
O rosto ficou mais próximo do dele, e ela logo deixava o bolo de lado aonde havia pegado, a mão tocou a nuca dele, e ela recostou a testa a dele, enquanto sussurrou.




- Acho que é nessa parte...que você....


Ela sorria imitando a mesma frase dele da noite passada, mas com alguma diferença.


- Me rouba pra você....


E não falaria mais nada, os lábios recostavam aos dele, e logo sorvia o inferior dele, tomando do gosto do sorvete, deixando ele sentir o mesmo a boca dela, enquanto o beijo se prolongava, e o corpo já buscava o abrigo de sempre ao corpo dele.


Talvez...Possamos mesmos ser um pouco menos...comportados.

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Qui 16 Out 2014, 22:13

E ela era tão leve, tão frágil...Realmente era uma boneca de vestido de seda vermelho, pés descalços e usando aquelas meias. Edge sempre gostou das suas pernas Natalhie, mas isso não é exatamente um segredo. Sentia o material das meias com a ponta dos dedos, ouvia ela agradecer e sorria balançando a cabeça negativamente.

Ela dizia que o amava, e era impossível não sorrir ouvindo aquilo. Ele sabia Natalhie, mas ouvir de sua boca era completamente diferente. E logo ela olhava o bolo, e não que isso fosse fazer ele deixar de provoca-la. Você pode ter ganho sorvete Nate, mas com essa sua reação eu prefiro ficar bem aqui...

- Eu senti isso...

Comentava com os labios junto a pele dela, descendo pelos ombros, descendo uma das alças a provocando ainda mais. Natalhie logo voltava sua atenção para ele e também fazia sua parte da "brincadeira" com o sorvete. Deitavam-se lado a lado e ela susurrava e ele mais uma vez sorria.

- Você é minha Natalie Archibald...

E sentia o beijo misturado com o gosto do sorvete, o perfume dela, a sensação do vestido de seda, tudo ali misturado como uma única sensação. A abraçava junto ao corpo dele, desejando aquela aproximação enquanto arranhava de leve as meias nas pernas com os dedos, resultando naquele arrepio que provocava...

- Toda minha.

Beijava o pescoço dela devagar, descendo pelos ombros descendo a outra aba do vestido que aparentava ser tão frágil quanto ela. Em meio a todo aquele desejo, aquele mar de sensações, desejo...E que parecia ser tão certo e perfeito.

Com toda certeza podemos não nos comportar bastante...Quase nada.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Jantar a dois [@Edge's Apartment]

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum