Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Sab 09 Maio 2015, 10:30

avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Sab 09 Maio 2015, 18:47

A situação no Pub foi contornada por Nate e Jeff. Louise não mentiu quando desmaiou nos braços de Nate, afinal, ela não tinha como saber que eles estavam simulando que havia algo de errado em sua bebida. Havia algo de errado com sua cabeça, mas logo isso também será explicado.

Louise não sentiu quando Edge a carregou nos braços, mas ela ficou parecida como uma princesa.

Seria a nova Bela Adormecida de Duxhill?

A jaqueta cobria seu corpo e o fato dos amigos andarem juntos também evitava que outras partes ficassem expostas. A bolsa e o celular ficaram por conta de Nate e Jeff. Já o maserati, ficaria no estacionamento do pub até segunda ordem.

Foi um dormir sem nenhum tipo de sonho.

A mente é como um computador e, no caso de Louise, o dela tinha pifado um pouco. Aquela imagem tinha despertado seus maiores pesadelos e demônios, de modo que a mente dela não aguentou e ela simplesmente apagou.

Só que não por muito tempo.

O corpo logo começou a estranhar aquela cama que não era sua. Aos poucos seus instintos foram despertando.

E os olhos se abriram.

Olhou para aquele teto desconhecido e passou a mão pelo lençol macio. Virou a cabeça para o lado e havia um despertador.

O relógio indicava que eram 2h da manhã.

Fechou um pouco mais os olhos, massageando a cabeça e levantou-se.

Aquele não era seu quarto. Aquela não era sua casa. Tampouco o Pub.

Onde ela estava?

O coração dela começou a disparar e Louise levantou-se.

Estava limpa, pelo menos com uma camisola mais comprida – talvez uma mais velha de Nate ou uma blusa larga de Edge. Os pés estavam descalços, mas suas roupas estavam dobradas numa cadeira.

Começou a caminhar pelo lugar, abrindo a porta do quarto.

Não sabia quem era o dono daquele lugar. Mas o coração dela disparou quando se lembrou das fotos do celular.

Os passos ficaram menos corajosos à medida que ela atravessava aquele corredor.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 00:48

Louise estava em um luxuoso quarto, a cama era extremamente confortável. Os lencois de seda eram de cor dourada, e a cama era king tamanho ainda maior personalizada. A decoração era moderna e de bom gosto, mas com pequenos enfeites em tom vitoriano. Havia um lustre grande de cristais no centro do quarto, um longe, uma mesinha, havia a porta que dava ao closet e depois ao banheiro.


Tudo ornado em luxo. Louise estava vestindo um pijama também de seda, de cor rosa. O mesmo parecia ter sido escolhido com cuidado, dando segurança a ela


E SEM SER BREGA E MUITO MENOS DE FREIRA HONEY


Cala a boca Nate, volta pro seu turno.


Mas eu quem escolhi o pijama.


Mas eu quem estou turnando, você está dormindo no quarto ao lado com Edge.


Devia ter posto você pra dormir na lareira, e de preferencia com ela acesa.


[url= http://img2.mlstatic.com/s_MLM_v_V_f_3782882246_022013.jpg]Pijama.[/url]



Assim que Louise se erguia da cama, pisando no piso de mármore, podia ter noção da grandiosidade do quarto que estava a meia luz, era possível ver a vista da cidade pelas janelas que rodeavam o ambiente.


Logo ao lado da mesinha havia um bilhete escrito com a Letra de Natalhie.




“LouLou, você está no MEU apartamento. Está tudo bem, não se preocupe com nada. Eu cuidei de tudo. Apenas descanse, está segura...

Queen N’...

Obs: Temos um desagradável convidado dormindo no sofá. Estava caridosa hoje.

 


Caso Louise optasse por abrir a porta do quarto de madeira maciça, podia ver-se a um corredor, haviam mais dois quartos, um deles certamente o principal onde Nate e Edge estava.


Dava para ver ao parapeito a sala la embaixo, luxuosa e grande, com janelas a rodea-la por completo, deixando a linda vista da cidade.


Ao sofá, estava Jeff, dormindo coberto por um cobertor grande, como sempre, largado, os pés pra um lado, o braço pro outro, e o chapéu no rosto o cobrindo.


A casa estava completa silenciosa.
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 01:19

Louise parou no meio do corredor e voltou correndo para o quarto. Fechou a porta novamente e começou a respirar fundo.

O que estava havendo com ela?

Onde ela estava?

Como tinha acordado no susto, ela não tinha percebido o bilhete que tinha sido deixado para ela. Pegou e começou a ler sem acreditar no que estava lendo.

No entanto, tudo fazia sentido.

O lugar luxuoso, o pijama muito bem escolhido, a cama confortável.

Então o que tinha acontecido no pub era bem legal.

Releu mais uma vez a parte sobre terem um visitante dormindo na sala. Apenas um nome veio à mente de Louise

- Jeff...

Ela sussurrou e então começou a refazer todos os passos dela.

Os pés descalços não faziam barulho sobre o belíssimo piso do corredor. O cabelo caía até metade de suas costas, fazendo os cachos nas ponta e a franja ainda estava meio jogada.

Ao chegar na sala, ela não se importou com a vista e ficou observando o rapaz deitado no sofá.

Era realmente engraçada a forma como ele se largava até mesmo para dormir. Estava ali uma prova de que ele jamais mudaria.

E estava ali a prova de que ele manteria a palavra e a protegeria.

Da mesma forma que a protegera do frio, da mata, na dança. E das pessoas – ela não se lembrava completamente porque aquele episodio pareceu-se mais com um pesadelo e apenas flashes apareciam.

Louise engoliu em seco e se aproximou dele.

Mesmo que os braços dele não tivessem sido o local de conforto na hora do pânico, era ao lado dele que ela queria estar agora.

Sentou-se meio de lado no tapete e deitou a cabeça sobre os braços. Tinha feito isso perto da mão que estava para fora do sofá e ficou observando por um tempo.

- Não diga que eu preciso me desculpar com você de novo...

Ela sussurrou, mas não sabia se ele a ouvia o não.

Timidamente, ela levou a mão até a ponta do dedo dele e o tocou. Mas era quase como se não tocasse, de tão leve que era.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 01:36

Jeff permanecia deitado, e quando Louise se aproximasse poderia ver ele literalmente largado ao sofá. Um dos braços estava pra fora do cobertor, meio caído ao lado do sofá na direção do chão, o outro estava sobre o peito embaixo do cobertor. O rosto tombava-se pro lado sobre o travesseiro, e o chapéu estava por cima do rosto, encobrindo o mesmo. As pernas se estendiam até o final do sofá, e ele ao menos tinha tirado os tênis, ou Natalhie mataria ele.

E de fato, ele tinha dito que iria proteger a garota, e o tinha feito. Obvio que o estado que ela ficou depois de ver aquela reportagem da Gossip, o fez pensar muito antes de se render ao sono. Aquela reportagem falava de 3 pessoas. Barbara, Randy e Jesse. Ele conhecia muito bem os dois primeiros para saber que eles não abalariam Louise assim, e ela já havia visto eles na Universidade e nunca teve aquela reação.


Jesse...


Sempre ele...


O que diabos ele tinha a ver com Louise? E o que tinha feito aquela menina para deixa-la assim?.


E no meio disto tudo Randy e Barbara estão como cão e gato, destruindo um a vida do outro.


Foi com estes pensamentos que Jeff pegou ao sono.


Mas ele tinha sono leve, e mesmo aquele suave toque, o fez virar a cabeça, meio que despertando, as mãos iam até o chapéu, preguiçosamente e ele retirava o mesmo pro lado, e abriu os olhos com dificuldade, alias só abria um dos olhos, e encarava Louise ali sentada, com o rosto deitado a mão, com aquele pijama rosa. Parecia uma Ursinha.


Hahahaha


Logo o sorriso deslizou bem de leve aos lábios dele, porque ele ainda não havia despertado. E finalmente ele sussurrou algo.


- Bela Adormecida....
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 01:48

A cabeça estava apoiada nos braços que estavam ocupando um pedacinho do sofá. Pelo menos um deles, já que o outro tinha descido até a mão de Jeff. E ela encarava a mão dele e a dela num tocar que exatamente não tocava. Mas dava para sentir mais ou menos.

Ela fechou os olhos por um segundo, tocando os dedos dele.

[Olhinhos fechados]

Mas logo ouviu o comentário e abriu os olhos de novo.



A expressão estava um pouco mais seria, mas assim que os olhos encontraram o sorriso de Jeff, ela também esboçou um sorriso.

- Não sou eu quem está deitada como a bela adormecida...


Disse baixinho, mas com um certo toque de humor.

Só tinham os dois na sala e o apartamento era grande o suficiente para que eles pudessem ter a conversa privada. Mesmo assim, ela não queria falar muito alto.


Não parecia certo aumentar o tom no meio da noite.

E havia tanta coisa que ela queria falar. Tanta coisa que você sabia que estava errada.

Por onde ela podia começar?

A única coisa certa era que ela não conseguia mais dormir.

E que queria muito, muito, ir embora dos EUA.


A França nunca pareceu tão segura.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Duxhill Faculty em Dom 10 Maio 2015, 01:58

---


Última edição por Duxhill Faculty em Dom 10 Maio 2015, 02:00, editado 1 vez(es)

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill Faculty
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 160
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2077

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 01:59

Jeff ia despertando aos poucos, e logo ele abria o outro olho, era quando deslizava um pouco mais a cabeça ao travesseiro, e via o braço dela próxima, com a ponta do dedo dela, quase tocando na sua. Jeff suspirou fundo, e apenas a fitou em silencio, vendo-a fechar os olhos.
Ele sussurrava algo a ela, e logo via aquela expressão desaparecer enquanto ela brincava com ele, ele ria baixo e murmurava.
- Acho que iriam preferir dar o papel pra você, em relação a parte do Bela...
Piscava de leve a ela, e deixava ainda o braço naquela posição, com a proximidade. Mas arrumou um pouco a postura dele no sofá, para não ficar tão largado, os olhos focaram diretamente os dela, e ele logo sussurrou.



- Lou...se você não quiser me falar nada, você não precisa...Se quiser falar, estou disposto a ouvir qualquer coisa. Só tem uma coisa que eu não estou disposto a ouvir.
Ele finalmente deixava o corpo se erguer, sentando-se ao sofá. Ainda meio coberto com o cobertor, o olhar encarou diretamente a garota, enquanto ele reclinou as costas pra frente, e deixou os braços caírem entre as pernas dele, ficando assim mais próximo, deixando claro o quanto aquilo era sério.


- Que vai desistir, que vai embora, que possa existir alguma coisa neste lugar que tire as suas forças, ou o seu brilho. Porque eu já notei que Duxhill, tanto pra mim, quanto pra você, é a chance de um recomeço...A chance de uma nova vida...Uma boa vida...Então eu não quero ouvir você dizer que irá negar isto...É a única coisa que eu não quero ouvir Louise...Do resto você pode me contar qualquer coisa...- Encolheu os ombros e tombou a cabeça pro lado


- Ou não contar...
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 02:11

- É discutível...

Ela disse ainda com bom humor, mas aos poucos o silêncio foi pesado. Louise ainda o encarava fixamente e foram inúmeras as vezes que ela tentou abrir os lábios para dizer o que queria, mas simplesmente não conseguiu.

Voltava a fechar os lábios carnudos e engolia em seco. Tombou um pouco a cabeça e logo Jeff tomou a frente.

Claro que ela precisava falar, Jeff!

Como ela não poderia explicar o porquê dela ter agido como uma louca? Dela ser meio louca?

Engoliu em seco e se afastou um pouco para que ele conseguisse se sentar.

Era uma cena meio inusitada.

Jeff estava sentado no sofá, meio curvado na direção dela, com o cobertor separando os dois. Louise estava no chão, com o braço ainda meio apoiado no sofá, mas próxima das pernas dele.

Os dois se encaram fixamente e Jeff teve a certeza de que ela queria dizer justamente o que ele não queria ouvir.

- Eu pensei que fosse...

Louise sussurrou e meneou negativamente.

- Mas eu estou com medo.

Os olhos tremeram um pouco.

- Eu te conheço há dois dias, Jeff, mas é... Eu não quero dar essa responsabilidade a você, mas eu confio em você, como deixei de confiar na minha família. Existem...tantas coisas aqui...

Ela indicou o peito.

- E aqui...

E indicou a cabeça.

- Que você nem imagina. – Fechou os olhos, engolindo em seco. – Aquele homem na foto. Jesse...

Voltou a abrir os olhos para encará-lo.

- Ele é o motivo de tudo. É o motivo para que eu seja assim, para que eu tenho vivido os piores momentos da minha vida. E se você o conhece, você sabe que eu não conto com ninguém para me ajudar. Não contei há 5 anos. Não conto hoje em dia.

Encolheu-se um pouco mais.


- E se ele está tão perto, o que o impede de aparecer em Duxhill? O meu inferno voltaria. E...Ele me mataria dessa vez, Jeff...Eu não suportaria tudo aquilo de novo. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 02:34

Ele sorria de volta, ouvindo ela falar sobre ser discutível. Mas logo o silencio tomou a sala. E ele nem imaginava o quanto era difícil pra ela falar daquilo. Então ele tomou a frente, sentou-se ao sofá ficando voltado a ela, e era obvio que ficava próxima, mas o cobertor fazia a segurança, não é mesmo?


Nate: BOM MESMO! Estou dormindo mas não estou morta!


Os olhos logo buscaram os dela, e agora sem o chapéu ela podia bem mirar aqueles azuis de Jeff. E eles estavam sério, muito sérios. E por mais loucura que fosse, se ela não falasse nada, ele não forçaria. Jeff aprendeu da pior maneira na vida, que as vezes você tem que ser paciente, você tem que entender que as pessoas precisam de espaço.


Ele jamais cobraria uma explicação de Louise por merecimento pelo que fez. Somente quando o coração dela pudesse, ela falaria.


E ele esperaria...a eternidade se preciso...


Porque ao final das contas, Jeff era uma das melhores pessoas que pisou naquele lugar. Mesmo que ele vá negar isto. Nem sempre quando alguém vem te dizer que tem medo, a pessoa quer conversar sobre seu medo. As vezes ela só quer abrigo. Já viu alguma criança ir pra cama dos pais para contar seu pesadelo?.


Não...


Ela quer proteção.


E ela dizia que estava com medo, e Jeff ficou em silencio ouvindo cada palavra que ela disse. Os olhos iam do peito depois a cabeça dela, e ela falava de Jesse, e Jeff levava a mão ao queixo, apertando de leve aquela área, nítido sinal de nervosismo.


Porque até quando ele ia manter sua promessa e ser uma boa pessoa, sabendo que um cara como Jesse existia?
Jeff suspirou fundo ao final, ouvindo ela falar, e logo ele deslizou o corpo do sofá, sentando-se ao chão, em frente a ela.

Os olhos ficavam ainda fixos na menina, e finalmente ele falou.


- Louise, eu não imagino o tipo de Inferno que você passou...Eu não poderia mensurar palavras que pudessem acalmar sua alma e te trazer conforto, eu não posso mudar seu passado, voltar no tempo, te proteger. Eu não posso mudar nada do que aconteceu. Não posso fazer as pessoas que não te ajudaram mudar de ideia. Mas por mais que você esteja com medo agora. Exista uma diferença muito grande desta época para aquela...


Jeff abaixou um pouco o rosto, e mão parecia brincar de leve com os pelos do cobertor, e logo ele ergueu o rosto a encarando.




- Você não está sozinha Louise...Você tem a louca da sua amiga la em cima, o louco do seu primo, e você tem a mim...




O sorriso brotava aos poucos nos lábios dele, e os olhos se iluminavam.




- Eu vou te proteger, te manter segura, não porque me sinto responsável por você, pela sua história, ou pelo seu rosto lindo. Porque eu quero Louise, é a minha escolha, e eu posso ser o cara desleixado, mas quando eu decido algo, eu vou até o Inferno pra cumprir.


Jeff deixava a mão próxima a da garota, mas ainda não a tocava, ele não entendia de traumas, mas ele entendia de pessoas, e a forma como ela agiu, ele entendia o limite.




- Ele não vai chegar perto de você.....E independente disto Louise...fugir nunca foi solução, as vezes nós temos que enfrentar nossos medos. Temos que seguir em frente, mesmo quando tiram a sua razão de seguir em frente. Você precisa encontrar forças e continuar...Precisa erguer o rosto, precisa viver Louise, não sobreviver...


Ele pausava e a ultima palavra saia novamente mas baixa.




- Viver...





- Você não está mais sozinha, o peso não precisa ficar só nos seus ombros...Pense nos motivos que tem pra ficar, não nos que tem pra ir...
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 11:06

Afastou-se um pouco e, dessa vez, não foi por medo. Jeff estava meio preso ao sofá já que Louise estava sentada bem em frente às pernas dele. Quando ele fez menção de se levantar, ela se afastou para que ele simplesmente conseguisse chegar até onde ela estava.

Os olhos foram abaixados até que eles se encararam na mesma linha.

Não, Jeff. Você não imagina, mas já deve ter alguma ideia do tipo de inferno que ela passou.

Agora que você sabe do que Jesse tinha sido capaz de fazer com o seu irmão, você pode ter alguma ideia do que ele pode ter feito a uma garota doce como Louise.

A ruiva abaixou a cabeça, soltando um suspiro e apoiando a mão no chão. O cabelo caiu um pouco enquanto pensava. Ela não estava sozinha, mas ela não queria que seus novos amigos se abalassem por conta dela.

- Eu não quero deixá-los em perigo, Jeff.

Ergueu os olhos novamente diante daquela promessa. Ela meneou de novo, mas mordeu o lábio internamente.

Mesmo que ela não achasse que ele fosse cumprir isso, o fato dele se manifestar nessa direção já era um alento para o seu coração.

Deixou que Jeff falasse tudo o que tinha para falar e ponderou sobre os motivos que ela tinha para ficar.

Ele estava certo. Louise precisava pensar nos diversos motivos, principalmente pessoas, que a motivavam a ficar. Contudo, o maior motivo dela ir embora era não querer coloca-los em perigo também.

No entanto, se Jesse estava envolvido de alguma forma com Baby, cedo ou tarde seus amigos enfrentariam aquele monstro.

E, por sinal, Louise não acreditava que Baby estivesse envolvida numa relação amorosa com Jesse pelo simples motivo de que isso seria impossível! Baby não era louca e não estava com a mente destruída por conta daquele homem. Louise tinha certeza que ele tinha armado contra a garota.

Porque era isso que ele fazia.

- Não deixe a Baby se aproximar do Jesse de novo, Jeff. – Ela disse baixinho. – Não.deixa. Ele é perigoso, de verdade...

O queixo dela tremeu de novo e ela precisou engolir em seco.

- Eu posso te pedir uma coisa?

Louise ficou com as bochechas coradas e uma ruguinha de preocupação se formou entre as sobrancelhas dela.


- Você pode me abraçar agora? 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 13:51

Ele sentava-se ao chão e ficavam ainda mais próximo. E do mesmo modo que abaixavam os olhos, logo os mesmos se erguiam e se encontravam. Ele ouvia ela falar sobre não querer deixar ninguém entrar em perigo.
- Lou...Esta escolha não é só sua...e a vida é perigosa, eu não posso controlar tudo e todos. Nem você pode, não pode se esconder achando que as pessoas que gosta nunca vão se machucar...Eu aprendi isto de modo doloroso. Eu tento dizer todo dia pra Barbara não correr, mas ela não escuta, ela continua e arrisca a vida, e quando eu confrontei ela sabe o que ela me disse?. Que pelo menos assim ela se sente viva...Sem fugir....
Jeff suspirou fundo, e logo o sorriso ficou mais fácil aos lábios.

- Sempre estamos em perigo, viver é correr perigo. Resta você fazer o seu melhor, pros momentos valerem a pena, para valer a pena correr o risco. E vale Louise, por você, vale...Então não queira carregar o peso e a responsabilidade do mundo nas suas costas. Estamos percorrendo a mesma estrada. Basta fechar os olhos depois abri-los, olhar pro lado, e vai ver que também estou lá...
E Louise era uma das melhores pessoas que ele já conheceu em toda a vida dele. Por mais que ela estivesse com medo, por mais trauma e dor que tivesse, pensava em Baby.

- Não vou deixar Louise, e nem ela vai, Baby não é tonta, ela só se faz de tonta quando quer...Acredito quando eu te digo Louise, juntos...todos nós, não temos nada a temer...

E ele viu o queixo dela tremer, e ela dizia que queria pedir algo. Jeff consentiu em positivo. E então ela pedia um abraço.
E agora ela pode ver quando as sobrancelhas dele se arquearem, e os lábios se entreabiam em total surpresa. Jamais podia esperar uma surpresa destas, na realidade.

Um presente.

Mas logo ele tombou o rosto pro lado, e a encarou daquele jeito que ela já conhecia bem, com os olhos azuis reluzindo, e por fim sussurrou.

- Achei que você não ia pedir nunca...

Ele aproximou-se um pouco mais, mas com cautela, apoiando uma das mãos ao chão, para erguer somente um pouco o corpo, e deslizar pra frente, o outro braço livre, envolveu os ombros dela com cuidado, e logo ele a trouxe pra junto dele, deixando finalmente os braços envolverem o frágil corpo da menina, e acomodando a cabeça dela em seu ombro, o peitoral ficou completamente próximo dela, e apesar de Jeff não ser o melhor cara do time, ele tinha um corpo bem formado, e quando próxima assim, ela podia sentir-se realmente segura naquele corpo. Deixava que ela se acomodasse como bem quisesse. abraçando-a enfim. Criando o vinculo de proteção.
E ela pode sentir quando ele recostou a cabeça dele a dela de lado, deixando claro que cada cm do corpo dele, estava envolvido naquele ato.
O abraço....
O mesmo que suplanta palavras, promessas e sussurros.

O verdadeiro juramente, é feito em silencio.

E embora não tenha a graça das palavras quando bem ditas. Tem o calor das almas que se encontram.

E embora não tenha a graça das palavras quando bem ditas. Tem o calor das almas que se encontram.

E nada de ruim no mundo parece importar agora.

Porque apesar de tudo....

As pessoas ainda conseguem encontrar esperança.
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 14:59

Louise não entendeu tudo o que foi dito por Jeff. O que ele queria dizer com o fato de Barbara correr? Ela não sabia queJesse estava envolvido com corridas ilegais nos EUA. Ele sempre gostou de viver perigosamente e à margem da lei, mas não sabia que ele chegaria a este ponto.

Não seria uma surpresa, contudo. Nada que ele fizesse a surpreenderia.

Baby, contudo, foi uma ponta solta do discurso. Louise resolveu deixar para perguntar sobre isso em outro momento.

Será que Jeff também corria?

Aliás. Parando para pensar, Jeff conhecia tanto sobre o sofrimento, a solidão e os motivos para recomeçar que estava mais do que claro que ele tinha sofrido uma perda também.

Que tipo?

Será que um dia ele também contaria a ela?

Louise era uma pessoa altruísta e estava disposta a deixar seus problemas de lado, mas será que Jeff diria alguma coisa?

Porque a própria ruiva não tinha contado muito.

Até agora, pelo menos.

Um pequeno sorriso brotou nos lábios de Louise ao ouvir o comentário bobo dele. Ela se aproximou um pouco mais também e foi aceitando o abraço.

Para a imensa surpresa de Louise, não foi algo difícil ou estranho.

Pelo contrário, era como se fosse a coisa mais normal do mundo. Sendo que era com Jeff.

As bochechas dela coraram e ela o abraçou um pouco mais afoita, como se realmente tudo o que ela precisasse fosse de um abraço. Louise apoiou o queixo furadinho no ombro de Jeff e o abraçou com as mãos invertidas, passando pela cintura e segurando o ombro dele com forças.

Fechou os olhos e deitou a cabeça no ombro dele, mantendo o abraço daquela forma.

Quando sentiu a cabeça dele sobre a dela, ela respirou fundo e sussurrou.

- Eu também estou aqui pra você, Jeff.

E ele entenderia sobre o que ela estava falando, mesmo que ela não soubesse a história por trás daquilo.

E a visão dos dois chegava a ser algo fofíssimo.

O rapaz da periferia, bolsista em medicina e com roupas largadas. A princesa bailarina, rica de pijaminha rosa.

Os dois quebrados que estavam dispostos a cuidar dos ferimentos que os tinham.


E tudo isso visível num único e genuíno abraço.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 15:37

Ah Louise, Jeff jamais falaria dos problemas dele, justo agora quando os seus estão expostos. Ele certamente terá sua oportunidade.


Duxhill tem o poder de trazer a tona todos os seus fantasmas e pesadelos.


Mas também tem momentos como aqueles...que fazem tudo valor a pena.


Se ele corria? Muito...


Ele amava correr, ele amava carros, e amava a sensação de liberdade, e também a adrenalina de fazer algo tão perigoso e proibido. Aqueles minutos dentro daquele carro. Era como, nascer de novo...E Jeff assim como a maioria, era viciado naquela sensação.


Mas ele fez uma promessa, Clarisse estava guarda, e assim ficaria.


E sim ele acabou falando de Barbara, porque desde que o mundo dela desabou, a menina nunca mais foi a mesma. Ela não queria aquela vida, ela queria ser bailarina, sonhava com coisas diferentes. De repente ela se apegou e se afundou aquilo, de tal modo que nem Jeff foi capaz de tirar isto dela.


E sim, ele se sentia responsável.


- Eu acho que a culpa da Barbara ter se envolvido com o Jesse, seja lá a forma que ela fez. É minha...Ela me pediu ajuda e eu achando que estava fazendo algum tipo de bem pra ela, recusei. Então ela foi procurar o Jesse. E se eu soubesse que ela faria uma merda destas, eu te juro que tinha impedido.


A mão ia a nuca e ele sacudia a cabeça em negativo.


E assim como você Louise, ele carregava o peso do mundo nas costas.

E quando ela pediu aquele abraço, nada mais pareceu importar tanto.


A mente de Jeff simplesmente fugiu de todos aqueles problemas, pensamentos e culpa. E apenas deixou a voz dela entrar ali, e o pedido...


Ele fez aquela brincadeira. E logo ele a trazia para si. Ficava sentado com as pernas entreabertas, e a menina colocada ali no meio, protegida de todos os lados, colada a seu corpo. Deixou ela recostar o queixo a seu ombro, e sentir o perfume que ainda impregnava a pele, mesmo depois do banho, ele estava ali, e você podia sentir Lou. Sentia o braço dela envolvendo sua cintura, e logo a mão a seu ombro, apertando aquele abraço.


Deixando que tudo aquilo que ainda não foi falado, fosse transmitido naquele abraço.


E muito mais...


E Jeff não demorou a deitar a cabeça sobre a dele, fechando os olhos, enquanto o cheiro dos fios rubros tomava conta de tudo. E assim como você podia se perder naquele azul dos olhos dele, eu juro que ele também podia se perder naquele mar vermelho que você possuía Lou.


Ouvia a frase dela, e o sorriso ficava ainda mais amplo. E logo ele sussurrou.


- Então nunca mais pense em ir embora...Preciso que fique aqui...- Uma pausa, enquanto ele chegava a morder o lábio com certa força ao pensar aquilo, e logo ele falou em tom mais baixo. – Quero que fique aqui...


E sim eram completamente opostos, nascidos em realidades completamente diferentes. Mas o destino as vezes cruza os caminhos. E exatamente naquela falta de similiaridade, surge uma das coisas mais harmônicas do mundo.


E me desculpe Louise, mas o Jeff não vai soltar este abraço tão cedo.


Porque mesmo não falando, mesmo sorrindo e tentando continuar...seguir em frente.


Nem mesmo ele sabia o quanto estava precisando daquele abraço.
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 16:30

Louise estava sentada de lado, com as duas pernas criando uma espécie de ponte sobre a coxa direita de Jeff. O tronco estava virado na direção dele, a coluna reta e ela dava aquele abraço tão, tão necessitado.

Após dizer que estaria ali, ela ouviu as palavras de Jeff sentindo as bochechas corarem um pouco mais.

Ela também precisava ficar ali. Bem onde estava no momento.

E também queria.

Depois de mais alguns segundos, Louise relaxou ainda mais o corpo e concordou.

- Eu também, Jeff.

Mas o que ela também precisava/queria, ficaria subentendido.

Não havia problemas em permanecer naquela posição e naquele abraço. Louise só mudou, envolvendo os ombros dele para que também pudesse oferecer um apoio à cabeça dele, assim como ele fazia com ela.

E talvez fosse a melhor forma de passar a noite.


A ruiva fechou os olhos e aceitou aquele momento com o coração aberto.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Dom 10 Maio 2015, 18:12

Jeff ouvia ela falar que também queria ou precisava, ou...tanto faz. Ao final era reciproco, então existiam coisas que não precisam ser ditas. Ele não soltaria o abraço, deixava ela se acomodar melhor, envolvendo os ombros dele, e ficava ali de olhos fechados com a cabeça recostada a dela.

E mesmo que ela não pudesse ler seus pensamentos, ele realmente pensava em tudo que ela tinha lhe dito. E tendo a garota próxima e protegida daquele jeito, sentindo o toque delicado, ou os cabelos sedosos sobre o rosto dele. Ele sentiu uma raiva tão grande do Jesse, mas um sentimento tão extremo, absoluto de ódio. Que ele pediu até perdão por aquele pensamento.

Porque como aquele animal conseguia machucar pessoas assim?

Louise nem precisou lhe contar.

“Não me toque”

Ele podia não saber os detalhes, mas ele entendia o que ela passara, tinha uma mera ideia, e isto já o enchia de raiva.
Uma vontade de pegar Jesse e raspar a cabeça dele no asfalto, e só parar quando...

Não restasse mais nada.

A promessa pesava em seus braços, e ele envolvia mais os braços em torno de Louise, envolvendo a fina cintura dela, e a acomodando melhor ali, suspirou fundo, e precisava realmente tirar aqueles pensamentos da cabeça.

Então aquela mesma paz que Lou sentia no braço, foi tomando conta dele aos poucos, e ela pode notar quando o corpo dele finalmente relaxou naquele abraço, e por fim ele sussurrou.



- Aconteça o que acontecer, eu vou ter a certeza que você conseguiu passar por tudo isto e seguiu com sua vida. Eu vou fazer isto, nem que seja a ultima coisa que eu faça Lou.

Ele afastou um pouco o rosto do ombro dela, e deixou os olhos voltarem-se aos dela, encarando-a de modo muito sério.
E o mundo podia parar de girar diante daqueles olhos naquele momento, ele murmurou.

- Eu juro pra você, você vai ser feliz de novo....Acredita em mim...
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Dom 10 Maio 2015, 19:13

Louise deixou que os momentos de silencio servissem apenas para que eles sentissem que estavam seguros e completos naquele momento. O abraço parecia prolongar no tempo e se transformava em algo que beirava o infinito.

Era como tinha lido em A Culpa É Das Estrelas – sim, Jeff, ela leu.

Queria agradecer e aproveitar aquele pequeno infinito que os dois tinham.

E logo ouvia a voz de Jeff tão próxima de seu ouvido.

Louise não pôde deixar de dar uma breve risada ao pensar numa piada. Virou o rosto na direção de Jeff. Eles estavam a uma distância segura, o nariz dela não estava encostando no dele ou qualquer coisa do tipo.

- Você vai se especializar em psiquiatria?

Ela aumentou o sorriso, dando uma risada, mas meneou positivamente.

- Eu não quero que essa seja a última coisa que você faça, Jeff.

Ela acariciou de leve o rosto dele e o sorriso foi mais singelo.

- Você é tão especial e tão bom que eu não quero que você cuide apenas de mim. Eu quero que você seja feliz, dando o seu melhor. Desejo que você seja um médico que cuide mais do que do corpo das pessoas.

Louise ajeitou-se um pouco mais, virando-se de frente para ele, com as pernas cruzadas. O abraço quase foi desfeito, mas ela continuou próxima dele.

- Você cura almas. E eu não posso ser egoísta e aceitar que você cuide apenas de mim. E você já me fez tão feliz apenas por uma noite que...

Ela abaixou o olhar, mas suspirou.


- Você tem noção de quantas barreiras eu ultrapassei essa noite? E eu sou apenas grata a você. Porque você me fez desejar dançar de novo e receber um abraço. Isso já me faz um pouco mais feliz.  

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Natalhie Archibald em Seg 11 Maio 2015, 09:22

Cura almas? Me poupe! Só se nós estivermos com tétano e ele tiver a vacina no sangue!

Me poupe desta visão Lou-Lou.

Nate estava deitada a grande cama do quarto principal. Após deixar Louise em segurança, e CEDER um cobertor para Jeff, que depois seria devidamente ESTERILIZADO. Ela acomodou-se aos braços do noivo e finalmente deixou-se descansar.
Estava ali ainda deitada ao peito dele, quando algo perturbou seu sono leve.

O QUE?

NÃO SEI, A NARRADORA QUEM ME ACORDOU.

Então vamos dizer que foi um sonho.

REALY? Honey eu não sonho, eu SOU um sonho.

Ok qualquer coisa te perturbou e você acordou, agora chega!

Nate ergueu o rosto do peito de Edge, e os olhos se abriam tendo a visão do rosto dele, enquanto dormia, e ali escondia, em seu pequeno palácio, com seu porto seguro, ela se deixou sorrir. Beijo o rosto dele, demoradamente, e logo se levantou da cama, deslizando pelos lençóis de seda. Calçou os sapatos com mini salto da Prada, quase uma versão do sapato de cristal da Cinderela, mas com um pompom ali, o mesmo era de cor preta. E sim era um sapato para combinar com a camisola, UHAHUAHUAHUA

CALA A BOCA.

E logo levou as mãos ao rosto esfregando o mesmo. Usava uma camisola de cor negra, curtíssima, rendada as coxas, e com as costas levemente nuas, as finas alças caiam aos ombros, e os cachos castanhos caiam por cima das costas nuas.
NATE SAFADINHA, eu sempre soube.

CALA A BOCA, Blake, volta a dormir com o Noah.

Quem disse que a gente dorme?

CALA A BOCA, ME POUPE DE IMAGINAR ESTAS CENAS.

Logo Nate estendeu a mão apanhando o robe de seda e o vestiu caminhando, saia do quarto e tomava o corredor, nem precisou ir até o quarto de hospedes para saber que Louise não estava lá.

Logo as mãos apoiaram-se ao parapeito e ela abriu mais os olhos, vendo aquela cena. Louise e Jeff tão próximos, que posso jurar que os cabelos dela ficaram menos hidratados em contato com ele.

Tétano, ela vai precisar tomar uma dose. UMA SUPER DOSE, MUITAS DOSE, UMA DOSE POR DIA DURANTE 10 ANOS.
NOSSA ELA NUNCA MAIS SERÁ A MESMA

GOOODDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD

Logo Nate levou a mão até o pé, erguendo-o atrás do corpo, dobrando o joelho pra isto, e apanhou o Prada do pé, logo ela mirou na direção de Jeff, e até mordeu com força o lábio inferior para pegar mais força. E arremessar o Prada lá de cima na direção do rapaz.

- Distância....



Dizia apontando para os dois com um ar de mandona.
Lou-Lou me poupe, eu não te trouxe a parte mais nobre de Cambridge, pra você escapar pro Brooklin....

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Seg 11 Maio 2015, 09:36

Jeff deixou que ela virasse o rosto em sua direção, e ele não moveu o dele, apenas manteve os olhos sobre os dela. Ouvia a pergunta dela, e desta vez foi ele quem riu.


Viu Nate? ISTO te acordou...huahuaha


- Sim, meu campo será: Garotas Lindas e Loucas por quem Vale a Pena dormir fora de Casa...


Ria de leve. E logo o assunto voltava a ficar sério, ouvia ela dizer que não queria que fosse a ultima coisa que ele fizesse. E logo ele sentiu a mão dela vir em direção ao rosto dele, e toca-lo. Sentiu a ponta dos dedos, e logo a mão, um toque bem leve, que apenas o fez manter ainda mais o foco nela.


E ela falava sobre ele ser especial, e ele ficava no mais absoluto silencio. Ela falava sobre a profissão que ele desejava seguir. Ela acomodou-se melhor, saindo um pouco daquele abraço, e ele logo relaxou os braços dando a ela total liberdade.
E ela falava de barreiras....e do quanto ele a havia feito feliz aquela noite, ele não pode evitar sorrir. Mas desta vez o sorriso foi um pouco mais triste. Porque uma série de coisas tomava conta do peito dele agora.


Ele abaixou o rosto, deixando os olhos fugirem dos dela, e murmurou.



- Eu nem sempre quis ser médico...eu antes...não queria ser nada, não tinha muito objetivo, apenas queria viver tudo que podia enquanto dava tempo....Mas a vida me ensinou algumas coisas, da pior maneira possível. As vezes só perdendo você consegue amadurecer a ponto de entender o real valor das coisas....


Ele ergueu o rosto lentamente, deixando aos poucos os olhos encontrarem os dela novamente.


- Não sou um cara traumatizado, que deixa o sofrimento moldar tudo, ou que finge estar tudo bem...A algum tempo, eu me conformei, eu me encaixei, eu dei um jeito de ter vontade de continuar....Mas de certo modo, de tudo de ruim que aconteceu, nasceu em minha uma vontade boa...Não somente por uma promessa, mas porque eu realmente quero ajudar as pessoas....


Os olhos iam ao canto da sala, mas ele não via a sala, ele via muito além.


- Quero ajudar as pessoas, quero fazer a diferença. Mudar a história delas de um modo que nunca foi possível mudar a minha. De certo modo isto tornou-se uma forma que encontrei de consolo...E eu vou te ajudar Louise, vou te apoiar e te proteger, também vou me tornar medico e vou fazer a diferença neste mundo. Porque é o que resta pra pessoas como eu....


Novamente ele virou o rosto e a fitou nos olhos. E então a mão dele ergueu-se com cuidado, e ela pode sentir quando ele aproximou a mesma do rosto dela, mas não chegou até ele, os dedos tocaram os fios vermelhos com cuidado e ele sussurrou.


- Eu preciso te contar sobre o que eu guardo comigo...Louise..eu....


E então aquele salto do sapato pegava em cheio na mão dele próxima ao cabelo de Louise, e logo ele afastava a mão.


- Hey...



Olhava pra cima vendo Natalhie ali com aquele ar de mandona, e logo sacudiu a mão ao ar, que ficara o vergão do salto. Era quando sentia o celular vibrar, e logo apanhava o mesmo, era uma mensagem de Stu, informando que havia tido um acidente frio na rua em frente a ZBZ, envolvendo um Mustang. Jeff levava a mão ao rosto, e Louise podia ver a expressão dele mudar por completo...

Ele erguia-se meio atordoado com o celular na mão.

- Eu preciso ir urgente pra ZBZ, um Mustang sofreu um acidente ali, Barbara tem uma mustang....
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Seg 11 Maio 2015, 09:52

Essas pessoas que não dormem...

Porque Edge dorme, e dorme felizzzzzzz...Porque vejamos, até aonde ele sabe tudo deu mais do que certo na primeira do que podem ser muitas confraternizações com os KTG, ninguém morreu e Nate deu até alguns sinais de bondade em publico, não que ele ache necessário a ultima parte mas...Bem, dentro dos limites de caos e absurdo de Dux, estava tudo muito bom para ser verdade no contexto geral.

Porque você não sabe ainda Edge.

Mas as pessoas não dormem, e Edge acordou e sentiu falta de algo, ou alguém ali. Abriu os olhos e deu pela falta de Nate, como um sequestrador ou ser das trevas não teria se preocupado com levar ela dali de roupão e de sapatos não se preocupou muito. Sentou-se na cama e pegou o Jeans que estava pendurado na cadeira e levantou-se assim, sem camisa.

Espelho? Sapatos? Penteado? Nahhhh.

Andava quase como um zumbi pelos corredores quando via Nate, bem a tempo de ver a noiva arremessando um dos sapatos. Não precisava ser muito esperto ou estar realmente acordado para saber qual era o alvo dela. A não ser que seres sobrenaturais agora fossem vulneraveis a pradas. Ainda meio indiferente...E dormindo falou antes de se aproximar dela:

- O que eu falei sobre arremessar sapatos nos nossos convidados?

Nate via Edge aproximar-se dela e abraça-la, acenando para os convidados a frente que ele nem via direito, fechando os olhos e apoiando-se no ombro da Noiva ainda abraçado nela segurando pela cintura, estando atrás dela apoiando a cabeça confortavelmente e quase voltando a dormir...Falando quase em um susurro para ela.

- Bom dia Cordy...

Porque Edge gosta de confusão pela manhã!

Nem tanta, ja que ele ainda não viu o SMS.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Seg 11 Maio 2015, 14:05

Louise e Jeffrey tinham o seu próprio universo paralelo enquanto outros mundos caíam em mil pedaços. Eles ainda estavam muito próximos e era engraçada a habilidade que eles tinham de se comunicarem.

Quando eles se tocavam de alguma forma ou apenas se encaravam, nada precisava ser dito. Os dois se entendiam. No entanto, quando eles começavam a se expressar pela voz, eles não precisavam tocar para sentir.

Os dois estavam frente a frente. Louise estava naquela proteção que Jeff havia criado com o próprio corpo, mas não era nada pecaminoso ou improprio para eles. Estavam próximos sim e, talvez, mesmo que estivessem separados por metros, eles continuariam próximos, de alguma forma.


A ruiva ouvia com atenção as palavras dele.

E imaginava que algo havia mudado.

E foi justamente na hora do principal motivo para a sua mudança que ela sentiu o vento e o sapato de Nate batendo com tudo na mão de Jeff.

O momento tinha ido embora.

Louise assustou-se porque mais um pouco, o sapato teria acertado sua cara.

A ruiva levantou-se, ajeitando o pijama rosa e esperando que Jeff também o fizesse. Ficou encarando aquela “mandona” como se fosse uma criança devendo explicações à mãe.

Antes que ela pudesse abrir a boca, Jeff começou a falar naquele tom de emergência.

- Mon Dieu!

Louise levou as mãos aos lábios.

Que horas eram?! O céu ainda estava escuro, mas ela tinha perdido a noção do tempo.

- Será que teve alguma relação com aquelas fotos? Acalme-se, Jeff! Você não pode dirigir assim!

Aliás. Ele tinha carro?


E onde estava o carro dela?!


Olhou para Nate e Edge, esperando para ver se fariam alguma coisa também ou se manifestariam para ver a mensagem no celular.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Natalhie Archibald em Seg 11 Maio 2015, 14:55

Nate ficava ali no beiral da escada encarando Louise e estava sim com aquele ar de mandona. Ela mandava mesmo.

FIQUE LONGE DESTE DESCLASSIFICADO!

Ah claro e o seu noivo zombie que anda pelo corredor sem camisa, com os cabelos despenteados, está muito longe do Mister Brooklin lá embaixo, certo?

E então Nate se virava ao ouvir a voz de Edge, e quase tomava um susto ao vê-lo. PELADO.

Sim porque sem camisa, SIGNIFICA PELADO, para Natalhie quando se trata de Edge.


- Edward...

E ele vinha feito um ursinho coala se aproximando a abraçando, e apoiando a cabeça em seu ombro.

TE ODEIO
NÃO FAÇA ISTO
NÃO ME ABRACE ASSIM
NÃO FAÇA ESTA NÃO SEJA MANHOSO!
MORRE!


- Não é uma visita qualquer, é uma visita desagradável que por sinal você chama de amigo!

E logo ele ficava ali com ela, próximo, abraçado, e o bico nos lábios dela aumentava, mas então ele falava.

Ele falava, eu ouvi.

Eu também ouvi Nate.

Ele falou.

Nate virou-se bruscamente e logo as mãos começaram a bater no ombros e peito de Edge sem parar.

- NÃO me chame assim, eu não sei o que significa Cordy!

Logo recuava e ficava com o dedo indicador apontando bem ao rosto dele, ele pode ver quando os lábios se mexeram em um sonoro.


- NÃO.

E Jeff podia dançar a macarena La embaixo, e dizer que ia salvar o Papa no Vaticano, nada tiraria a atenção de Nate agora.
Já vai tarde Sr Suburbio.!

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Jeffrey Brant em Seg 11 Maio 2015, 15:06

Com certeza ele ia dividir algo importante com você LouLou, antes do sapato voar. Mas vocês nem sequer tinham tempo de pensar aquilo, aquela mensagem no celular de Jeff o deixava atordoado.

Ele erguia-se e já queria ir pro Campus, ouvia Louise falar. E logo sacudia a cabeça em negativo.

- Eu não sei Louise, ela anda meio estranha sabe, acho que os acontecimentos mexeram mesmo com ela. O jeito dela, tudo...hoje antes de entrar no Pub eu falei com ela, ela me abraçou e eu realmente senti a menina que conheci e passei minha infância, aquela garota que tinha sonho de ser uma bailarina e se apaixonou por um ogro...mas as vezes falo com ela, e ela parece louca, agitada....Já até cogitei se ela andou usando drogas, mas me disse que estava limpa, cara eu não sei, o que eu sei é que eu preciso ajudar ela.....

E como Nate estava ignorando eles para brigar com Edge por ter dito seu nome do meio.

CALA A BOCA, NÃO FALE ISTO NO SEU TURNO.

Logo Jeff suspirou fundo e buscou se acalmar, aproximou-se de Louise.


- Mas está tudo bem, eu vou até lá tirar isto a limpo, ela dirige bem, não ia bater o carro assim, ao menos eu realmente preciso repetir isto pra mim até chegar lá, para que se torne logo verdade...

Ergueu o rosto na direção de Edge.


- Boss me empresta seu carro, parece que temos problemas no Campus...
avatar
Jeffrey Brant

Nacionalidade : NY, EUA
Idade : 24
Cargo : Nenhum
Humor : Amigo
Mensagens : 358

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Seg 11 Maio 2015, 15:12

Edge não entendeu Nate. E você ja esta acostumada:

- Eu Estava tendo um sonho estranho...

Nota: Edge esta com sono.

- Envolvia...Uma festa com os KTG e...Você cantando.

Muito Sono.

Não cobrem muito ele. Desculpa se ele não esta entendendo muito bem o que esta acontecendo ali no momento, se é que ainda existe um momento depois que Natalhie arremessou um sapato no pobre casal. Quando Nate se manifestava contra...Alguma coisa que ele sequer recordava e muito menos entendia mesmo se tratando de instantes atras, ele tratou de segura-la mais uma vez para ela parar de bater,o que ele fazia literalmente dormindo. Mas aproveitou para olhar melhor para o outro casal, falando de forma clara:

- Vocês...Estão ficando ou algo assim?

E voltava atenção para Natalhie.

- Ok amor. Você fica também fica bem com apenas um sapato...Podemos jogar o Jeff da sacada e comprar sapatos quando acordarmos. Eu vou so descansar mais um pouquinho...

Boa noite.

Não, ainda não.

Poxa Jeff.

- Jeff...Não esta na hora da aula, aproveita e fica la com a...

Levantava a cabeça acordando melhor, ou quase. Ao menos a ponto de entender.

- Campus? Eu vou...Vamos. Eu só preciso pegar...

Oculos, chave, carteira, camisa, sapatos. Mas Edge é rapido Jeff, ele logo saia para a esquerda do corredor sumindo de visão, para instantes depois passar indo para outra direção.

- Lado errado...Esse lugar é confuso.

Então esperem mais um pouquinho ta? Edge não tem um senso de direção la muito bom.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Convidado em Seg 11 Maio 2015, 15:20

- Sério?!

Louise perguntou depois de ouvir todos os relatos de Jeff sobre Baby. Ela forçou um pouco as sobrancelhas e mexeu a boca, fazendo um biquinho no canto dos lábios.

- Não conheço a Barbara o suficiente para falar nada a respeito dela. A única coisa que sei é que a mulher que... – Engoliu em seco, umedecendo os lábios. – Ela me pareceu uma pessoa diferente ontem. Impulsiva sim, mas não desleixada como quando subiu no balcão. De toda forma, eu não sou a pessoa mais indicada para falar qualquer coisa dela. Eu não sou muito diferente, no fim das contas.

A ruiva cruzou os braços de novo.

E não tinha prestado atenção na briga do casal. Ela estava preocupada com Barbara de novo. Só voltou a atenção para Edge quando ele lançou aquela pergunta.

Edge.

Sua prima ruiva está com um pijaminha rosa e você pergunta uma coisa dessas? As bochechas dela ficaram coradas, de modo que Louise parecia 50 tons de rosa/vermelho.

- Não!!

Ela disse com um tom de voz meio afetado;

- Isso lá é pergunta?!

Colocou uma mecha de cabelo atrás da orelha e começou a marchar para o quarto de hospedes.

- Eu volto em 1 minuto.

Anunciou porque, se todos iam voltar para o campus, ela não tinha porque ficar no apartamento. Retirou o pijama para colocar suas roupas de novo. Dobrou tudo bonitinho e ainda ajeitou a cama. Pegou o bilhete de Nate e guardou em sua bolsa.

Viu o celular

Ele ainda estava vivo, só estava com pouca bateria.


Retornou para a sala, esperando pelos outros.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Edge e Nate - Apartamento - A Bela Adormecida.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum