Epilogo Pós temporada [@Edge's Apartment]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Epilogo Pós temporada [@Edge's Apartment]

Mensagem  Convidado em Seg 27 Out 2014, 13:36

O silêncio em meio ao apartamento de Edge só era quebrado pelo som de pedras de gelo caindo uma após a outra dentro de um copo apropriado para a bebida de suas escolha. Entretanto, ele apenas carregava a garrafa e o copo na direção do quarto. Uma vez la, sabia o que fazer: Retirava alguns livros do lugar e revelava um interruptor. Ao aciona-lo, ouvia um "click" e empurrava o móvel revelando uma porta a um lugar não visto antes por outras pessoas.

Ele adentrava e logo via a fria mesa de metal a frente, juntamente com uma cadeira. Antes de sentar, ele ia até o painel na parede e digitava um código que fazia o display do mesmo ficar na cor verde. Edge sentava-se e ligava o computador que estava encima da mesa. Olhou para o copo de bebida com gelo e a garrafa de Whisky antes de começar a digitar lentamente:

"Ryan

Não sei se vai receber isso, da mesma forma que não sei o quanto sabe dos últimos acontecimentos. Kirsten deve ter ficado surpresa ao saber do retorno de Owen, mas nem tanto quanto eu fiquei a saber que Kiran também estava com ela. Sabendo com que é casado, vou imaginar que Alexandra deve ter lhe passado um resumo melhor que eu conseguiria fazer.

Eu não estou esperando uma resposta ou explicação sua com relação ao retorno dos mortos de uma suicida, estudar em DU faz desistirmos das coisas fazerem sentido. Da mesma forma,tenho minha própria maneira de levar as coisas, e ela nunca pareceu tão fragil e vulneravel quanto agora. Qualquer um eu meu lugar ja teria ido embora, se afastado daqui o mais depressa possível e tentado esquecer lembranças ruins que insistimos em acumular.

Mas eu não posso, não agora.

Talvez porque você tenha ido, e tantos outros da mesma forma. Eu preciso ficar, eu preciso resolver as coisas. Quando tudo perde o sentido é hora de recomeçar, e estamos recomeçando. Cada um a sua forma e a sua maneira...Apesar que eu confesso não saber como faze-lo. Mas eu me senti perdido quando cheguei Ryan, e aos poucos me reencontrei. Eu preciso acreditar que ainda existe uma razão para eu estar aqui, e que o tempo vai resolver isso de uma forma ou de outra.

DU mais uma vez esta pronta para mais uma festa, e sabemos o que significa. Eu vou manter os olhos abertos enquanto outros apenas querem esquecer. É a minha forma de resolver as coisas, e funciona tão mal quanto a deles. Eu nunca quis ser o protagonista mas se esse jogo permanece me arrastando de volta, eu não posso deixar que eles vençam definitivamente.

Desculpe arrasta-lo mais uma vez a tudo isso, mas me pareceu o certo a fazer.

E meu conceito de "certo" anda confuso demais para ignorar o pouco que tenho.

Cordialmente

E."


Edward aguardava a mensagem ser enviada enquanto servia a bebida. Levantou-se após ver a confirmação do e-mail com o copo deixando a garrafa de lado. Caminhou em direção ao único outro "Móvel" daquela sala parando diante do mesmo enquanto girava vagarosamente o copo em sua mão em sua mão, fazendo o gelo se deslocar pela superfície enquanto ele levava a bebida em direção aos lábios. O Whisky tinha um gosto encorpado mas porém forte, Edge não bebia com uma frequência grande mas aquela situação solicitava. Largou o copo sobre a mesa e pegou uma caneta e aproximou-se do mural. Foi até uma data em específico e acrescentava algumas informações:

Owen Brewster "Lonely"
Status: Morto/North Wrath Beach

Kiran Lucian "Lonely"
Status:Morta Presa/North Wrath Beach

Largou a caneta e mais uma vez a trocou pelo copo quando viu seu telefone vibrar encima da mesa. Apesar de nenhum registro aquele numero estar em seu celular, ele não estava surpreso. Pegou o mesmo com a mão direita enquanto parava diante das informações ali contidas no mural:

- Eu estava imaginando se você iria ligar. Claro que imaginei que saberia o que aconteceu, mas ambos sabemos muito bem o que penso do passado. Eu prefiro focar meus esforços para o futuro, e é exatamente por isso que estamos conversando...

A sua frente,  Havia um calendário com diversos dias marcados, cada um remetendo a uma linha vermelha geralmente "ligada" a uma manchete, a nomes e fotos. Tudo que havia acontecido na universidade estava ali. Haviam nomes, recortes de jornal, papeis com anotações e até mesmo ilustrações. Lugares eram destacados em um mapa e tudo parecia se cruzar de várias formas que só faziam sentido na cabeça do rapaz. Estava de frente ao mesmo com ambos os braços descansando lateramente ao corpo quando ouviu a voz no celular mais uma vez.



- Eu preciso de um favor... Mãe.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum