Can you believe...?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Sab 13 Jun 2015, 22:42

- Claro que apenas comigo! Porque eu sou a melhor irmã que você tem!


Como se ela tivesse outra, não é mesmo?

As duas riram e seguiram juntas até o carro. Vickie acomodou-se e achou que estava tudo bem, até que Valentina vinha com aquela pergunta.

Como ela poderia te contar, Valie?

Vickie teve apenas alguns segundos para pensar, mas foi o suficiente para ela achar que era melhor proteger a sua irmã.
Provavelmente Valentina não acreditaria na história de Vickie. E, além disso, ela estava com problemas demais para uma noite só.

- Eu não estava conversando com ninguém...

Disse num tom de voz sempre doce e sereno e então completou.

- Na verdade, eu estava comentando em voz alta. Porque... – ajeitou o cabelo. – A luz do corredor deu uma piscada estranha.

Isso era verdade.

E Valentina também sabia o que acontecia quando as luzes piscavam. Ou não?

Vickie não sabia que acontecia sempre. Ela só soube que aconteceu uma vez.

E foi o suficiente.

- E eu falei “Tomara que o gerador funcione...”

Olhou para Valentina.

Vickie parecia o Aaron omitindo coisas para protege-la, mas por que Vickie mentiria? O olhar angelical dela não estava traumatizado e nem surpreso com nada do que tinha acontecido. Se ela realmente tinha passado pela sensação da luz piscar três vezes, talvez ela tenha sido a primeira a não ser afetada.

- E o que você estava procurando no quarto daquela moça?

Vish.

A sua irmãzinha também esteve reparando em você, Valentina. Victorine tombou um pouco a cabeça.


- Você saiu com uma caixa de lá. Aquelas flores estranhas fariam mal a ela? 


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Dom 14 Jun 2015, 10:14

Valentina ouvia a irmã dizer que não estava falando com ninguém, e ela falava sobre a luz do corredor ter piscado.


As vezes acontecia isto mesmo naquele corredor, Valentina já tinha pedido pro técnico vir verificar, e sempre lhe dizem que estava tudo bem com a parte elétrica daquele lugar, com os geradores, enfim não havia nenhum problema.


E porque as luzes sempre piscavam? E agora piscaram pra Vickie....


E só haviam piscado no corredor, pois Valentina não viu absolutamente nada...E ela dizia que havia comentado em voz alta sobre o gerador funcionar.


Valentina arqueou a sobrancelha.




- Hum....


Não que acreditasse plenamente nisto, mas se ela precisava guardar algumas coisas da irmã, natural que ela também fosse guardar dela. E aquilo não podia significar que sua irmã estava realmente envolvida, ela podia não fazer parte da equação.


Deus, ela tinha que não fazer parte.


- Eu já pedi que verificassem isto no hospital, vou pedir novamente...


Dizia enquanto já abria a porta do carro pra descer, mas parou ao ouvir a pergunta da irmã, o rosto virou-se pra ela, e os olhos azuis ficaram sobre os da irmã.


Valentina suspirou fundo, o olhar foi pra baixo e ela realmente escolheu cada palavra que usaria para explicar aquilo a irmã.
Não poderia e iria mentir a sua irmã, mas também não a deixaria em perigo com as informações.


- Eu estava checando se estava tudo bem, aquela menina passou por muita coisa, uma garota tentou mata-la, acho que fiquei meio paranoica achando que alguém pode entrar lá e conseguir. Já que alguém colocou aquelas flores lá, e tudo que posso te dizer, Vickie. É que tudo de ruim que vem acontecendo, esta ligado com aquelas flores, aquelas flores sempre parecem decorar as coisas horríveis que vem acontecendo neste lugar. Elas aparecem com pessoas diferentes em situações diferentes, sendo ligadas a tudo. E agora apareceram no quarto daquela garota, e eu vou subir e vou checar as gravações do quarto novamente, porque eu devo ter deixado algo passar....



Valentina sorri de leve a irmã.


- Mas está tudo bem, Vickie...Estamos juntas agora, e você precisa conhecer seu quarto....



Dizia isto enquanto já descia do carro, e junto da irmã, chamava o elevador, não demorava ao mesmo deixa-las na cobertura, Valentina abria a porta, e logo entrava ao local, deixando sua irmã vislumbra-lo.




- Amanhã faço uma copia das chaves pra você...


E sim Vickie, agora aquela era a casa de vocês naquele lugar, e você podia vir sempre que quisesse.
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 25
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 473

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Dom 14 Jun 2015, 12:30

A irmã caçula se dispôs a apenas ouvir a sua irmã mais velha com o seu desabafo. Victorine ficou observando Valentina falar sobre suas suspeitas e preocupações e aquela “paranoia” até que tinha algum sentido, no fim das contas.

A jovem não contestou e apenas esperou o momento de chegar em casa. Esboçou um sorriso quando soube que conheceria o seu quarto.

- Obrigada, Valie!

Ela disse sorrindo e deu um beijo na bochecha dela.

Antes que Victorine pudesse dizer mais alguma coisa, o telefone de Valentina começou a tocar.

Finalmente alguém se manifestava.

Mas não era Aaron.

Era Ethan.

- Valentina? Sou eu...

Claro que era.

- Desculpa pela hora, mas não pude responder a sua mensagem antes. Estive ocupado.

Ethan estava dentro de seu consultório, onde poderia falar no tom que quisesse.

- Consegui falar com o Jeffrey e ele vai nos ajudar. Vai procurar pelo ex-namorado da Agatha. Afinal, ele tem seus próprios motivos.

Tamborilou a mesa.

- Amanhã eu vou ao apartamento da Barbara. Jeffrey me mostrou umas fotos um tanto quanto perturbadoras, mas agora eu sei que devo encontrar lá. – Suspirou. – Mas...Ele sugeriu que eu levasse uma pessoa. Não estou certo quanto a isso,  porque não queria envolver mais ninguém, mas...O que você acha de levar Breanna Collins comigo? Ele disse que ela parece entender algumas coisas sobre ocultismo e afins. E poderia me ajudar.


- O que você acha?


Diga não. Diga não. Diga não.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Dom 14 Jun 2015, 16:00

Valentina sorriu para Vickie, e recebeu o beijo, deixando a menina ir para seu quarto. Era quando o celular de Valentina tocava. Ela atendia o mesmo, e era Ethan...
 

- Um momento, Ethan...
 
O rapaz podia ouvir, Valentina valendo com alguém, e o tom carinhoso na voz, era algo que ele nunca tinha visto antes na voz daquela mulher.
 
- Vickie, eu estou exausta, vou pra cama, espero que goste do seu quarto, tem chocolate na geladeira e o que mais você quiser no armário, não durma tarde, amanhã o dia será muito cansativo...
 
Ainda mais que hoje, logo ela voltava o telefone ao ouvido, enquanto deixava a chave do apartamento em cima de uma mesinha, e rumava ao quarto dela.
 
- Pode falar, Ethan....
 
Ela dizia num tom cansado, enquanto já deixava os sapatos em meio ao tapete do quarto, e caminhava na direção da varanda, precisava de um pouco de ar. Estava apenas com o vestido negro agora, o jaleco ficara ao hospital, os pés descalços finalmente podiam descansar dos saltos, ela estendeu a mão livre abrindo a porta balcão da sacada, e logo estava la hora.
Deixou uma mão tocar o grampo ao coque, e soltou os fios deixando eles caírem pelas costas.
 
- Não tem problema, eu tinha te pedido que me ligasse.....
 
Valentina manteve a mão livre sobre o ferro da sacada, e fechou lentamente os olhos, deixando aquela brisa tomar seu rosto, precisava respirar. Estar no hospital, em meio aquilo tudo, as flores, era como se sufocasse.
 
Precisava de ar
 
Ethan dizia que tinha falado com Jeffrey, e ele ajudaria, ele iria atrás do repórter. Otimo, restava saber se Aaron tinha conseguido resolver com Aileen e coloca-la fora de perigo.
 
E encontrar Pandora.
 
Valentina permaneceu em silencio e continuou o ouvindo. Uma foto do quarto de Barbara, coisas perturbadoras?...Mais do que o vaso com aquelas flores que ela havia encontrado, Ethan?....E ele falava de Breanna, a menina a quem Aaron não queria mais confiar, que quando ele precisou não pode contar com ela. E Ethan colocava nas mãos de Valentina a decisão.
 
Mas algo era muito mais importante que qualquer quebra de confiança ali.
 
- Ethan...eu preciso que você a traga para o grupo, e a deixe sob proteção. Pandora desapareceu e eu....Eu não acho que estejamos apenas lidando com o sobrenatural aqui...Tudo acontece com garotas, então temos que manter elas protegidas. Aaron infelizmente não quer nem ouvir falar no nome desta garota, então preciso que você a mantenha a salvo e envolvida. Precisamos ficar de olho nela, mas tome cuidado...Quando Aaron precisou, ela foi bem egoísta....tem algum tipo de complexo de heroína...e. Ethan....
 
Valentina mordeu com força o lábio inferior em total aflição, como falar aquilo pra ele? Mas não podia omitir, ele jamais a perdoaria, seria quebra de confiança.
 

- Eu não sei como....eu olhei todos os vídeos o dia todo, tudo estava normal. Mas quando entrei no quarto da Barbara hoje, por volta das 23, estava lá Ethan. Um vaso com aquelas flores, em cima da mesinha. As flores que Aaron falou que encontraram na floresta no coelho, e que Randy encontrou na garota que apareceu pra ele vestida de noiva, e também a mesma que Baby tinha uma....O cheiro de chocolate estava pelo quarto todo. E eu não sei te dizer quem fez isto...Mas eu não consigo acreditar que foi um espírito, Ethan. A única coisa que sei...é que ninguém mais pode ficar sozinho. Muito menos a sua prima.
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 25
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 473

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 12:52

Ethan revirou os olhos quando Valentina sugeriu aquilo.

Mas que droga!!!

Até que ouviu a informação sobre Aaron...

- Como eu posso levar alguém assim comigo, Valentina? – Ethan passou a mão pela nuca. – Eu não vou nem ao menos hesitar se ela aprontar uma dessas comigo. Veja, eu não tô pedindo alguém que morra por mim.

Tô sim.

- Mas se não me derem o mínimo de garantia e cobertura, como vou fazer? É mais fácil ir sozinho do que ter pessoas me atrapalhando dessa forma. Sei não, acho que não vou falar com ela. Até porque... – Bufou. – Eu a conheço e a última coisa que nós queremos é uma reaproximação.

...

- Ao mesmo tempo, isso não quer dizer que eu quero vê-la morta. Enfim, eu vou ver isso amanhã, mas levarei em consideração o que você acabou de me falar sobre o Aaron. Eu só pretendo ir ao apartamento na parte da tarde, depois das aulas. Até lá pensarei se vou procurar por ela ou não...

Eis que Valentina fala naquele tom mais receoso.

E Ethan odeia quando as pessoas estão procurando as melhores palavras. Já sabe que vem merda.

- O que foi...?

O que você não está me contando?

Ethan parou de mexer no computador quando ouviu aquilo.

- Como alguém pode ter entrado lá sem ser visto? – Cerrou os olhos. – É alguém daqui do hospital? Que sabe a rotina?! Como é que vou ter alguém olhando 24 horas a Barbara, Valentina?!


E pronto, ele começava a explodir de novo.

- O que que eu vou fazer com ela? Onde eu posso deixá-la? Com quem?! Esse hospital não é seguro! E não estou dizendo que é culpa sua, mas nem você e nem eu seremos capazes de controlar isso. Quem quer que seja sabe a rotina do hospital e entrou lá!



E que malditas flores eram essas?!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Seg 15 Jun 2015, 13:00

Valentina suspirou fundo.


- Se a coroa rolou pra ela, ela é parte disto e temos que descobrir que parte é, tenha uma conversa séria com elas antes, e deixa bem claro as coisas. E porque diabos você fala em reaproximação, você conhece ela além de Dux?.


E logo ela parava os rodeios e falava das flores e Valentina suspirou fundo


- Eu não sei. Eu estou fazendo o possível para ficar o Maximo de tempo que posso com ela.


Ele vinha com mais perguntas.



- Ethan. Sua prima não está segura em lugar algum! O problema não é o lugar, SOMOS NÓS, você ainda não entendeu isto? Temos que descobrir o que esta acontecendo! É a única forma de conseguirmos proteger ela e todos nós, portanto após a aula, va ao apartamento e descubra o que precisa descobrir, eu tenho um encontro marcado com Edge. E vou ver o que Aaron conseguiu com a Aileen, eu mandei instalar uma câmera extra no quarto da sua irmã e escondida. Eu não estou agindo corretamente, mas eu preciso passar por cima de algumas regras. A imagem vai chegar no seu celular, instale o programa, e você terá o mesmo acesso que eu, o hospital não sabe desta câmera, NINGUEM sabe, só eu e você.
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 25
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 473

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 13:03

Victorine teria seguido até seu quarto se Valentina não tivesse dito a palavra mágica.

C.H.O.C.O.L.A.T.E

Os olhinhos azuis brilharam e ela caminhou até a cozinha. Simplesmente seguiu seus instintos enquanto procurava pelo lugar. O apartamento era imenso e muitíssimo bem decorado, como deveria ser esperado de Valentina.

As Zelyaeva eram clássicas.

A irmã mais nova logo entrou uma caixa de chocolate conservada na geladeira e a pegou, levando para o quarto. Estava desfalcado já e, bom, ela estava tão cansada que merecia comer um, dois ou talvez todos eles, não é mesmo?

Compraria outra para a irmã no dia seguinte.

Enfiou uma trufa na boca e suspirou com o liquido que escorreu assim que ela mordeu a camada externa. Fechou os olhos, absurdamente feliz e caminhou até o seu quarto.

Ainda estava saboreando o primeiro bombom quando conheceu seu quarto.

Ele era perfeito!!

Valie tinha pensado em cada detalhe! Parecia uma extensão da casa delas...

Os olhos dela ficaram marejados e caminhou, observando a decoração.

Havia, inclusive, fotos.

Aquilo dava vida ao quarto! O tornava propriedade de alguém.

Era a prova de que Valentina nunca deixava Victorine de lado.

Olhou para a foto das duas abraçadas depois do campeonato de hipismo que Valentina tinha vencido. A loira estava com aquele sorriso contido, mas olhar orgulhoso enquanto Victorine dava um sorriso aberto e verdadeiro, que diminuía seus olhos.

O detalhe era que as duas estavam montadas.

Era uma foto linda.

Acariciou a foto e sorriu.

- Eu adoro essa foto...

Sussurrou para si mesma e comeu outro bombom.



Tirou os sapatos e sentou-se na beirada da cama.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 13:11

- Talvez eu conheça.

Não vou falar desse assunto com você, Valentina.

Você ficou toda rancorosa porque eu BRINQUEI sobre Aaron. Não sou obrigado a falar nada também.

Mesmo que eu confie em você.

Hunf.

E ela fala de uma câmera escondida.

Puta que pariu!

Será que tinha filmado a conversa deles?

Que merda!

- Eu estive com a Barbara mais cedo, desabafando com ela. Peço que deleta essas cenas ou, se isso não for possível, que seja discreta e não veja.

Ethan disse num tom sincero.

Porque às vezes não adiantava mentir, não é mesmo?

E ele fechou os olhos e suspirou por longo instante.

- Eu sei. Me desculpa. Fiquei desnorteado por conta do que você me falou. Eu sei que somos nós. E TUDO BEM. Eu vou falar com a Breanna e ver o que podemos fazer. Não acho que ela esteja confortável em ter a coroa também. Enfim...Desculpa pela hora, Valentina. Já passei tudo o que sabia e agradeço suas informações também.  Tenha uma boa noite e fique atenta...

Esperaria ela desligar.

E Valentina veria que tinha uma mensagem de Aaron

“Tina, não pude responder sua mensagem antes porque estava dirigindo. Conversei com a Aileen e ela aceitou participar do plano. Passará o almoço dela descarregando as informações no pendrive. No fim do luau, eu consegui falar com Edge, mas aquele não era o momento, nem o local para conversarmos. Combinei de almoçar com ele e Natalhie. Se você quiser ir, está mais do que convidada.
Sabia que o luau seria péssimo sem você. Só não imaginava que fosse ser tão ruim.
Senti sua falta.
Aaron. “

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Seg 15 Jun 2015, 13:29

Valentina ficou em silencio sobre o assunto, se ele não queria falar, não seria ela a pedir.

Ele parecia ficar desconfortável com a câmera.


- Não se preocupe Ethan, acabou de ser ativada. Eu não queria fazer isto, mas não posso mais me dar ao luxo, depois que vi aquelas flores. Apenas eu e você conseguimos desativa-la, ok? E eu faço isto porque confio em você Ethan, esta situação é complicada. Mas nós vamos passar por ela.

Ele pedia desculpas e dizia ter ficado desnorteado que iria falar com Bree, Valentina suspirou fundo.

- Tudo bem Ethan, amanhã nos falamos. Estes assuntos não tem horário. Fique tranquilo e fique atento. Até mais.
Desligava e já olhava na direção da cidade iluminada e fechava lentamente os olhos, pensando em tudo que estava acontecendo.

Era quando o celular vibrava, era uma SMS de Aaron, Valentina já passava pela porta balcão entrando ao quarto, enquanto os olhos passavam pela mensagem.
 
SMS para Aaron: Eu entendo Aaron, não tem problema. Fico feliz que Aileen aceitou e vai nos ajudar. Amanhã já devemos ter algo vindo do jornal. E eu havia combinado de me encontrar com Edge na biblioteca, acho que podemos mudar isto para um almoço, enviarei uma mensagem para ele.

Acabei de falar com Ethan e contei das flores, ele ficou um pouco desnorteado, mas acho que já se focou, ele vai procurar Breanna e envolve-la, acho que eles tem um passado, mas isto não cabe a mim.

Amanhã te encontro no almoço, eu mando o endereço do restaurante por SMS.

Também senti sua falta. Ainda estou sentindo.

Tina.

Valentina deixava o celular a mesinha e rumava ao banheiro, lá tiraria o vestido, as peças intimas e demoraria um pouco ao chuveiro. O suspiro foi profundo, enquanto as delicadas mãos apoiavam-se a parede ornada em pastilhas com alguns detalhes em cristais. Ela apoiava-se ali, e decidia por tomar banho ao chuveiro  mesmo, pois não tinhas tempo para relaxar na banheira.

A água tomava o corpo nu, e era um alivio, era como se ela fosse capaz de levar embora toda aquela pressão que estava em seus ombros, dando a ele alguns minutos de alivio.

Não demorou a sair do  chuveiro, envolta na toalha, e logo rumou ao closet, lá apanhou uma camisola, sempre preferia as longas, mesmo para dormir, era elegante. Não que o tecido solto ao corpo, tomando cada cm da pele ainda úmida não fosse igualmente provocante.

Mas você não está ali pra ver não é Aaron?...

QUE É ISTO. SOME DO MEU TURNO LIV.

Valentina logo penteou os cabelo, secou os mesmos, e deixou os mesmos escorridos pelos ombros, não demorou a deitar a cama e finalmente fechar os olhos.


Estava extremamente cansada, e não era só fisicamente, amanhã seria um dia muito pesado e bem cheio. Mas ao menos ela ia ver alguém, que podia mudar tudo aquilo.

Camisola

Camisola
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 25
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 473

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Duxhill H.U. em Seg 15 Jun 2015, 13:35

No momento que Vickie acariciava a foto e falava aquilo, ela pode ouvir uma voz que reconheceria com facilidade, a mesma voa rouca do hospital.

- Vocês estão muito bem nela....

Quando Vickie virasse pra trás, podia ver novamente aquele rapaz, ainda usava aquela mesma roupa, ele estava com os braços cruzados, recostado a parede do quarto, um dos pés estavam apoiados na parede, e ele logo tombava o rosto analisando melhor a foto, voltou os olhos a Vickie.

- Ela é bem bonita...

O sorriso apareceu no canto dos lábios do rapaz, e ele levou a mão a barba rala, colando aquela região com dois dedos, arqueou a sobrancelha.

- É de família?...

Deixou-se rir baixo, e tudo seria cômico, se não fosse cruel. Logo ele virou o rosto na direção da porta do quarto de Vickie, e então voltou o rosto a ela, e sussurrou.

- Sua irmã precisa de você....- ele abriu um pouco mais os olhos a encarando.


-  Agora....

_________________
. Ortus eruditio et dux optimus .
avatar
Duxhill H.U.
Admin

Nacionalidade : Cambridge, USA
Idade : 161
Cargo : Almighty
Humor : Hell
Mensagens : 2086

http://theotherside.criaforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 13:56

Não me agrada saber que teremos Breanna envolvida de novo nessa história, mas, a verdade, é que ela também corre riscos. Eu já abri mão da segurança dela, mas fico aliviado que Ethan vá assumir a responsabilidade. Apesar de não querer nenhum tipo de conversa com ela, não desejo o mal dela. Apenas que se mantenha distante.
Não pude conversar muito com Ethan também, mas que bom que ele conseguiu cumprir a parte dele.
Quanto ao almoço, eu adoraria que você mudasse e fosse comigo. Acho que somos melhor juntos, não é mesmo? Rsrs. Posso te buscar quando for a hora.
Boa noite, Tina.
E houve um erro de digitação na mensagem anterior.
Eu ainda estou sentindo sua falta.

Aaron. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 14:09

A morena deu um pulo quando ouviu a voz do rapaz. Virou-se na mesma hora e ficou com os olhos arregalados focados no rapaz.



- Você...? Como...?

Passou a mão livre pelo cabelo, fazendo aquelas mechas castanha irem para trás. Deixou a caixa de chocolates sobre a cama e o encarou. Cruzou os braços e arqueou uma das sobrancelhas, conseguindo fechar os lábios de vez.

Pelo menos sentia que não tinha chocolate em sua boca.

Acompanhou a desenvoltura dele para falar e continuou fazendo aquela cara de espanto.

- Como você veio parar aqui? Eu pensei que...

Abaixou um pouco o olhar.

- Eu pensei que fosse ficar tomando conta dela...

Comentou.

E sim, ela ignorou o elogio. Como assim o Gasparzinho estava elogiando sua beleza...? Era surreal.

Mas antes que ele respondesse, ele deu aquele aviso.

- O que? Como você...?

Ela arregalou os olhos quando ele falou “agora”.

- Tudo bem!

E saiu correndo pelo quarto, aproveitando que já estava descalça.


- Valie! Valie!!

A chamava à caminho do quarto dela e parou em frente à porta. Deu duas batidinhas e abriu sem esperar por uma resposta.


- Valie...?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Seg 15 Jun 2015, 14:26

SMS: Ela faz parte do grupo, acho que você precisa dar chance a ela, para que aprenda com seus erros, não podemos mais escolher quem deve ou não participar. Eu já mandei SMS avisando o Edge, vamos naquele restaurante próximo ao Campus, você me pega no hospital? Te espero ao meio dia.
Acho que este sentimento além de recíproco, é um tanto duradouro.
Boa Noite, Aaron.
 
O rapaz arqueava a sobrancelha para as perguntas dela, e logo erguia os ombros como quem diz, que não sabe.

Observou ela em silencio, e logo vinha aquela pergunta e também aquela afirmação.

- Acho que esta escolha não é minha...

Porque se fosse....

Sou fantasma não sou cego, UHAHUAUHA

CALA A BOCA

Mas logo ele virava o rosto como se ouvisse algo e o assunto ficava mais sério, ele dizia que ela tinha que ajudar Valentina naquele momento, e a menina nem questionou, saiu correndo, e ele logo virou-se e correu atrás.

Não, eu não posso voar! Não encham o saco!

E eu ainda não tentei atravessar paredes, sei tão....esquisito.


Agora é agora mesmo Vickie!


A morena saiu correndo pelo corredor que levava ao quarto de Valentina, como os ambientes eram muito grandes, ele ficava não tão próximo o dela, logo ela chamava a irmã e ela parecia não responder.


A menina tocava a maçaneta e abria a porta, e conseguia ver pela fresta que se abria, Valentina virando o corpo na cama de um lado a outro e ela murmurava algumas coisas como:


- Não, eu não quero!.


- Pare com isto, me deixe em paz.


E se debatia, como se estivesse sonhando mesmo. No momento que Vickie abria a porta, ela sentia uma força puxar a porta e bate-la com tudo, fechando-a bem diante dos olhos dela.


O rapaz abriu mais os olhos e logo perguntou:


- Você não viu mesmo?


Não viu o que Vickie?...


Será que você quer mesmo saber?


O rapaz logo tomou a frente de Vickie e levou as duas mãos a maçaneta, ele girou a mesma, e abriu a porta, deixando a passagem livre para Vickie.


Valentina ainda se debatia, os lençóis ficavam da cintura pra baixo, ela chegava a mexer os braços, como se empurrasse algo, e suava frio, o rosto estava todo molhado e os cabelos, e era como...como se ela não conseguisse acordar.
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 25
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 473

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 18:50

Como ele podia saber, não é mesmo?

Mas por que ele tinha chegado sem dar nenhum aviso dessa vez? Da outra vez, as luzes piscaram e depois ele sumiu pelos corredores do Hospital Universitário. Como ele tinha parado ali agora?

Aliás, antes de mais nada, será que ele compreendia a situação dele?
Victorine não podia deixar de se perguntar se seria meio constrangedor ou rude saber se ele compreendia o que estava acontecendo.

Porque alguém precisava entender!

Ou talvez não...

Importava?

Se ele estava parecendo para ela, era porque algo os ligava. Mas o que? Ela nunca tinha visto aquele rapaz antes, nem ao menos em sonho – e olha que ele era um sonho que valia a pena!

Os ombros dela caíram quando ele comentou que nem mesmo ele entendia.

Mas ele avisou que ela precisava ver Valentina agora e não seria ela a dizer o contrário. Victorine simplesmente correu pelos corredores, deixando que seus pés fizessem aquele som característicos sobre o taco. Não se importava se ia acordar o prédio inteiro!


- Valie! Valie...?

Abriu um pedaço da porta e o seu coração falhou algumas batidas ao se deparar com o estado de sua irmã.

- Valie!

A irmã estava tendo um terrível pesadelo, mas como ela deveria proceder? Sonâmbulos não podem ser acordados, mas aquilo era desesperador e Vickie precisava fazer algo!

Ia abrir a porta, mas logo uma força maior foi aplicado e bateu a porta na cara de Vickie.

- VALIE!!

Bateu na porta com os punhos fechados.

- O que foi que eu não vi!??!

Ela perguntou com os olhos cheios de lágrimas. Sua angustia era quase palpável. Ela realmente tinha sentido como se alguém fechasse a porta, mas saber que o espirito tinha visto algo ou alguém – do mesmo modo que vira quem dera os passos no corredor vazio – a deixava ainda mais nervosa.

Então o rapaz abriu a porta para Victorine e ela nem teve tempo de agradecer enquanto invadia o quarto da irmã.

Olhava aquela cena e seu corpo inteiro tremia, mas ela não podia hesitar.

Pulou na cama dela e foi engatinhando até segurá-la. Valentina ainda se debatia, mas Victorine a puxou contra seu peito e abraçou forte. Protegeu o rosto da irmã e usava toda sua força para conte-la.


- Acorde, Valie...Acorde...Não tenha medo. Eu estou aqui!

Dizia em russo e então começava a balançar para frente e para trás, cantando uma canção russa que a mãe delas geralmente cantava para as duas. Depois era só Valentina que cantava para Vickie. E agora ela fazia isso com a irmã.


Vickie mantinha os olhos fechados com força, mas com uma determinação única em não deixar que a irmã continuasse com a aquele pesadelo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Valentina Zelyaeva em Seg 15 Jun 2015, 21:49

O garoto ia junto com ela, e sim ele realmente parecia ter visto algo ou alguém quando a porta foi fechada, mas vendo o estado que Vickie estava ele nem pensou muito nisto e não respondeu a pergunta dela também, somente tomou a frente e abriu a porta para ela.
De certo modo além de ajuda-la, era também uma forma de protege-la, tomando a frente, o que quer que estivesse ali, teria que passar por ele primeiro.
Ele não entrou no quarto, ficou apenas observando da porta.
Valentina debatia-se muito, era como aqueles sonhos, que você se ve em meio a algo horrível, tenta desesperadamente acordar e não consegue, então seu corpo começa a reagir, ela suava frio e debatia-se muito.
Vickie subia a cama, e engatinhava até a irmã, não demorou a envolve-la nos braços, e puxa-la para seu peito, o abraço de Vickie era forte e acolhedor, assim que ela envolveu o corpo, o mesmo parou de se debater tanto, mas ainda mexia-se, ainda resmungava aquelas coisas. Vickie repousava a cabeça de sua irmã a seu peito, e logo vinha a canção a voz doce da menina, parecia fazer Valentina se acalmar, os resmungos, viraram suspiros, e logo somente a respiração dela podia ser ouvida.
Não demorou a ela sentir Valentina acomodar melhor a cabeça ao peito da irmã, e logo ela sussurrou.

- Vickie...

Foi a única coisa que disse, depois disto o sono a tomou, Vickie certamente ficaria no quarto com a irmã, ficaria cuidando dela a noite toda, mantendo-a ali perto dela, e velando seu sono, tendo certeza que agora o mesmo era tranquilo, ela nem sequer parecia ter acordado de verdade, mas de um modo ou de outro. Vickie conseguia acalma-la.

E ela pode ver que durante um bom tempo, o rapaz ficou ali parado a porta, recostado ao batente observando Vickie acalmar sua irmã, envolve-la naquela canção, trazendo-a para perto do próprio coração.

Porto seguro.

E ele não podia deixar de refletir algo e ela pode ver quando os olhos azuis dele ficaram mais cristalinos, como no hospital. Ela pode ver ele passar as costas das mãos ao rosto, e logo desencostar da porta e se afastar, ela também pode ver quando a porta do quarto se fechou lentamente, dando privacidade a elas, mas desta vez Vickie tinha certeza, ele que havia a fechado.


E como diabos aquele rapaz sabia que sua irmã ia precisar de você, Vickie? e como diabos ele tinha saido do hospital e ido parar ali, o que o prendia então? Você?
avatar
Valentina Zelyaeva

Nacionalidade : Moscou, Rússia
Idade : 25
Cargo : Segredo
Humor : Nobre
Mensagens : 473

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Can you believe...?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum