Uma noite pós Luau

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uma noite pós Luau

Mensagem  Convidado em Dom 14 Jun 2015, 19:03

Edge havia falado pouco durante o caminho de volta. Natalhie sabia que ele havia escutado, mas apenas balançava a cabeça negativamente. Eram muitas informações e como não era tão inteligente quanto ela, precisava de um tempo para absorver aquela verdadeira tempestade de informações. Não podia negar a parte que Valentina estava certa: Ele não estava acompanhando muita coisa mas não era exatamente falta de interesse: Dux tem mistérios demais, pontas soltas demais e o lugar acaba devorando você. A própria garota certamente deveria estar procurando respostas para seus próprios mistérios, Edge acreditava que por isso ela estava tão afastada.

Em meio a isso tinha o Luau e tudo aquilo que havia acontecido. O time havia reclamado, Valentina havia reclamado...E o desaparecimento de Pandora.

Além de que...Aaron sabia de algo mais. Aileen estava com ele e aquilo só poderia representar problemas.

Ela adora procurar problemas, e sermões só funcionam por algum tempo.

Antes que percebesse, ja haviam chegado e estavam entrando no apartamento. Sua vontade era jogar-se encima do sofá e não sair de la. Mas Natalhie sempre falava para ele não tratar os móveis daquela forma, que não deveriam sujar a casa toda e uma série de outras coisas de forma que ele apenas sentou-se em uma cadeira de frente para a janela, respirando fundo mais uma vez antes de finalmente responder:

- Dux esta acontecendo Natalhie. Você é inteligente, eu não preciso dizer isso a você. Com sorte, deve ser algum louco recriando alguma coisa que aconteceu no passado. O lado bom de não termos Noah aqui é que no lugar de uma bala no meio da cara, ele vai ganhar uma camisa de força e um espaço na ala especial do hospital... Se não tivermos sorte...Bem, acho que eu vou ter que explicar sobre dimensões das trevas e outras coisas aos recém chegados.

Voltava-se para Natalhie: - Claro que isso não deveria acontecer sem Blake mas...Esse lugar nunca foi muito bom em seguir regras...

E haviam uma série de coisas menores em meio a isso, coisas que nem mereciam ser mencionadas naquele instante.

Se depende-se dele, nem seriam. Mas alguns pareciam não querer parar até que todos os fantasmas do mundo cai-se encima deles.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Natalhie Archibald em Dom 14 Jun 2015, 19:25

Ele quis o silencio, e Natalhie apenas virou o rosto na direção da janela, e ficou encarando a estrada, não demorariam a chegar em casa. Desceram e logo Edge abria a porta do apartamento, e entrava na frente, sem se preocupar em tirar os sapatos cheios de areia, que iria denegrir o perfeito tapete de pelos dela no centro da sala.

E não era questão de destratar os moveis, era de Manter o MINIMO DE LIMPEZA no habitat.

Nate retirou os Pradas, segurando os mesmos pelas tiras, foi caminhando pelo tapete, observando ele se sentar na cadeira de frente para a janela da sala, que era extensa e dava a visão de toda a cidade la fora. E era so deslizar uma parte da mesma, para poder sair a sacada.

E logo ele respondia a pergunta dela do carro.

E sim como sempre algo estava acontecendo, e pelo que ele dizia eram daquelas coisas que remetiam a 10 anos atrás, e Edge falava que podia ser um louco recriando aquilo. Ele falava de Noah, e sim era um alivio saber que podiam se sentir mais normais, sem ver pessoas morrerem e saberem que o “amigo” deles andava armado e podia matar alguém a qualquer momento.

Noah não inspirava segurança em Nate, então preferia que ele se mantivesse longe. Mesmo porque ele tinha os próprios problemas para resolver.

- Edge....

Nate logo caminhou, deixando os sapatos caírem ao chão, e parou a frente dele, ficando de pé ainda, ela suspirou fundo, e logo tombou de leve o rosto pro lado.



- Nós encerramos este capitulo, dimensão das trevas, orfanato, acabou, nós conseguimos. Não fique achando que este e mais um capitulo daquele interminável livro, nos fechamos este livro. Isto não significa que outros não serão abertos. Você não pode simplesmente achar que vai sempre acontecer a mesma coisa e se acostumar com isto. Nem sabemos o que está acontecendo, com o que vamos ligar agora....

Nate abriu os braços e logo os deixou cair ao lado do corpo.



- Isto pode não ter nada a ver com Blake, com Noah, com Kirsten, com Ryan, nem com ninguém de nós, isto pode ter a ver com algo que aconteceu a 10 anos atrás Edge. E só...

Nate aproximou-se um pouco mais dele, e obviamente ela não iria se ajoelhar aos pés dele como vocês estavam achando agora.
Porque ela podia amar aquele homem, mas ela ainda era Natalhie Archibald.

E a realeza não ajoelha.

MORRAM.

Não demorou para estar bem próxima dele agora, a mão se estendeu e tocou o ombro dele.

- Você precisa parar de achar que esta vivendo o passado de novo, Edge. Que eu vou sequestrada, que você vai sofrer...Não somos mais aquelas pessoas daquela época, e nada mais é como antes...

Sei que foi um pesadelo se imaginar casado com a Aileen, uhahuauhauha


CALA A BOCA


Os olhos azuis piscavam, reluzindo denotando os grandes cílios de boneca.



- Por mais que você tenha ficado chocado com a morte de Nina, a forma como você reagiu, me assustou.

OMG eu realmente te amo para colocar esta defunta-azeda no meio da conversa e me preocupar com a forma como você ignorou o que aconteceu.




- Porque você viu aquela garota que acabava de revelar que gostava de você, morrer bem a sua frente, e você simplesmente deu as costas e saiu dali, como...se fosse automático Edward, uma reação automática a um problema, como se você não se importasse mais. Mas ela morreu Ed...bem na sua frente, e ela te amava...Até quando você vai atrofiar o que sentiu dentro de você? Isto não é ser forte....Não do modo que eu sei que você é.....Este não é você...

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Convidado em Dom 14 Jun 2015, 19:51

Edge sorria balançando a cabeça negativamente - Que seja...Mesmo que não for, é outro maluco recriando seus próprios traumas e querendo nos fazer pagar. Uma prova disso é que não sabemos o que é. Nunca sabíamos...Saber que não acaba e aceitar são coisas bem diferentes.

Ouvia Natalhie e a abraçava a medida que ela se aproximava. E falava tudo aquilo, bem talvez as coisas estivessem relamente fora do controle e suas ações e reações se alterando demais. Conseguiria se explicar? Se não conseguisse para Natalhie, não conseguiria para mais ninguém,

- Eu...Não podia encarar aquilo. Era mais uma vez Dux nos mostrando que nunca ganhamos. E dessa vez, apenas dessa vez eu ACREDITEI que haviamos ganho. Que sairiamos dali, que ao menos uma vez tinhamos vencido. Não se trata de ser Nina, ou do que ela sentia. Para mim, foi mais uma vez uma contastação de que nunca vencemos. E...Por causa de um de nós? Não um fantasma um espirito, mas agora...Tambem temos que nos defender de nós mesmos? Quem isso lembra você?

Não era necessário completar: Peter.

- Não...Havia mais nada a ser feito. Se eu ficasse mais tempo ali eu acabaria fazendo alguma coisa de errado, piorado tudo. Eu...Só queria sair dali. Você sabe que eu mudei, mas em parte foi porque esse lugar me fez assim. Eu não consigo mais reagir dessa forma. Em meio a pilha de morte e corpos...Algo dentro de mim quebrou. Eu nunca vou ser como Alexandra mas... A morte não vai me atingir da mesma forma que antes, porque eu não sou mais o mesmo que chegou aqui. Eu ja vi coisas demais para me assustar assim...Essa é a verdade.

Porque nisso, Dux havia vencido ele.

O garoto que ficava sem palavras, se desesperava, entrava em choque.

Em algum lugar em meio a todas aquelas trevas, havia sido consumido.

- Eu tinha outras pessoas e podia bancar o irresponsável. Agora não posso, querendo ou não alguem precisa ter a mente no lugar, puxar eles para a realidade. Mas estou evitando, e isso não resolve. Quando chegamos mudamos a maneira que as coisas ocorriam, quem sabe devemos ao menos ouvir eles e ver o que acontece.

Ja que eles não iam parar com aquilo mesmo.

A claro, faltava algo.

- Mas...Mesmo esse Edge mudado, remendado, cansado e uma série de outras coisas ainda ama você Natalhie, isso nunca vai mudar. - Levantava o rosto dela levemente e sorria. - Enquanto você estiver aqui, o resto vai sempre ficar em segundo plano. Não precisa ser perfeito, desde que sejamos eu e você certo?

Sempre era, de uma forma ou de outra.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Natalhie Archibald em Dom 14 Jun 2015, 20:10

Nate ouvia Edge em silencio, falar que eles nunca sabiam quem era.

- Então vamos descobrir, Edge....Vamos estar a frente desta vez, vamos parar de esperar que alguém tenha uma arma e resolva tudo por nós...

Ela dizia aquilo de modo sério, enquanto sentia os braços dele a envolverem, ela envolveu os ombros dele com os braços, ficando ainda em pé, e ele sentada, recostava a cabeça dele  quase ao peito dela, por ela ser tão baixinha e pequena.
E logo ela fazia aquela pergunta.

Porque eu posso jurar pra vocês. Natalhie não se importa, se tem alguém sendo sequestrado, um maníaco, espíritos, é só não ter o capeta embaixo da cama e ninguém sequestrar os Pradas que ela frequentaria as aulas normalmente.

Mas Edge se importava, e ela INFELIZMENTE uhuhaauha

CALA A BOCA.

Quer dizer...ela se importava com ele.

SÓ UM POUCO. TÃO POUCO QUE NEM TEM COMO QUANTIFICAR, SOMENTE COM UM MICROSCOPIO PARA ANALISAR ESTE POUCO.

E então os olhos ficavam aos dele, a medida que ele falava aquilo, que ele não podia encarar, não por ser Nina, mas por ter a constatação que agora teriam que lutar entre eles mesmos, já que foi um deles que derrotou o grupo desta vez. E que se ele tivesse ficado ali, ele podia fazer algo pior, e ele remetia a Peter.

Ele falava que nada havia a ser feito, que ele só queria sair dali. E que ele não conseguia mais reagir como as pessoas normais reagiam em meio a mortes e mais mortes que ele havia presenciado. Ele dizia que algo dentro dele havia quebrado, e que ele não iria mais se assustar como antes. Nate ainda ficou em silencio, com os olhos fixos aos dele, ouvindo a tudo que ele dizia.
E que ele não podia mais se dar ao luxo de agir por agir, ser irresponsável, antes haviam outras pessoas, agora ele devia ser a mente do lugar. Ele falava que evitar não adiantava, e que iria ouvir os calouros, Nate sentiu o toque ao rosto, e logo ela ergueu mais o mesmos, mas os olhos ficavam baixos voltados a ele.



- Edge...Porque você acha que nunca ganhamos?...O que é ganhar pra você?....Estamos aqui...estamos vivos, temos nosso apartamento, um dia vamos nos formar, estudamos numa das melhores Universidades do pais, nos encontramos....estamos noivos....Somos pessoas que podem ir em bailes como aquele no Chateau, que podem frequentar lugares que as outras pessoas sonham em frequentar. Podemos olhar a cidade desta janela, e ter certeza que amanhã o mundo todo está a nossa alcance. Você é noivo da menina mais linda do Campus... O que é ganhar pra você?....

Nate piscava os olhos de maneira consecutiva.




- Quando você resolveu olhar só para o que nós perdemos e deixar isto te quebrar?...

A mão se estendeu e tocou o rosto dele na lateral, fazendo ele erguer o rosto.

- Não importa o que aconteceu lá, Edge....ou o quanto você se sentiu perdido...ou derrotado. Você querendo ou não....você é o líder aqui, as pessoas esperam algo de você, quando elas estão perdidas os olhares dela te procuram. E naquele momento Edge...Todos estavam depositando a esperança deles em você, quando Nina foi assassinada. Todos eles esperavam a sua reação. Eles não precisavam de uma pessoa como Alexandra, que olha a morte como se não fosse nada, que tratava as pessoas como se elas nada valessem, ou que daria as costas e iria relatar a hora da morte em algum gravador. Eles não precisam de um líder capaz de não se assustar mais com a morte. Eles precisam de você, Edge...Humano, falho mas transparentes como você sempre foi...A forma como você sente....é o que eles precisavam Edge...E a forma como você agiu, assustou eles, afastou eles...

A mão livre tocou de leve a tempora dele, com a ponta dos dedos.




- Você deve sempre ter sua mente no lugar, mas não esqueça o que realmente faz você conquistar as pessoas, até mesmo pessoas como eu.

Logo a mão espalmou sobre o peito dele.

- Seu coração, Ed...Não esqueça ele...Não ache que demonstrar é fraqueza. Não siga este caminho...

NÃO SEJA COMO EU EDGE, DIGA ASSIM NATE É MAIS FÁCIL.

CALA A BOCA

Nate suspirou fundo e a mão ao rosto dele, deslizou até a nuca, enquanto os cambitos.

UHAUHAUAH QUE SAUDADE DE FALAR ISTO

CALA A BOCA.

Os cambitinhos, pressionavam entre as pernas dele, e abriam caminho, até o quadril recostar as pernas dele, e Nate se sentar em seu colo, meio de lado, deixando as pernas entre as dele, unidas e comportadas.

Haram...

A mão ainda ficava a nuca dele, a outra ficava ao peito dele.



- Enquanto tivermos um ao outro...Dux nunca vai nos vencer...

Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Convidado em Dom 14 Jun 2015, 20:50

- Tem certeza? Eu pensei em ficarmos aqui, temos um ao outro e sorvete afinal...

Brincava, claro que brincava.

Pois não iria debater sobre aquilo.

Para que ilustrar para você Nate? Eu amo você, e isso significa tambem protege-la.

Alias, significa proteger você bem mais que os outros.

Se fosse o caso começaria assim: Sobreviver NÃO É VENCER.

Estamos vivos? Estamos aqui? Estamos felizes? Estamos. Mas só porque todas aquelas coisas permitiram deixaram. Nos negociamos, nos abrimos mãos de coisas importantes. As trevas recuavam após conseguir o que queriam. Uma vitória seria a antiga sede não ter explodido, uma vitória teria sido aquela que chamavamos de "bruxa" não ter escapado. Uma vitória teria sido jogar Peter em uma sala escura no hospital...

Sobreviver é o minimo. Não é uma vitória.

A questão era a sensação é que tudo isso aconteceu porque...Para eles não importava.

O que quer que tivesse do outro lado permitiu, deixou. Pegou o que queria e se foi.

E isso não é perto de uma vitória.

Mas essa não é a questão agora.

- Eu..Nunca quis ser o lider. Foi dificil para eles? Como eles acham que foi para mim? Foi eu quem quase morri, pior ainda você tambem teria... -Fechou os olhos e respirou fundo, olhando para cima. - Tem razão, eu não agi como sempre agiria ali. Eu me preocupei muito em não me desesperar, não demonstrar a eles e isso acabou criando a impressão errada. Preocupado demais em não mostar que aquilo havia me atingido.

Silêncio.

Porque...Ok isso é um tanto Natalhie, mas eu não dou a minima para o que os outros pensaram.

Eu sou muito bem o que sou, Natalhie tambem sabe. O que senti, o que penso, não cabe a vocês.

Mas ela tem razão, ela sempre tem. Deixei vocês perdidos e fragmentados.

É Hora de parar de deixar o jogo para os outros, e voltar a jogar.

- Amanhã...Vamos passar por mais um momento de nostalgia, pegar as nossas pás e ver o quão fundo conseguimos cavar nesse lugar. Vamos ver quem vai comprar essa idéia, ja que eles não vão desistir mesmo. - Passava a mão pelos cabelos dela, agora mais curto, mas ainda gostava de fazer aquilo. - Então... Acho que é a ultima noite de paz que teremos em algum tempo, felizmente podemos aproveitar nosso tempo aqui...Só nos dois, juntos.

Em casa viu Nate?

Não camisola. CASA.

Ta pode ser de camisola.

Comportada...Sei.

Mas Edge gosta, ele gosta.

Ta, parei, parei...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Natalhie Archibald em Dom 14 Jun 2015, 21:50

Nate ouvia ele brincar daquele jeito e ela tombou o rosto pro lado de leve.

- Acho que eu acabei com o ultimo estoque de sorvetes...

Dizia em tom baixo pra ele.

E sim Edge vocês tinham uma visão diferentes das coisas, na cabeça de Natalhie vocês fizeram algo ao final das contas, algum tipo de atitude em algum momento, resultou na paz que vocês tinham agora, ou quase.

E ela iria sempre preferir pensar assim.

Ela ouvia ele em silencio, já ao colo dele, e os olhos não saiam dos dele, ela entendia sim o lado dele, e ele dizia que havia se preocupado em não demonstrar a eles o desespero, e ao final, talvez era aquilo que eles precisavam ver. Nate consentiu em positivo, porque ela realmente entendia cada ponto do que ele dizia.

A testa recostou a dele, e ela sussurrou.

- Você nunca quis ser o líder, eu nunca quis amar um Hippie. Mas você é o líder, e eu amo um hippie. A vida é injusta...

Ela ouvia ele falar sobre amanhã, e sobre cavar para descobrir algo, sentia o toque aos cabelos, que caiam aos ombros, ainda ornados pela delicada tiara. Ela logo murmurou.

- Desta vez vamos vencer, deste jeito que você precisa sentir...

Ambas as mãos tocavam o rosto dele agora, e ela erguia o mesmo para ela, o fitando nos olhos.

- Vamos descobrir o que está acontecendo, e vamos parar, e vamos salvar quem precisa ser salvo, vamos fazer isto juntos Edge, porque mesmo que você me ame o suficiente para me colocar acima de tudo e engolir a sua dor, eu te amo ainda mais para querer sentir que seu coração está em paz....e que a dor foi embora....

Aproximou os lábios dos dele, roçando levemente, e ele dizia que aquela podia ser a ultima noite de paz e que eles podiam aproveitar...somente...os dois...juntos...

Casa
Camisola


Nate consentiu em positivo e logo solou os lábios aos dele demoradamente, murmurou.

- Já que estamos em Casa....

Ela levantava do colo dele com delicadeza, ficando a frente dele apoiando as mãos a sua seu ombro, logo ela virou o corpo, ficando de costas a eles, deixava que ele tocasse o zíper do vestido dela, e o abaixasse, revelando a camisola branca que usava por baixo dele.

Viu....casa-camisola.

Vamos pra ...Camisola.

Porque Nate é especialista em lingerie e..

CALA A BOCA.

Ela mexeu levemente o quadril de modo ao vestido deslizar caindo ao chão, revelando a as delicadas alças em renda da peça, e o tecido de seda de cor branca, que caia de modo a demarcar a cintura e o corpo que Edge já conhecia tão bem, Nate logo virou-se para ele e apanhou a mão dele, fazendo-o se erguer da cadeira, e caminhar com ela para o quarto. E sim os Pradas ficavam jogados a sala, quase ao lado do delicado vestido azul claro, e este era o unico momento que Nate abria mão deles.

Camisola:


Natalhie Archibald

Nacionalidade : London, UK
Idade : 23
Cargo : Estudante
Humor : Seletivo
Mensagens : 756

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Convidado em Seg 15 Jun 2015, 14:09

Edge sorria mais uma vez, afinal era o ponto que ele nunca queria concordar.

- Eu vou discordar nessa parte, você não queria, eu queria. Eu ganhei. - E erguia os ombros em um sinal de indiferença - Continue repetindo isso para si mesma e vivendo em negação, quem sabe em algum ponto você não começa a acreditar? - E segurava Natalhie um pouco mais forte tentando conter mais um daqueles "surtos" que ela sempre tinha.

Era parte do que ela era no fim das contas.

Olhou para ela e refletiu sobre as palavras. Não sabia se ainda acreditava naquilo, se ainda tinha a mesma esperança que faziam mais do que escapar, que conseguiam vitórias. Era como se não importasse mais e ja estivesse mais do que acostumado com a maneira que Dux "acontecia". Talvez por isso não quisesse mais se intrometer, talvez acreditasse que não fazia diferença.

Mas Natalhie jamais deixaria que ele se acomodasse dessa forma.

O que também era muito bom.

Pensou em dizer alguma coisa e foi interrompido pelo beijo. Oi? Eu ia dizer alguma coisa...A respeito de algo que estava me incomodando? Não sei...Não parece mais tão importante independente do que se tratava! E ela logo...Ahn...

Do que eu estava falando mesmo?

Longe de conseguir raciocinar corretamente perante a beleza estonteante de Ntalhia, ali a sua frente, somente para ele. Edge apenas sorria e deixava-se ser levado por ela, balançando a cabeça negativamente devagar.

- Você sempre tem bons argumentos...E como sempre, você tem razão.

Algumas coisas poderiam esperarar frente a assuntos mais...Confortáveis.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma noite pós Luau

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum